terça-feira, 15 de agosto de 2017

São Paulo intensifica policiamento em áreas de preservação ambiental


    A Secretaria da Segurança Pública (SSP) e a Secretaria do Meio Ambiente anunciaram, segunda-feira, 14/08, parceria que destinará 6 mil vagas mensais para o policiamento e proteção de 50 Unidades de Conservação (estações ecológicas) do Estado, por meio da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial (Dejem).
    O governador Geraldo Alckmin e os secretários da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, e do Meio Ambiente, Ricardo Salles, participaram do evento.
    “A população ganha com a maior presença policial, o meio ambiente ganha também, porque esse policiamento tem maior expertise na questão, e ganha o policial, já que ele vai ter um recebimento maior ao fazer as diárias, melhorando a sua renda”, analisou o governador Geraldo Alckmin.
    Com a medida, os PMs participantes do programa reforçarão o policiamento preventivo e ostensivo nessas áreas protegidas e fundamentais para o equilíbrio ecológico, que recebem cerca de 1,8 milhão de usuários por ano no Estado de São Paulo.
    O objetivo do patrulhamento será garantir a defesa do patrimônio natural e o bom uso dos espaços a partir da prevenção e repressão de infrações às leis ambientais. A medida ajuda, portanto, a garantir a conservação dessas áreas que proporcionam atividades de contato com a natureza, estudos científicos e educação ambiental.
    “Essa é a continuidade de uma excelente parceria, que traz como ganho para a sociedade não só uma maior eficácia na ação da Polícia Ambiental na proteção de parques e unidades de conservação, mas principalmente visa também dar mais segurança à população”, afirmou Mágino.
    Do total, serão distribuídas 200 vagas por dia (15 para PMs oficiais e 185 para praças). Os policiais integrantes da medida podem ser de fora do Comando de Policiamento Ambiental (CPAmb), desde que estejam acompanhados por um PM ambiental especializado.
    “Esse trabalho da Dejem, além de trazer recursos ao policial ambiental, aproxima o policial dos gestores e das comunidades que vivem perto dos parques”, ressaltou Ricardo Salles. Os policiais cumprirão 8 horas contínuas de trabalho, fora da jornada normal. Cada um pode realizar, no máximo, 10 diárias por mês.
    Os oficiais receberão R$ 240,67 por diária, e os praças, R$ 200,56, o que pode representar aporte de até R$ 40,7 mil por dia, ou R$ 14,8 milhões por ano, visto a quantidade de vagas e o limite permitido para cada PM. O recurso virá da Câmara de Compensação Ambiental, órgão vinculado à Secretaria do Meio Ambiente.
    As 200 vagas diárias serão distribuídas, conforme planejamento, para 50 Unidades de Conservação espalhadas por 100 municípios de todo o estado, entre elas, os parques estaduais Cantareira, Caverna do Diabo, Ilhabela, Campos do Jordão, Juquery e Serra do Mar.
    A parceria terá duração de 12 meses, podendo ser prorrogada por até 5 anos. A Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar foi criada em dezembro de 2013. Além da Dejem UC, a medida disponibiliza, atualmente, 3.669 vagas diárias.
                                 Convênios
    Na ocasião, foram assinados outros nove convênios.  Dois são com os municípios de São Carlos e Socorro para ampliação do Sistema Detecta. Também foram firmados dois convênios com o Corpo de Bombeiros, nas cidades de Jales e Pirassununga; quatro convênios de trânsito para os municípios de São Sebastião, São Vicente e Lindóia e o último para Atividade Delegada na cidade de Ibaté.
    “Todos os convênios que realizamos visam principalmente dar ao brasileiro daqui de São Paulo o que há de melhor em segurança pública e isso nós devemos graças à orientação firme do nosso governador Geraldo Alckmin no sentido de que, incessantemente, as nossas polícias trabalhem para melhorar a vida do cidadão”, disse Mágino.
                    Investimento
    O Governo do Estado investe no reforço dos recursos humanos e materiais da Polícia Militar. Desde 2011, foram contratados 26.256 PMs, incluindo bombeiros, para todas as regiões do Estado.
    Além disso, no mesmo período, foram entregues 11.000 viaturas para a Polícia Militar. O investimento foi de R$ 543,9 milhões. Ainda há 1.027 futuros PMs em formação e estão em andamento concursos públicos para o preenchimento de 2.293 vagas de soldados e 74 de tenente-médico.
    Reproduzido da Secretaria da Segurança Pública-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário