terça-feira, 23 de maio de 2017

Saiba como a Polícia Civil reagiu o ataque aos caixas eletrônicos do Banco Santander em São Roque


    Há dois meses policiais do DEIC da Capital Paulista investigavam um bando que atuava na região de Campinas-SP explodindo caixas eletrônicos de instituições financeiras. 

    Os policiais souberam que o bando chegaria em São Roque no início da madrugada de terça-feira, 23/05, para explodir caixas eletrônicos do Santander no interior da sede da Prefeitura da cidade e também atacaria caixas eletrônicos do Santander da região central de São Roque.

    Aproximadamente trinta policiais do DEIC uniram-se a mais de trinta policiais civis de Sorocaba e se posicionaram em pontos estratégicos próximos aos dois bancos. Por volta das 02h30 de terça-feira, 23/05, o bando criminoso explodiu dois caixas eletrônicos do Santander no interior da Prefeitura. 


    Após as explosões, os policiais reagiram cercando o local em que os criminosos estavam. Houve intensa troca de tiros. 

    Dois criminosos fugiam em dois veículos e ao trocarem tiros com os policiais sofreram disparos morrendo no local. Os mortos são Deivid Ramos Levino de 27 anos e Emerson Willian Barbosa, 27 anos, ambos residentes em Santo Amaro, Zona Sul da Capital Paulista. 

    No momento da troca de tiros um veículo van de cor branca dirigido por Carlos Lofredo, morador de São Roque não obedeceu a ordem dos policiais para parar o veículo, os policiais dispararam contra o motor do veículo e contra os pneus, os tiros também atingiram o motorista Carlos Lofredo, que não resistiu e morreu no local. 

    Conforme relato do delegado seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel, a esposa da vítima (Carlão Lofredo) o esposo levantou-se pela madrugada e disse-lhe que iria realizar um saque no Santander do Paço Municipal, segundo ela o marido costumava realizar saque em outra agência do Santander. A polícia investiga se Carlos Lofredo era envolvido com o bando criminoso. 

    O resto do bando fugiu em outros carros levando R$ 32.920. A polícia apreendeu dois veículos utilizados pelos criminosos e duas armas. O veículo van dirigido por Carlos Lofredo também está apreendido. Um policial do Garra de Sorocaba sofreu um tiro na perna, contudo sem gravidade.

    O delegado Marcelo Carriel suspeita que o bando é o mesmo que agiu há dois meses em Araçariguama, ele crer que outras cidades da região já sofreram ataque do bando, para confirmar essa suspeita serão realizadas análises nos materiais apreendidos e os resultados confrontados com resultados de análises de materiais apreendidos em outras cidades. 

    Para Marcelo Carriel a ação da Polícia Civil em São Roque obteve sucesso porque não houve policial ferido gravemente. "Este grupo não imaginava que desta vez a polícia estava bem posicionada e armada para responder ao ataque. O trabalho não pára a investigação continua", finalizou o delegado seccional.

    Não dá para viver sem notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário