segunda-feira, 12 de junho de 2017

Indivíduo agrediu a esposa e disse aos policiais que ela sofre transtorno mental; caso ocorreu em Salto de Pirapora


    Por volta das 20h de sábado, 10/06, uma equipe da Polícia Militar recebeu solicitação para atender ocorrência de desinteligência envolvendo um casal, que reside na Rua Egídio Manente, Jardim Ana Guilherme, em Salto de Pirapora.

    Ao chegar no local, os policiais encontraram a mulher (vítima J.B.P.S) apresentando o braço esquerdo enrolado com um pano ensanguentado.  O esposo da mulher, David Lopes de Oliveira disse aos policiais que a esposa sofre transtorno mental e teria tentado asfixiar o filho.

    A versão da mulher foi totalmente diferente, ela falou que o esposo ingeriu bebida alcoolica e aparentemente sob efeito de bebida alcoolica tentou asfixiá-la e empunhando uma tesoura lesionou sua mão esquerda. A vítima foi levada ao pronto-atendimento da Santa Casa, após ser medicada o caso foi apresentado na Delegacia.

    O delegado Irani Barros ouviu as duas versões e registrou flagrante de lesão corporal tipificada de violência doméstica lei 11.340/06 e arbitrou fiança de R$ 4.700 mil. David Lopes não pôde pagar a fiança, por esse motivo o delegado o encaminhou ao Centro de Detenção Provisória de Sorocaba.

    Aqui a notícia chega chegando 

Nenhum comentário:

Postar um comentário