Restaurantes, Pousadas e Pizzarias

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Ex-policiais civis são presos enquanto escoltavam produtos piratas

    Dois ex-policiais de Osasco são presos na Rodovia Castello Branco, na segunda-feira,05/12, por policiais rodoviários da cidade de Itu. Ricardo Rocha de Araújo e Rogério Calixto já tinham sido exonerados por extorsão e o caso será investigado pela Polícia Civil e pela Corregedoria também. 

    Dupla de ex-agentes da lei foram flagrados pela Polícia fazendo escolta de um carregamento de produtos piratas do Paraná - 10 mil camisetas e bonés piratas vindo de Apucarana. O destino era a capital paulista. 

    O caso envolveu várias abordagens até se chegar à informação de que eles estavam fora dos quadro de serviço da polícia; eles quase conseguiram fugir. No fim da terça-feira, os dois foram liberados da delegacia de Itu. Eles responderão em liberdade ao crimes de porte de arma e usurpação de função pública, já que os homens afirmaram ser policiais em atividade.

    Tudo começou com uma abordagem de rotina da Polícia Militar Rodoviária e um motorista em atitudes suspeitas, parado com um carro, em um posto de combustíveis, localizado na rodovia, altura do quilômetro 73, no fim da tarde de segunda-feira. Ele não tinha documentos do veículo, e já tinha passagens criminais por tráfico de drogas, associação criminosa e porte de armas de fogo. 

    Mais dois homens foram abordados nas proximidades - Rogério e Ricardo, este armado - que disseram estar no apoio de uma operação da Dise (Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes) de Osasco, e que o motorista suspeito era um informante, participando da operação. 

    Um quarto homem surgiu, dirigindo uma van, que carregava todo o material. Um quinto elemento aparece e um carro da Dise de Osasco com quatro ocupantes. Um deles afirmou que Ricardo era policial e o outro era cunhado dele. A arma de fogo apreendida foi entregue para os ocupantes do carro da Dise.

    O caso se encerraria aí, mas uma informação chegou aos PMs, via delegacia de Itu, que Rogério e Ricardo tinham sido expulsos da Polícia Civil por extorsão. Os PMs foram ao carro da Dise e recuperaram a arma. A participação de todos os envolvidos deve ser investigada pela corregedoria.

    Reproduzido do Diário de Sorocaba

Nenhum comentário:

Postar um comentário