segunda-feira, 19 de junho de 2017

Hacker que atacou site de empresa sorocabana é preso pela DIG de Sorocaba

Álvaro, o Hacker

    Em novembro de 2016, várias vezes um hacker atacou o site de uma empresa sorocabana que atua no segmento de saúde. Depois dos ataques, o hacker contatou com a empresa via e-mail e exigiu de R$ 5 a 15 mil para ele não retirar o site do ar (derrubar o site) e também não realizar "marketing reverso" (denegrir a empresa).

    O responsável pela empresa pagou-lhe R$ 5.200 mil por meio de depósitos em conta bancária do hacker e depósitos em contas bancárias de pessoas indicadas pelo hacker. Após efetuar os depósitos, a empresa procurou à Delegacia de Investigações Gerais de Sorocaba e relatou os fatos.

    A polícia identificou o hacker e o endereço dele no centro da cidade Bariri, região de Jaú-SP. Em 05 de junho deste ano, munida de mandado de prisão temporária e de busca e apreensão, a polícia foi na residência do hacker. Os policiais apreenderam computadores e mídias e prenderam o hacker Álvaro Francisco de Almeida Falconi, 36 anos. A justiça já converteu a prisão temporária em prisão preventiva.

    Na segunda-feira, 19/06, o delegado titular da DIG de Sorocaba, Acácio Aparecido Leite e o assistente da DIG, o delegado Mário Luiz Oliveira Ayres apresentaram o preso e relataram para imprensa como ocorreu a investigação e a captura do suspeito que responde por extorsão artigo 158 do Código Penal (pena de 04 a 10 anos de reclusão). 

    A polícia investiga se os beneficiários das contas bancárias em que houveram depósitos fazem parte do crime, se isto for provado elas responderão por coautoria artigo 158 combinado com artigo 29 do Código Penal.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário