Restaurantes, Pousadas e Pizzarias

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Desfecho do Crime - Homem é condenado por homicídio tentado em Salto de Pirapora


    TRIBUNAL DO JÚRI de Salto de Pirapora apenou com quatro anos de reclusão em regime semiaberto, o indivíduo Kaíque Marques da Silva, porque conforme denúncia do Ministério Público, em 30 de outubro de 2014, Kaíque Marques disparou com arma de fogo tentando assassinar Wellington Renato Gouveia, no Bairro Campo Largo, em Salto de Pirapora.

    No início da primeira fase da ação penal o ministério público apresentou denúncia acusando Kaíque Marques de ter combinado com Juvenil dos Santos Silva para tentarem assassinar Wellington Gouveia.

    No final da primeira fase o ministério público entendeu que não havia provas suficiente para manter a acusação contra Juvenil e pediu impronúncia. A justiça impronunciou Juvenil e encaminhou o caso ao júri popular para julgar Kaíque. A sentença foi imposta terça-feira, 20/02, aplicando o artigo 121 combinado com artigo 14, ambos do Código Penal. Kaíque está preso há 3 anos.

    Quem comete crime está sujeito a pão de angústia e água de amargura

Nenhum comentário:

Postar um comentário