quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Região de Sorocaba registra 3.900 ocorrências de tráfico e porte de drogas

     A Região Metropolitana de Sorocaba registrou 3.988 ocorrências de tráfico de drogas, apreensões e porte de entorpecentes, em estatísticas criminais computadas de janeiro a julho deste ano. Só na cidade foram 627 casos. Durante todo o ano passado, esses três aspectos de drogas tiveram 7.048 casos registrados pelas autoridades policiais na região.

     Em todo o Estado, o total de drogas apreendidas aumentou. Entre janeiro e julho, foram 98,6 toneladas de drogas – como maconha e crack – retirados das ruas, 47,38% que o total dos mesmos sete meses de 2015. Apenas no mês passado, foram 23 toneladas apreendidas ou 125,49% a mais diante do total de julho do ano passado (10,2 toneladas).

    A média dos 3.988 casos envolvendo entorpecentes nas estatísticas criminais da Região Metropolitana de Sorocaba dá quase 19 casos por dia (18,75). Só na região, foram 182 ocorrências de apreensões de entorpecentes, de janeiro a julho deste ano. Esses dados são da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, que tipifica o caso como apreensão de entorpecentes sem pessoas detidas na ocasião. 

    Na cidade foram 11 dessa natureza. Os casos de tráfico de drogas na região foram de 2.367 registros de tráfico, no mesmo período; só em Sorocaba foram 460. Os casos de "porte de entorpecentes" (quando juridicamente não há quantidade suficiente para se determinar que é tráfico de drogas) são 1.439 na região; na cidade, foram 156.
    Quando se fala em Região Metropolitana de Sorocaba, refere-se a toda a área do Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior Deinter-7, órgão que controla a Polícia Civil de 79 cidades da região, com sede em Sorocaba.

    Reproduzida do Diário de Sorocaba

Nenhum comentário:

Postar um comentário