terça-feira, 27 de junho de 2017

São Paulo segue reduzindo mortes dolosas e crimes patrimoniais

    

    São Paulo apresentou redução tanto no indicador de casos como no de vítimas de homicídio doloso no mês de maio. Além disso, também contabilizou queda nos roubos e furtos de veículos e nos roubos a banco em maio.
    No quinto mês do ano, o número de casos de homicídio doloso caiu 5,15% em relação ao mesmo mês do ano passado. O total baixou de 272 para 258. A quantidade é a menor de toda a série histórica, iniciada em 2001.
    O número de vítimas de homicídio apresentou queda de 1,8% em maio, passando de 278 para 273. A soma também é a menor da série histórica.
    Com as variações, as taxas de homicídios chegaram a 7,89 e 8,35 vítimas a cada grupo de 100 mil habitantes no período de junho de 2016 a maio deste ano. As duas são as menores para o período desde o início da série histórica, em 2001.
                             Roubos e furtos de veículos
    Os roubos de veículo caíram 6,85% em maio. O total de ocorrências baixou de 6.302 para 5.870, com 432 a menos. É a menor quantidade de casos desde 2010, quando houve 5.812 casos.
    No mês, os furtos de veículos apresentaram queda de 1,18% e o número de boletins de ocorrência caiu de 9.518 para 9.406, com 112 a menos.
                                    Outros crimes
    O índice de roubos a banco recuou em 42,86% no quinto mês do ano. Com seis ocorrências a menos, o total passou de 14 para oito em maio. É o menor número da série histórica para o mês.
    Os roubos em geral aumentaram 6,30% em maio de 2017, em comparação com igual período do ano passado. O total passou de 26.690 para 28.372. Enquanto isso, os roubos de cargas subiram 37,28% no mês.
    Já os furtos em geral tiveram em maio um aumento de 2,55%, passando de 44.078 para 45.200.
   Os latrocínios aumentaram 3,23% no mês, de 31 para 32. O número de vítimas de latrocínio subiu 6,45% – de 31 para 33 – em maio.
    Em maio, as extorsões mediante sequestro subiram de um para dois casos. Os estupros aumentaram 38,07% no mês, com 260 casos a mais.
    Reproduzido da Secretaria da Segurança Pública-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário