Restaurantes, Pousadas e Pizzarias

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Estudante de Direito e um cabeleireiro cultivavam 260 pés de maconha num imóvel em Sorocaba

Materialidade Delitiva

    Há pelo menos três meses, investigadores do 1º DP de Sorocaba investigavam o representante comercial e estudante de Direito, Carlos Victor Eusébio, 27 anos, suspeito de envolvimento com tráfico de entorpecente. Certo dia os investigadores seguiram o estudante de Direito e avistaram ele entrando num imóvel situado no Parque Esmeralda (ele não morava no imóvel). 

    Na sexta-feira, 05/05, a polícia foi no imóvel e encontrou 266 pés de maconha (cannabis sativa) cultivados em estufa. Sabendo onde o Carlos Eusébio morava, a polícia foi até à residência dele e afirmou ter localizado os pés de maconha. Carlos Eusébio assumiu que ele e o cabeleireiro Yohan Faria Carpine de 22 anos alugavam a casa para cultivar pés de maconha.

    Ao ouvir o relato dos investigadores, o delegado Silvio Miguel Marques Vicentin ratificou o flagrante dos dois indivíduos por tráfico de droga artigo 33 da lei 11.343/06. Os dois moram em Sorocaba: Carlos reside no JD Piratininga e Yohan mora no Parque Esmeralda. Os dois estão presos no Centro de Detenção Provisória de Sorocaba.   

    Aqui a notícia chega chegando

Nenhum comentário:

Postar um comentário