Restaurantes, Pousadas e Pizzarias

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Guarda Civil de Sorocaba ganha aliado que denuncia comércio que vende cerol

    Guarda Civil Municipal de Sorocaba desenvolveu uma ação de educação para crianças na questão de uso de cerol em pipas. O trabalho educativo desenvolvido pela GCM, por meio de palestras sobre a conscientização e combate ao uso de cerol, provocou o fechamento de dois comércios na zona norte de Sorocaba, que foram autuados após denuncia por venda ilegal de cerol e linha chilena.
 
    Desde agosto, foram retomadas as palestras com o tema da campanha “Cerol? Corta Essa!”. Cerca de 3.200 alunos da rede pública municipal de ensino foram impactados pelas explanações. A campanha tem obtido bons frutos, e vários alunos ao final das palestras procuram os guardas civis para contar experiências ruins que tiveram com o uso do material cortante, e fazem a entrega de carretéis de linha mostrando, assim, que realmente entenderam o perigo que representa o uso desse material.
 
    A lei municipal nº 8471, vigente desde 2008, proíbe em Sorocaba a comercialização, o armazenamento, a distribuição e o uso de cerol (mistura de cola e vidro moído) ou de quaisquer materiais cortantes usados para empinar pipas. 
 
    Foram apreendidas 128 carretéis com linha chilena nos dois comércios da zona norte, um deles no Jardim São Guilherme e outro no Jardim Santa Marina II. Os dois tiveram multa no valor de R$ 1.636,52 cada e foram fechados. As palestras educativas continuam até o término do ano letivo e a partir da segunda quinzena de dezembro e por todo período das férias escolares, onde a procura pelo material intensifica-se.

    Reproduzido do Diário de Sorocaba

Nenhum comentário:

Postar um comentário