Restaurantes, Pousadas e Pizzarias

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Estatística mostra redução de latrocínios, roubos e furtos no interior de São Paulo

    O Interior de São Paulo apresentou redução de 41,67% nas ocorrências de latrocínio em julho. O número de casos passou de 24 para 14, ou seja, 10 a menos. Já no indicador de vítimas de roubos seguidos de mortes em julho, a diminuição foi de 44%, com 14 vítimas contabilizadas – 11 a menos.
    Os furtos em geral apresentaram diminuição de 2,91% em julho. Foram registrados 20.137 casos no sétimo mês deste ano, contra 20.741 no mesmo período de 2016, ou seja, 604 ocorrências a menos. 
    Levando em consideração ainda o período mensal, o Interior também teve queda de 9,18% nos furtos de veículos. Com 313 boletins de ocorrência a menos, o total passou de 3.408 para 3.095. Na séria histórica, é a segunda queda consecutiva do indicador. O total é o menor desde 2003 (2.910 casos).
    No sétimo mês do ano, os roubos em geral tiveram redução de 6,79% - 461 casos a menos. Foram registrados 6.332 boletins de ocorrência neste ano, ante 6.793 no mesmo período de 2016.  Já os roubos a banco tiveram recuo de 50% no mês. Passaram de oito para quatro.
    Os roubos de veículo houve alta de 2,01%, com 23 casos a mais em julho. No mesmo mês, os roubos de carga tiveram elevação de 9,03%, com 169 boletins de ocorrência registrados.
               Outros indicadores
    Os homicídios dolosos aumentaram 4,93% em julho, com sete ocorrências a mais. Já o indicador de vítimas de mortes intencionais apresentou alta de 2,27% no mês. No sétimo mês deste ano foram 154 vítimas, contra 150 no mesmo período do ano passado. 
Com as variações, as taxas de homicídios chegaram a 8,08 casos e 8,49 vítimas a cada grupo de 100 mil habitantes – nos últimos 12 meses, de agosto de 2016 a julho deste ano.
    O Interior também apresentou alta de 11,91% nas ocorrências de estupros em julho. O total passou de 445 para 498 boletins de ocorrências dessa natureza.
               Produtividade policial
    As polícias Civil e Militar realizaram 2.610 flagrantes de tráfico de drogas em julho – aumento de 4,65% em relação ao mesmo mês do ano passado.
    Juntas, as polícias também realizaram 9.252 prisões em julho. No mesmo período, retiraram das ruas 894 armas de fogo. Em julho, também houve a apreensão de 8,9 toneladas de drogas.
    Reproduzido da Secretaria da Segurança Pública

Nenhum comentário:

Postar um comentário