Restaurantes, Pousadas e Pizzarias

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Polícia Civil desarticula organização criminosa suspeita de atacar bancos, cometer roubos e tráfico nas regiões de Sorocaba-SP, Botucatu-SP e Itapetininga-SP

    
Capturados Descendo da Viatura

    Quinta-feira pela manhã, 22/12, policiais civis cumpriram mandados de prisão temporária por 30 dias, mandados de busca e apreensão que culminaram com captura de homens, mulheres e adolescentes apreendidos. 

    O delegado Seccional de Sorocaba Marcelo Carriel, o delegado titular da DIG de Sorocaba e o assistente da especializada Mário Ayres relataram à imprensa que as investigações iniciaram há 5 meses depois que criminosos atacaram uma agência do Banco do Brasil, em Tietê-SP. 
Capturados Fora da Viatura


    O grupo era articulado, agia com armas de grosso calibre nas regiões de Sorocaba-SP, Botucatu-SP e Itapetininga-SP. A sede do bando é Cerquilho com ramificação em Tietê e outras cidades. O delegado Marcelo Carriel afirmou que as capturas dos suspeitos deverá representar menos casos de crimes patrimoniais nas regiões onde o grupo atuava. 

          Os presos

    Estão presos por mandado de prisão temporária: Rafael Perez Rita, Edimilson Augusto Juliane, Ricardo Delfino (lider), Evandro Dantas e Silva (líder), Fortunato Melaré Neto, comerciante que segundo a polícia ele apresentava vida dupla, Ronaldo Fernando de Almeida, Eduarda Melaré Ribeiro dos Santos, Giovani penteado Guerra, Andréia Rodrigues da Silva e Rosemere de Jesus Arruda, e o filho dela o adolescente R.A.P. e outro adolescente M.G.C. 

    Além responder por ser suspeito de pertencer ao grupo Ronaldo Fernando de Almeida preso por mandado de prisão temporária vai responder também flagrante por receptação porque a polícia localizou na casa dele em Tietê-SP um veículo Voyage produto de roubo. As equipes ainda apreenderam um automóvel Honda Fit que estava na oficina de Ronaldo na mesma cidade e ainda prenderam por receptação o funcionário Alex Eduardo que dormia na oficina. Mais de 100 policiais civis atuaram na operação dentre eles o delegado de Tietê, Fernando César, e os policiais Belloti, Felipe, Hadenilton e Benedito. 

    Depois do registro das capturas os homens e os menores foram encaminhados ao IML e depois levados ao Centro de Detenção Provisória de Sorocaba e os adolescentes para a Fundação Casa, após exame no IML as mulheres foram encaminhadas para a cadeia feminina de Votorantim. Dois cabeças da organização são procurados pela Polícia: Yuri Douglas Garcia de Almeida e Thiago Silveira Sampaio; ambos residem em Cerquilho.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário