Restaurantes, Pousadas e Pizzarias

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Marginais assaltam residência de comerciante no Condomínio Terras de São Francisco, em Salto de Pirapora

    Três marginais invadiram o Condomínio Terras de São Francisco, localizado no Jardim São Paulo, à margem da Rodovia SP 264, em Salto de Pirapora e renderam uma comerciante e dois filhos dela: um menino e uma menina.

    Os ladrões recolheram diversos objetos e aparelhos: tênis, mochilas, perfumes, bijuterias, laptop avaliado em R$ 3.5 mil e três televisores avaliados em R$ 6.9 mil; os objetos e aparelhos foram postos no interior do carro da comerciante, um Ford Fusion. 

    Durante o assalto, um ladrão atendeu chamada no celular dele e teria falado com sua companheira, mas pediu para desligar rápido dizendo que ele estava "trabalhando". O carro roubado foi abandonado dentro do Condomínio, mas os pertences foram levados.

     O crime aconteceu na terça-feira, 31/01, por volta das 21h. No dia seguinte a comerciante foi na Delegacia da cidade e registrou queixa do roubo. Para entrar no Condomínio, os criminosos cortaram uma cerca nos fundos do Residencial, local que provavelmente fugiram levando os pertences roubados. 

              Vítima afirma ter reconhecido um dos ladrões

    Dois dias depois deste crime, uma equipe da Polícia Militar abordou dois adolescentes: um de 16 e outro de 17 anos, que estavam próximo ao Calçadão, na região central da cidade, ambos estavam com 14 porções de maconha prontas para venda e R$ 12,00. Ambos  foram levados para a Delegacia da cidade.

    Como as características físicas do adolescente de 16 anos eram parecidas com características de um dos ladrões que invadiram e assaltaram a residência da comerciante no Condomínio Terras de São Francisco, a polícia chamou a comerciante, ela ao ver o adolescente de 16 anos o reconheceu como sendo um dos ladrões (o criminoso que falou pelo celular que estava "trabalhando"). O reconhecimento da vítima fora registrado no inquérito policial. Após registro de ato infracional por tráfico de droga os dois menores  foram liberados. 

    Não dá para viver sem notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário