quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Dois marginais fugitivos do Sistema Penal do Paraná são capturados pela PM em Araçoiaba da Serra


    POLICIAIS MILITARES capturaram dois indivíduos em Araçoiaba da Serra que estavam na condição de fugitivos do Sistema Penal do Paraná.

    Além de fugitivo, Claudinei Cristovão da Silva era procurado pela Polícia paranaense, acusado de tráfico de droga internacional, o outro criminoso Willian Wagner Souza Silva também era fugitivo do Sistema Penal paranaense e era procurado pela Polícia acusado de cometer assalto.

    A captura deles ocorreu no momento que eles estavam abordo de um veículo Ômega com placa de Campinas-SP que transitava pelo Bairro Farias, em Araçoiaba da Serra.


    Inicialmente eles apresentaram documento de identificação falso, como a polícia suspeitou da autenticidade dos documentos eles acabaram confessando que os documentos eram falsos e revelaram suas identidades. 

    Os policiais foram na residência de Claudinei na Travessa da Vida e lá apreenderam uma carabina calibre 44 e mais de R$ 8 mil em dinheiro, sendo R$ 4.020 mil em notas falsas. 

    Na casa de Claudinei a polícia ainda apreendeu dois automóveis de procedência duvidosa, e encontrou fortes indícios que apontam possível participação deles no roubo do Branco Bradesco de Capela do Alto em 26 de fevereiro, quando marginais roubaram aproximadamente R$ 16 mil. Os dois foram conduzidos para a Delegacia daquela cidade e em seguida levados ao sistema prisional da região de Sorocaba.


    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição.  

Desfecho do Crime - Justiça condena criminosos que sequestraram empresário do ramo de transportes em Sorocaba


    3ª VARA CRIMINAL DE SOROCABA condenou quatro homens, acusados pelo Ministério Público de terem sequestrado um empresário do ramo de transportes em Sorocaba. O ministério público ofertou denúncia com base em investigação realizada por policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG de Sorocaba) e Grupo Anti-Sequestro (GAS de Sorocaba). 

    Eis os condenados: Edvan Palmeira da Silva deverá cumprir 19 anos e 05 meses de reclusão, José Valdinês da Silva e Cristiano José da Silva foram apenados com 23 anos e 04 meses de prisão e Francisco de Assis Apolinário punido com 26 anos e 02 meses. Todos devem cumprir as sentenças em regime inicial fechado ( justiça aplicou reprimenda com base no artigo 159, artigo 158 do Código Penal duas vezes, e lei 12.850/13). O dinheiro apreendido em poder dos criminosos será devolvido ao empresário (vítima). 

    Cicero José da Silva é apontado pela Polícia de participar dos crimes, ele era o quinto homem procurado pela Polícia. Durante a ação penal, a justiça desmembrou o processo e expediu contramandado de prisão (será julgado separado). Leia abaixo a respeito dos crimes e como a Polícia prendeu os quatro criminosos que estão condenados e permanecem no chilindró.  

sexta-feira, 3 de março de 2017


Bando de sequestradores de Sorocaba e Iperó é capturado pela Polícia Civil


    Em 14 de dezembro de 2016, criminosos sequestraram um empresário do ramo de transportes, crime cometido por volta das 12h, em frente ao escritório do empresário em Sorocaba. Os marginais levaram a vítima para um cativeiro num matagal na divisa de Iperó com Boituva. O primeiro contato com à família o sequestrador exigiu R$ 200 mil.

    A Delegacia de Investigações Gerais de Sorocaba e o Grupo Anti-Sequestro souberam do sequestro em andamento e orientaram à família, inclusive as tratativas da família com o sequestrador para pagamento de R$ 98 mil ocorreram nas dependências da Delegacia de Investigações Gerais. Depois do pagamento dos R$ 98 mil os criminosos libertaram o empresário.

    Em 13 de janeiro de 2017 (29 dias depois do sequestro), um dos sequestradores fez novo contato com  à família e exigiu mais R$ 26 mil para não sequestrar novamente o empresário. A família pagou o montante de R$ 26 mil. No dia 14 de fevereiro (30 dias após o segundo pagamento), o sequestrador fez nova exigência, desta vez queria R$ 48 mil para não sequestrar o empresário de novo. À família não pagou os R$ 48 mil.

    Atuação da DIG, GAS, a Polícia Civil de Iperó e o Setor de Inteligência da Seccional de Polícia de Sorocaba identificaram que um dos sequestradores comprou lanches numa padaria de Boituva e levou para a vítima no cativeiro, imagens gravadas no interior da padaria mostraram Cristiano José da Silva, apelidado por "Bode", enquanto ele comprou os lanches. 

    A partir da identificação de Cristiano, a polícia identificou mais quatro indivíduos: Jsoé Valdinês da Silva, ex-funcionário do empresário (vítima), Edvan Palmeira da Silva, apelidado por "Mandioca", e Francisco de Assis Apolinário; todos estão presos por mandado de prisão expedido pela Justiça.

A polícia identificou um quinto criminoso que está sendo procurado Cicero José da Silva. Cristiano, Edvan e Cicero moram em Iperó, os demais são de Sorocaba. A ação da polícia foi relatado à imprensa pelo delegado seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel, o titular da DIG Acácio Aparecido Leite e o assistente da Especializada, delegado Mário Ayres.

    Quem comete crime está sujeito a pão de angústia e água de amargura 

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Preso em Sorocaba um professor que teria abusado de aluna com retardo mental; os abusos ocorreram no interior da escola

Ele

    DELEGACIA DE DEFESA DA MULHER investigou um caso em Sorocaba que um professor de música teria abusado sexualmente de uma aluna com necessidade especial. A moça com mais de 20 anos reage como uma menina de 07 anos, por causa de retardo mental leve. 

    O professor de música Silas Laurenão de 37 anos, ministrava aulas para adolescentes especiais na Associação Educacional Pró EX Sorocaba, estabelecida no Bairro Isafer.

    Mediante ameça e força física o professor abusara da aluna pelo menos três ou quatro vezes. Os atos de sexo anal ocorreram nas dependências do estabelecimento educacional, no final de 2015 até março de 2016.

                   Como o caso veio à tona

    Após sofrer os abusos a aluna especial sentia dor intensa quando ela ia ao sanitário. Certa vez a moça revelou para sua mamãe que sofrera abusos cometidos pelo professor de música no interior da escola. A mãe da aluna procurou a Delegacia de Defesa da Mulher e informou o caso. 

    A delegada responsável pela DDM instaurou inquérito e ouviu a aluna especial. Um laudo comprovou conjunção carnal. Membros da família foram ouvidos pela delegada como também uma senhora amiga da família que teria conversado com a aluna especial relatou detalhes dos abusos e ampliou informações a respeito da conduta reprovável do professor.

                Pedido de prisão e captura

    A delegada pediu a prisão temporária do professor. A Justiça decretou a prisão dele. Ao saber do inquérito, o professor deixou de ministrar aula no estabelecimento educacional, constituiu advogado e ele (professor) nunca compareceu na Delegacia da Mulher para ser interrogado. Como ele não compareceu na Delegacia e a polícia não conseguiu prendê-lo temporariamente, a justiça acatou pedido de conversão do mandado de prisão temporária em prisão preventiva.

    Na segunda-feira à noite, 26/02, uma ação conjunta da Guarda Civil Municipal de Sorocaba e policiais civis da Seccional de Polícia resultou na captura do professor Silas Laurenão, no momento que ele dirigia seu carro por uma via pública de Sorocaba. 
Ele Levado Pelos "Tiras"


    Na terça-feira à tarde, 27/02, o delegado assistente da Seccional de Polícia, José Ordele e a delegada titular da DDM, Ana Luíza Salomone chamaram a imprensa e informaram os fatos. O professor Silas responde por estupro de vulnerável artigo 217-A do Código Penal, o crime é punido com pena de 08 a 15 nos de reclusão. O professor foi levado para a Cadeia Pública de Pilar do Sul.  

    Quem ler jornal só sabe notícia amanhecida; leia Sorocaba Notícia aqui a notícia é da hora!

Ladrão rouba carro de comerciante que mora em Pilar do Sul enquanto ele almoçava dentro do carro próximo ao CEASA no Jardim Tatiana


    POR VOLTA das 12h30 de terça-feira, 27/02, o comerciante de frutas e verduras, Gilson Domingues Ramos estacionou seu veículo Strada de cor cinza-escuro com placa de Pilar do Sul EVX 2858 e  começou almoçar, repentinamente, surgiu um indivíduo em frente a porta do carro, apontou um revólver aparentando ser revólver calibre 38 e anunciou assalto.

    O delinquente exigiu o celular do comerciante, dinheiro e a aliança. O comerciante entregou o carro, o celular, a aliança e aproximadamente R$ 1.500 mil. O criminoso pegou o dinheiro e os pertences, ligou o veículo e fugiu.

    A quantia de R$ 1,5 mil seria utilizada para comprar frutas e verduras no CEASA. Gilson reside em Pilar do Sul, é vendedor de furtas e verduras em comércios de Sorocaba e em  cidades da região. O assalto aconteceu no Jardim Tatiana. 

    A vítima visivelmente abalada conversou com Sorocaba Notícia e relatou como o crime ocorreu. "Quem vê meu carro por aí por favor informe à Polícia! Preciso do veículo para trabalhar"; apela o comerciante. O caso está registrado no 4º Distrito Policial de Sorocaba. 

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Quadrilha rouba R$ 16 mil do Bradesco em Capela do Alto; Polícia Militar apreende 2 armas e detém um marginal

Jonas Ribeiro em Cana

    QUATRO MARGINAIS abordo de um veículo S 10 de cor prata com placa de Ituiutaba-MG NVP 8201, saíram de Cabreúva-SP pela madrugada de segunda-feira, 26/02, com destino à Capela do Alto. 

    Ao chegar em Capela do Alto, a quadrilha foi até a agência do Bradesco e renderam clientes e os vigilantes. Os criminosos conseguiram roubar aproximadamente R$ 16 mil.

    Após o roubo eles fugiram no veículo S 10, adiante roubaram um automóvel Agile de cor preto com placa de Capela do Alto  KOY 6859 e continuaram fugindo. 
S 10 Capotado


    Policiais militares iniciaram acompanhamento aos dois veículos, o condutor do veículo S 10 perdeu controle de direção resultando em capotamento do carro. 

    A polícia apreendeu duas armas longas que estavam no interior do S 10 e deteve o indivíduo Jonas Ribeiro de Oliveira, 44 anos, que estava sozinho no veículo.

    Os outros três ladrões dispararam contra os policiais atingindo a mão de um policial, mas foi ferimento sem gravidade. Adiante, os delinquentes abandonaram o veículo Agile e levaram o dinheiro roubado embrenhando-se num matagal. As duas armas longas e o indivíduo Jonas Ribeiro foram apresentados no Distrito Policial de Capela do Alto. 
Agile Abandonado


    O delegado Franco Augusto Ferreira prendeu o criminoso Jonas Ribeiro por roubo artigo 157 do Código Penal, porte ilegal de armas artigo 16 da lei 10.826/03 Estatuto do Desarmamento e formação de quadrilha artigo 288 do Código Penal (audiência de custódia). A Polícia tenta identificar os demais criminosos. 

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição. 

Tráfico de drogas em Araçoiaba da Serra


    POLÍCIA MILITAR acompanhou um suspeito de estar envolvido com o tráfico de drogas no Bairro Monte Bianco, em Araçoiaba da Serra, e obteve sucesso em abordá-lo e encontrar com ele pedras de crack e eppdendorfs de cocaína e certa quantia em dinheiro que seria da mercância ilícita.

    Os milicianos apreenderam a materialidade delitiva e detiveram o indivíduo Willian Ricardo Mendes de 28 anos. A autoridade policial ratificou flagrante de tráfico de entorpecentes artigo 33 da lei 11.343/06 (audiência de custódia). 

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato 

SSP: Redução de crimes em São Paulo no mês de janeiro


    ESTADO DE SÃO PAULO iniciou o ano de 2018 com queda no número de homicídios e latrocínios, o que permitiu que 50 vidas fossem poupadas. Em janeiro, os roubos de veículos, de cargas e a bancos também diminuíram, assim como os roubos em geral.

    No primeiro mês do ano, os casos de homicídio doloso recuaram 6,76%, passando de 281 para 262 registros. Já o número de vítimas baixou 10,65% –de 310 para 277, na comparação com janeiro de 2017. Os dois indicadores têm os menores totais desde o início da série histórica, em 2001.
    Com a variação dos dois indicadores, as taxas para o período de fevereiro de 2017 a janeiro de 2018 chegaram a 7,44 casos e 7,89 vítimas de homicídio doloso a cada 100 mil habitantes. Estatísticas divulgadas sexta-feira, 23/02, são as menores já contabilizadas pela Secretaria da Segurança Pública (SSP).
    Pela primeira vez em 18 anos, houve apenas uma ocorrência de extorsão mediante sequestro no Estado em um mês de janeiro, o que representa queda pela metade na quantidade de crimes. No primeiro mês do ano passado, foram dois casos. O único registro do mês passado aconteceu na capital paulista.
    Os estupros gerais totais subiram 15,53%, chegando a 1.034 casos no mês. Em janeiro do ano passado, foram 895 registros.
                        Roubos
    Os roubos em geral caíram 12,47% (de 26.438 para 23.141), os roubos de carga diminuíram 12,20% (de 844 para 741) e os roubos a banco baixaram 69,23% (de 13 para quatro, o menor número da série histórica).
    Com 4.530 casos no mês, os roubos de veículos tiveram queda de 23,18% – em janeiro de 2017, foram 5.897 ocorrências. O número atual é o menor desde 2008. 
                               Latrocínios
    Em janeiro, os casos de latrocínio caíram 41,03%, passando de 39 para 23 casos. Já o número de vítimas desse delito recuou 42,50%, de 40 para 23, poupando 17 vidas. Considerando os dois cenários, os indicadores estatísticos de 2018 são os menores desde 2012.
                                  Furtos
    Os furtos de veículos recuaram 2,07% em janeiro, passando de 8.453 para 8.278 registros e chegando ao menor total para a série histórica desde 2010. Já os furtos em geral ficaram praticamente estáveis no mês, passando de 42.616 para 42.673, com 57 casos a mais.

 

                     

sábado, 24 de fevereiro de 2018

SSP: Menos roubos e homicídios na Região de Sorocaba em janeiro


    REGIÃO DE SOROCABA apresentou queda nos casos de homicídios e roubos em janeiro. Os índices de roubos em geral, de veículos e a banco apresentaram redução no primeiro mês do ano.

    Os homicídios dolosos recuaram 13,33%, passando de 15 para 13 casos. O número de vítimas reduziu 26,32% e foi de 19 para 14. 
    Com as variações dos dois indicadores, divulgados nesta sexta-feira (23), as taxas de homicídio chegaram a 7,24 casos e 7,57 vítimas a cada 100 mil habitantes dos municípios da região.
    Os roubos caíram 9,48%, passando de 517 para 468. Os roubos de veículo também apresentaram queda e foram de 105 para 84, o que representou uma redução de 20%.
    Os casos de roubo a banco caíram 100%, passando de um caso em janeiro do ano passado para nenhuma ocorrência no primeiro mês de 2018. Os roubos de carga ficaram estáveis em cinco ocorrências.
    Os furtos em geral aumentaram 2,33%, passando de 2.275 para 2.328. Em contrapartida, houve um caso a menos nos furtos de veículos. O indicador caiu 0,36% e foi de 281 para 280.
    Os índices de casos e vítimas de latrocínio ficaram estáveis em relação a janeiro do ano passado. Houve três casos no primeiro mês de 2017 e de 2018.
    Texto reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

Desfecho do Crime - Casal de comerciante em São Miguel Arcanjo deve cumprir 10 anos de reclusão por vender drogas na "Lanchonete Catarinense"


    JUSTIÇA DE SÃO MIGUEL ARCANJO condenou o comerciante proprietário da "Lanchonete Catarinense" a cumprir dez anos e seis meses de reclusão em regime fechado e pagar 1.516 (um mil quinhentos e dezesseis dias-multa R$ 57.600 mil (veredicto seguiu artigo 33 e 35 da lei 11.343/06). 

    O comerciante Cristiano Aparecido dos Santos permanece preso, e já teria sido intimado a cumprir a punição determinada pelo Juízo de primeiro grau. 

    A esposa dele, Elaine Cristina Guedes Rosa está em liberdade porque durante a instrução criminal ela conseguiu liberdade provisória. Ela também terá que cumprir a mesma condenação imposta ao seu esposo, contudo permanecerá em liberdade até que não haja mais recurso de apelação. Leia abaixo o flagrante deles no interior da Lanchonete Catarinense, localizada no Centro de São Miguel Arcanjo.  

Donos de lanchonete são presos, acusados de tráfico de drogas no centro de São Miguel Arcanjo
    

    Equipes da Polícia Militar foram averiguar denúncia de tráfico de drogas, no sábado à noite, 10/10, na "Lanchonete Catarinense", localizada na Rua Siqueira Campos, no Centro de São Miguel Arcanjo. A polícia relata que avistou Valter Raimundo comprando droga do proprietário da Lanchonete Catarinense.

    Depois que Valter Raimundo saiu do comércio a polícia o abordou e encontrou com ele a droga que ele afirmou ter adquirido do comerciante. A polícia foi até a lanchonete e deteve o comerciante Cristiano Aparecido dos Santos. A esposa dele, Elaine Cristina Guedes correu para os fundos do imóvel, a polícia saiu no encalço dela e também deteve Elaine Cristina e a filha dela que lá estava a adolescente A.C.G.R.S.


    A polícia apreendeu drogas que estavam sob a responsabilidade de Cristiano e ainda apreendeu aproximadamente R$ 1.000 mil que seria da venda de entorpecentes. No interior do imóvel onde a mulher dele fora detida a polícia apreendeu mais drogas; dentro da roupa dela havia 60 porções de entorpecentes. Espalhados pela casa mais R$ 1.261 mil.

    Ao ser indagado se tinha mais droga escondida, Cristiano levou os policiais ao Bairro Abaitinga e ao Bairro Guararema e nos dois bairros a polícia apreendeu mais entorpecentes escondidos. Além do dinheiro a polícia apreendeu uma balança utilizada para pesar drogas e apreendeu 176 gramas de crack e 292 gramas de cocaína.


    O delegado Eduardo de Souza Fernandes registrou flagrante de porte de  droga artigo 28 da lei 11.343/06 cometido por Valter Raimundo e depois o liberou. Eduardo Fernandes também liberou a adolescente por não haver vaga compatível em unidade prisional para abrigar a adolescente infratora até que o curador(a) da infância e juventude decidisse o destino dela. Cristiano e sua amásia Elaine foram levados ao chilindró por tráfico e associação para o tráfico de drogas artigo 33 e 35 da lei 11.343/06.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição.

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Traficante "dança bonito" nas mãos da DISE de Itapetininga que o prendeu e apreendeu 6 tijolos de drogas

Toni Galvão

    POLICIAIS da Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes (DISE de Itapetininga), cumpriram mandado de busca domiciliar numa residência situada na Rua Benedito Pereira Inácio, no Jardim Deise, em Itapetininga.

    Os "tiras" localizaram seis tijolos de maconha, um frasco transparente com maconha, uma balança digital e uma agenda com anotações de valores e de compradores de entorpecentes.
O preso A.S.G.C. de 65 anos, conhecido por "Toni Galvão" já havia sido investigado e preso pela DISE em 2010 pelo mesmo crime. 

    A autoridade policial autuou o traficante "Toni Galvão" por tráfico de entorpecentes artigo 33 da lei 11.343/06 (audiência de custódia), após a audiência de custódia ele seria levado ao Centro de Detenção Provisória de Capela do Alto. O caso ocorreu sexta-feira, 23/02.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição.

Milicianos de São Roque resgatam caminhoneiro refém de marginais, recuperam a carga roubada e detém os autores do assalto

Caminhão Com a Carga Roubada

    DOIS CRIMINOSOS renderam um caminhoneiro no momento que ele se preparava para pernoitar no Posto CCR estabelecido no Km 26 da Rodovia Castelo Branco, em Barueri-SP. 

    Um dos ladrões assumiu o volante do caminhão e conduziu o caminhão com a carga e o motorista ( vítima P.J.S. de 58 anos) até o "Sitio Alegria" na região rural de São Roque. O assalto ocorreu na madrugada de quinta-feira, 22/02. Pela manhã, alguém acionou a Polícia Militar de São Roque e informou que no citado sítio havia suspeita de carga roubada durante à madrugada.

    Policiais militares foram averiguar e lá encontraram Mauricio Pereira Silva de 35 anos, que seria um dos ladrões, ainda encontraram o motorista do caminhão (vítima P.J.S. de 58 anos) que estava no interior da casa com capuz sobre sua cabeça, lá também havia a carga roubada avaliada em R$ 135 mil. 

    Momento depois a polícia deteve Sérgio Rodrigo Martins de 32 anos, que chegou no sítio abordo de um Fiorino, ele tentou explicar que dirigiu-se ao sítio porque pretendia alugar o sítio, porém, o motorista do caminhão o reconheceu como sendo o indivíduo que dirigiu o caminhão. Maurício Pereira é ajudante e reside em Cotia-SP; Sérgio Martins é promotor de vendas e mora em Osasco-SP. 

    O caso foi apresentado na Delegacia de São Roque, onde o delegado Marcelo Sampaio Pontes prendeu Maurício Pereira e Sergio Martins por roubo artigo 157 do Código Penal (audiência de custódia) e determinou que a carga fosse entregue à empresa (vítima) Natura Frig Alimentos Ltda.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição. 

54 policiais técnicos-científicos são nomeados para a Polícia Civil-SP

    GOVERNADOR-SP Geraldo Alckmin assinou nomeação de mais 54 aprovados em concursos públicos para carreiras da Polícia Técnico-Científica do Estado de São Paulo.
    A superintendência receberá 17 atendentes de necrotério, 15 desenhistas técnico-periciais, 14 fotógrafos técnico-periciais e oito auxiliares de necropsia.
    A próxima etapa será a posse dos nomeados, que deve acontecer dentro de aproximadamente 15 dias. Em seguida, eles iniciarão o curso na Academia de Polícia (Acadepol).
    Após a formação, em torno de quatro meses, os alunos passarão por um período de estágio probatório. Os profissionais atuarão nos institutos de Criminalística (IC) e Médico Legal (IML).
    A designação para cada região acontecerá de acordo com a classificação final no curso da Academia e a necessidade local. A nomeação foi publicada no Diário Oficial de terça-feira, 20/2.
    Texto reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Polícia Militar leva traficantes de Votorantim ao "lugarzinho" deles


    POLICIAIS MILITARES com o pelotão da Força Tática do 40º BPMI, durante patrulhamento pela Rua Anália Pereira, na comunidade conhecida como “Favela da Palmerinha”, local conhecido pelo tráfico de drogas, ao entrar na comunidade deparou-se com um suspeito que empreendeu fuga, sendo alcançado, detido e identificado por nome de Samuel.

     Em busca pessoal foi localizada com o abordado uma “pochete” contendo 02 pedras de crack e 50 frasconetes de cocaína, questionado se possuía mais drogas, Samuel informou e indicou um barraco onde ele guardava mais drogas, sendo localizadas dentro de um tubo de pvc 47 porções de maconha, 199 pinos de cocaína, 179 pedras de crack, 190 tubos de lança perfume, 10 pacotes para embalar maconha, 01 balança de precisão, 53 flaconetes vazios, 01 radio comunicador e 01 caderno de anotação do tráfico. Ele informou ainda que a droga era trazida dos “Predinhos” da Vila Pedroso, citando também o bloco e o apartamento do fornecedor de entorpecentes. 

    Ação contínua, em diligência ao referido apartamento a equipe encontrou a porta aberta e se deparou com a proprietária do apartamento, que ao ser questionada sobre haver drogas no apartamento, negou, porem no quarto dos filhos dela, na gaveta da cômoda foram localizadas 173 pedras de crack, R$366,00 em notas diversas e 01 revólver calibre 32 com 04 cartuchos íntegros e 02 cartuchos picotados.

    Diante dos fatos, a ocorrência foi apresentada no Distrito Policial de Votorantim, onde foi registrado boletim de ocorrência de tráfico de drogas artigo 33 da lei 11.343/06 e associação para o tráfico de drogas artigo 35 da mesma lei e posse Ilegal de arma artigo 12 da lei 10.826/03. Samuel da Vila Palmerinha e Guilherme dos "Predinhos" na Vila Pedroso foram encaminhados para audiência de custódia. O fato aconteceu no início da madrugada de quinta-feira, 22/02.

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato

Caso de violência sem limite em São Roque


    Polícia Militar de São Roque atendeu na quarta-feira, 21/02, um caso de violência sem limite. Por causa de um acidente de trânsito um condutor agrediu outro condutor de 68 anos, depois de agredi-lo o condutor continuou agindo com violência, ele ajustou-se com outro homem e os dois foram na residência do idoso, na Rua Primavera, Vila Amaral e  atearam fogo na casa.

    Os moradores da residência acionaram a Polícia Militar e informaram as características dos dois autores. Policiais militares diligenciaram pela Rodovia Engenheiro Renê Benedito Silva e capturaram os suspeitos: Fernando da Silva Barros e Diogo Pereira de Moraes. Ambos foram levados para a Delegacia de São Roque. Eles estão presos por lesão corporal artigo 129 do Código Penal incêndio criminoso artigo 250 do Código Penal. Conforme informação da Polícia Militar, o idoso de 68 anos está internado.

    Não dá para viver sem notícia 

Desfecho do Crime - Homem é condenado por homicídio tentado em Salto de Pirapora


    TRIBUNAL DO JÚRI de Salto de Pirapora apenou com quatro anos de reclusão em regime semiaberto, o indivíduo Kaíque Marques da Silva, porque conforme denúncia do Ministério Público, em 30 de outubro de 2014, Kaíque Marques disparou com arma de fogo tentando assassinar Wellington Renato Gouveia, no Bairro Campo Largo, em Salto de Pirapora.

    No início da primeira fase da ação penal o ministério público apresentou denúncia acusando Kaíque Marques de ter combinado com Juvenil dos Santos Silva para tentarem assassinar Wellington Gouveia.

    No final da primeira fase o ministério público entendeu que não havia provas suficiente para manter a acusação contra Juvenil e pediu impronúncia. A justiça impronunciou Juvenil e encaminhou o caso ao júri popular para julgar Kaíque. A sentença foi imposta terça-feira, 20/02, aplicando o artigo 121 combinado com artigo 14, ambos do Código Penal. Kaíque está preso há 3 anos.

    Quem comete crime está sujeito a pão de angústia e água de amargura

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Secretário de Segurança-SP diz que resultado de combate ao crime ocorre pelo pioneirismo de tecnologias aplicadas

Mágino Alves


    SECRETÁRIO DA SEGURANÇA PÚBLICA-SP, Mágino Alves Barbosa Filho, ministrou palestra sobre o uso de tecnologias em diversas ações tomadas pela pasta no combate ao crime, na noite de segunda-feira, 19/02, na sede do Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do Estado de São Paulo (Seac-SP).
    Mágino Alves destacou o pioneirismo das polícias paulistas no uso de inovações tecnológicas, como o Inquérito Policial Eletrônico (IP-e). “O Inquérito Policial começa como um pequeno caderno com dez ou quinze páginas. Porém, quando é relatado, alguns se tornam três volumes com mais de 600 páginas. O IP-e dá mais agilidade, pois tudo é feito de forma digital, com controle de prazos e economia de papel”, afirmou.
    Outro tema abordado pelo secretário foi a modernização de mais de cem delegacias. “Inicialmente vamos reformar 120 unidades da Polícia Civil no Estado. Queremos dar um padrão de qualidade às nossas delegacias, tanto para melhor acolher a população, quanto para dar mais eficiência ao trabalho policial”.
    Mágino Alves também citou o Detecta, um grande sistema de informações criminais e alertas em tempo real. “O Detecta é um big data que permite integrar as bases de dados das polícias Civil e Militar, porém sem que ambos percam suas identidades. Desde 2015 até o começo deste mês, prendemos o sistema permitiu a prisão de 6.332 pessoas em flagrante, interceptamos 4.580 veículos e retiramos das ruas 437 armas graças ao sistema”, exaltou o secretário.
    Além dos dados criminais, o Detecta integra bancos de informações de outros órgãos e sistemas, como o Registro Digital de Ocorrência (RDO), Instituto de Identificação (IIRGD), Sistema Operacional da PM (SIOPM - 190), Infocrim, Sistema de Fotos Criminais (Fotocrim), além de dados de veículos e de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do Detran.
                                 Queda nos indicadores
    Durante a palestra, Mágino Alves também ressaltou a expressiva queda nos casos de homicídios, que chegaram ao patamar de 7,54 ocorrências por 100 mil habitantes no Estado de São Paulo. A redução deste indicador é resultado do investimento em tecnologia e inteligência aliado ao empenho do trabalho desenvolvido pelos policiais paulistas.
    Outro índice destacado foi a queda dos latrocínios, com redução de 11%, na comparação entre os anos de 2014 e 2017.  No mesmo período, o Estado viu diminuir em 3% o número de roubos e em 31% o roubo de veículos especificadamente.
    Por fim, o titular da Segurança Pública informou sobre as ações de inteligência e operações integradas das polícias, que permitiram a queda de 47% nos casos de roubo a banco, redução de 50% nas extorsões mediante sequestro e diminuição de 76% nas ocorrências de explosão de caixas eletrônicos, entre 2014 e 2017, em todo Estado de São Paulo.
    Texto reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

Dois no chilindró por causa de tráfico em Itapetininga


    INVESTIGAÇÃO concluída em setembro de 2017, que resultou em cinco pessoas do Bairro Rechã ligadas ao tráfico de drogas foram levadas à prião, ficou faltando dar cumprimento a um único mandado de prisão, no qual o investigado B.S.O.N, membro de uma família já conhecida nos meios policiais por tráfico de entorpecentes, assumiu o comando das vendas de drogas no Bairro Rechão.

    Na terça-feira pela manhã, 20/02, de posse de mandados de buscas domiciliares e de prisão preventiva, os policiais civis da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE), prenderam em flagrante delito duas pessoas, sendo elas: B.S.O.N . 22 anos (que já havia prisão preventiva decretada) e E.L.S 20 anos, mais conhecido por (Japa).

Eles
 

    Com eles foram encontrados porções de maconha, cápsulas contendo cocaína e cartuchos de espingarda. Eles foram autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas (artigo 33 e 35 da lei de tóxico 11.343/06) e  posse de munição artigo 12 da lei 10.826/03 e foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória de Capela do Alto.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição.

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Casal envolvido com drogas é preso em Tatuí


    GUARDAS CIVIS de Tatuí detiveram um casal sob acusação de tráfico de drogas, porque um menor envolvido com venda de entorpecente e surpreendido pela guarnição, delatou aos guardas que o casal Geraldo Obrelli e Zuleida Aparecida da Costa realizavam distribuição de drogas para adolescentes venderem em Tatuí.

   O adolescente ainda informou o endereço do casal. Os guardas foram no local e lá utilizaram cão que localizou entorpecentes. Os guardas apreenderam as drogas e detiveram o casal. A delegada Rafaela Valério de Melo prendeu o casal por tráfico de drogas e associação para o tráfico de entorpecentes artigo 33 e 35 da lei 11.343/06 (audiência de custódia). O crime ocorreu quinta-feira, 15/02, na Vila São Paulo, em Tatuí.

    Não dá para viver sem notícia

Polícia Militar de Votorantim apreende 21 tijolos de maconha e detém 4 envolvidos no caso


    TÁXI MERIVA de cor branco com placa de Carapicuíba-SP EFU 4036 e outro automóvel Palio de cor prata estavam parados por volta das 03h de sexta-feira, 16/02, na Rua Francisco Numes de Carvalho, em Votorantim, ao avistarem uma viatura da Polícia Militar os condutores aceleraram os veículos saindo rapidamente do local, a guarnição da PM iniciou acompanhamento conseguindo interceptar o táxi Meriva.

    No porta-malas do táxi havia uma mochila com cinco tijolos de maconha. A polícia deteve o motorista e os ocupantes do táxi: três homens e uma mulher. A mulher tentou corromper os policiais oferecendo maior quantidade da droga para que todos fossem liberados. Ela citou que a droga objeto da corrupção seria deixada num local da Favela 21, em Carapicuíba-SP.

   A Polícia Militar de Votorantim contatou com a Polícia Militar de Carapicuíba e informou o caso e o local que poderia estar a droga oferecida pela mulher. Policiais de Carapicuíba foram ao endereço citado pela mulher e localizaram dezesseis tijolos de maconha e dois tabletes da mesma substância entorpecente escondidos no interior de um barracão.

    A droga foi trazida para Votorantim, e apresentados os quatro detidos na Delegacia de Votorantim. Todos à disposição da Justiça: tráfico e associação artigo 33 e 35 da lei 11.343/06 (audiência de custódia). Os presos adultos são: Aline Machado Duarte de 24 anos, Mário Henrique Medeiros de 35 anos, e dois adolescentes de 16 e 17 anos; todos residentes em Carapicuíba-SP.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição.  

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Erro da Justiça permite liberdade a ex-secretária da APAE de Pilar do Sul, Sandra Bernardes

Sandra Bernardes

    ERRO COMETIDO pela 13ª Câmara de Direito Criminal-SP permitiu a defesa da ex-secretária da APAE, Sandra Cristina Calijuri Bernardes a conseguir na Justiça um mandado de soltura. 

    O Tribunal-SP emitiu acórdão condenando-a a cumprir dois anos de prisão em regime semiaberto (apropriação indébita artigo 168 do Código Penal), além de aumentar o período de reprimenda e manter o regime semiaberto, a 13ª Câmara cassou a decisão de primeiro grau que a Justiça de Pilar do Sul substituiu a pena restritiva de liberdade por prestação pecuniária de cinco salários (ela não seria presa). Após essa decisão em Pilar do Sul tanto a defesa de Sandra como o ministério público recorreram ao Tribunal. 

    A decisão no Tribunal teria que aguardar prazo para que a defesa de Sandra Bernardes pudesse apresentar embargo declaratório, que serve para o defensor(a) requerer esclarecimentos em alguns pontos do acórdão. Deveria aguardar expirar o prazo de embargo declaratório para mandar prendê-la; isto não ocorreu e expediu o mandado de prisão que foi cumprido pelas Polícias de Pilar do Sul no dia 09 de fevereiro. 

    Ao observar essa "lambança", a defesa da presa apresentou pedido de habeas corpus e o Tribunal entendeu o equívoco mandando libertar Sandra Bernanrdes. Ela já está solta. A Justiça vai abrir prazo para embargo declaratório (esse instrumento não conseguirá reverter a reprimenda). Depois dessa etapa do embargo a Justiça pode mandar prendê-la novamente para cumprimento da sentença em regime semiaberto. 

    Quem comete crime está sujeito a pão de angústia e água de amargura 

 

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Assaltante é retirado das ruas de Sorocaba

Ele

    MILICIANOS do 3º Pelotão da Força Tática patrulhavam pela Avenida Itavuvu, em Sorocaba e avistaram um automóvel Corsa de cor preto transitando por aquela via, decidiram abordar o condutor do carro que estava sozinho.

    O condutor apresentou documento pessoal identificando-se como Evandro Mota dos Santos. 

    Ao realizar pesquisa a respeito do indivíduo a equipe policial soube que se tratava de um procurado pela Justiça, acusado de ter cometido roubo artigo 157 do Código Penal. A polícia o apresentou no Plantão Policial da Zona Norte de Sorocaba, onde a autoridade policial o recolheu em prisão.

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Indivíduo é morto em Sorocaba ao resistir intervenção da PM

    POLICIAIS MILITARES patrulhavam pela Rua Itanguá-, no Bairro Nova Esperança, em Sorocaba e avistaram um Fiat/Stilo transitando por aquela via. O condutor do Fiat Stilo acelerou o veículo para fugir. A equipe policial iniciou acompanhamento, adiante o indivíduo desceu do veículo e continuou fugindo a pé.

    Ele não acionou o freio de mão do veículo por esse motivo o carro desceu sozinho e colidiu num muro. Correndo pela margem de um córrego o indivíduo teria apontado sua arma em direção aos policias e permaneceu correndo adentrando num matagal. Os policiais ordenaram que ele se entregasse, mas conforme relato da polícia, ele não se entregou e disparou em direção da equipe. Um dos policiais efetuou dois disparos atingindo o indivíduo; ele não resistiu e morreu no local (Rua 04, Vila Aeroporto). 

    Ao lado do corpo estava um revólver calibre 38. A polícia apreendeu o carro e pertences que havia no interior do veículo Fiat Stilo de cor preta, placa de Sorocaba DIX 5932. Num segundo momento alguém apresentou documento de qualificação do indivíduo, trata-se de Fernando Henrique de Freitas da Silva, 25 anos, evadido da Penitenciária II de Itapetininga desde 09 de maio de 2016. O caso ocorreu segunda-feira, 12/02. 

    Não dá para viver sem notícia