Restaurantes, Pousadas e Pizzarias

domingo, 5 de março de 2017

Assaltante é morto ao reagir intervenção da PM em Sorocaba

Kaique Morto Atrás do Sofá

    Sábado, 04/03, por volta das 20h, a Polícia Militar ouviu informação via telefone 190, que havia assalto em andamento numa chácara localizada na Travessa Quatro, Bairro Piazza Di Roma. 

    Milicianos foram ao local e avistaram próximo da chácara um automóvel Santana de cor verde com placa de Capela do Alto CKL 9107, e no interior do carro um indivíduo.

    A equipe policial abordou o indivíduo Juliano Rodrigues Estausia de 24 anos, residente no Jd Clarice, em Sorocaba. este indivíduo estaria aguardando os demais que estavam no interior da chácara. 
Juliano Rodrigues, Preso


    Um policial manteve o indivíduo detido e os outros milicianos fizeram intervenção no imóvel e avistaram um criminoso empunhando arma, ao ver a polícia o assaltante efetuou disparos em direção aos policiais. Houve revide. O assaltante apesar de ferido conseguiu correr e esconder-se atrás de um sofá. 

    Quando os policiais se aproximaram do cômodo onde o assaltante estava escondido, o criminoso apontou novamente a arma em direção a equipe, os policiais fizeram mais disparos atingindo o criminoso. A equipe policial solicitou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, contudo o ladrão morreu no local. Outros dois criminosos fugiram.

    A polícia relata que eram quatro criminosos: o Juliano que seria o "cavalo", o que reagiu, Kaique Araújo Costa de 22 anos, que morava no Jd Ipiranga, na mesma cidade e outros dois que fugiram levando um iphone. As vítimas são: o advogado J.B.R. de 61 anos, e a empresária A.F.O.A.R. de 39 anos. A polícia apreendeu um revólver calibre 32 municiado que estava com kaique e apreendeu o automóvel Santana

Ao ser abordado quando a polícia chegou, Juliano Rodrigues negou envolvimento com o crime, depois da intervenção no imóvel que resultou em reação e morte do kaique, Juliano acabou confessando que ele aguardava os comparsas. O delegado David Marum Júnior prendeu Juliano por assalto artigo 157 do Código Penal.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição. 

Um comentário: