Restaurantes, Pousadas e Pizzarias

sábado, 7 de janeiro de 2017

Blitz da Operação Lei Seca, em Sorocaba

Como acontece de maneira constante em Sorocaba, desde sexta-feira, 06/01, serão realizadas diversas blitz da “Operação Lei Seca”, numa ação da Polícia Militar (PM) com o apoio da Urbes -Trânsito e Transportes e da Guarda Civil Municipal (GCM). 

Os locais e horários dessas blitze não são divulgados por questões estratégicas e o objetivo da ação intensificada é fiscalizar e orientar motoristas sobre a proibição de dirigir qualquer veículo automotor após consumir bebidas alcoólicas. 

As ações fiscalizatórias são realizadas em diversos locais da cidade e também próximas a bares, casas de shows e festas, e tem por meta reafirmar o papel das autoridades de trânsito de coibir o uso de bebidas alcoólicas atreladas à condução de veículos, cujo objetivo maior é reduzir o número de acidentes. 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 35% dos acidentes de trânsito são consequências de embriaguez ao volante. A ingestão de álcool, mesmo em pequenas quantidades, diminui a coordenação motora e os reflexos, comprometendo a capacidade de dirigir veículos, ou operar outras máquinas.

Quem for flagrado sob efeito de álcool (com até 0,29 mg de álcool por litro de ar expelido) é enquadrado no artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB): comete infração gravíssima (7 pontos na CNH), com penalidade de multa (R$ 1.915,40) e suspensão do direito de dirigir por 12 (doze) meses. 
O veículo ainda fica retido até a apresentação de outro condutor habilitado e em condições de dirigir. Em caso de reincidência em menos de 12 (doze) meses, o valor da multa é dobrado, ou seja, de R$ 3.830,80.
Já o condutor que atingir ou ultrapassar o limite de 0,30 mg de álcool por litro de ar expelido dos pulmões comete crime de trânsito, pelo artigo 306 do CTB, que prevê penas de detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.

Não dá para viver sem notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário