sábado, 4 de novembro de 2017

Canil da Polícia Militar-SP comemora 67 anos


    O Canil da Polícia Militar do Estado de São Paulo comemora 67 anos de criação. A solenidade de aniversário aconteceu na quarta-feira, 01/11, e contou com a presença do secretário-adjunto da Segurança Pública, Sérgio Turra Sobrane.
    Durante o evento, o adjunto da SSP e a outras 38 personalidades foram agraciadas com a medalha “Cinquentenário do Canil”. A honraria foi instituída em 2002, por meio de decreto, e visa homenagear civis e militares que tenham prestado serviços relevantes à Polícia Militar.
    "É muito gratificante receber esta honraria do Canil, especialmente por ter sido a primeira unidade da PM que conheci, ainda quando criança, durante excursão escolar", relembrou Sobrane.
    O Canil, sediado na Capital, é a 3ª Companhia do 3º Batalhão de Policiamento de Choque (BPChq) da Polícia Militar. A unidade conta com cães farejadores das raças Pastor Alemão, Pastor Belga Malinois, Pastor Holandês, Braco Alemão, Santo Humberto, Rottweiler e Labrador.
    O comandante do Canil é o capitão Ivan Garcia Souza. A equipe da unidade especializada atua, entre outros, em praças desportivas, na busca de fugitivos em matas, resgate de pessoas perdidas, segurança de autoridades e detecção de drogas e explosivos.
    “Tanto no Canil quanto na Cavalaria, a utilização de animais no policiamento faz com que a comunidade de um modo geral se aproxime da PM”, afirmou o secretário adjunto. “Além de um ótimo trabalho, este é mais um elemento de conexão entre a população e as forças policiais”.
    A companhia do Canil foi criada em 15 de setembro de 1950, com um efetivo de quatro cães da raça Pastor Alemão. Além da unidade subordinada ao Choque, a Polícia Militar conta com mais 25 canis setoriais distribuídos pelo Estado de São Paulo.
    “A PM se orgulha muito desta unidade, que hoje é uma referência em todo Brasil para cursos de cinofilia”, exaltou o subcomandante da instituição, coronel Mauro Ricciarelli. “Devemos muito por todo apoio prestado a tantas ações, especialmente no combate ao tráfico de armas e drogas e resgate de pessoas”.
                         Produtividade
    No primeiro semestre deste ano, a equipe do Canil da Capital vistoriou 2,6 mil pessoas, prendendo 18 delas, sendo quatro procuradas pela Justiça. No mesmo período, os PMs em atuação na unidade ainda revistaram mais de 700 veículos.
    Do total de flagrantes realizados nos seis meses, sete foram relacionados a tráfico de drogas. Nas ações, foram apreendidos 28 quilos de entorpecentes, entre cocaína, maconha e crack.
    De janeiro a junho, os cães da 3ª Cia do 3º BPChq foram empregados em 170 abordagens. Entre as missões desempenhadas pelo efetivo da unidade no período, estão 30 varreduras de explosivos e 351 de entorpecentes.
    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário