segunda-feira, 30 de abril de 2018

Veículo sai da Rodovia SP 264 e capota na lateral da estrada entre Salto de Pirapora e Sorocaba

Crédito/Binho Nunes

    VEÍCULO Renault March  de cor escura, placa de Salto de Pirapora saiu da pista e capotou ao trafegar pelo Km 113 da Rodovia João Leme dos Santos, próximo ao Hospital Psiquiátrico. 

    De acordo com informação oficial verificada no local do acidente estava no carro a condutora e um bebê. A criança saiu ilesa. Ambulância da Santa Casa de Misericórdia de Salto de Pirapora resgatou a condutora vítima Aline de Almeida Pires de 28 anos, residente em Salto de Pirapora. 


    Policiais rodoviários estiveram no local sinalizando o trecho e orientando condutores de veículos. O acidente ocorreu no final da tarde de segunda-feira, 30/04.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição. 

domingo, 29 de abril de 2018

Procurado em Alagoas é capturado pela PM em Sorocaba

Marcos André

    POLICIAIS do 3º Pelotão da Força Tática realizavam operação pela Rua Guilherme Briviglieri, Parque Vitória Régia, em Sorocaba, e abordaram o indivíduo Marcos André da Conceição. 

    Ele não portava ilícito, porém, ao ser indagado houve diversas contradições e acabou confessando que era procurado pela Polícia de Alagoas.

    Diante dessa confissão, os milicianos detiveram-no e o conduziram ao Plantão Policial da Zona Norte de Sorocaba, onde foi realizado pesquisa constatando que Marcos André era procurado pela Polícia de Alagoas por ter cometido porte ilegal de arma. 

    Após o registro de procurado Marcos André foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Sorocaba (CDP).

    Não dá para viver sem notícia  

Motorista morre e passageiro é ferido em acidente entre Guareí e Quadra


    CONDUTOR de um automóvel Gol de cor cinza com placa de Tatuí perdeu controle de direção e o veículo saiu da pista colidindo em uma árvore. 

    O motorista Rogério Correia morreu no local do acidente. Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) socorreram o passageiro Jair de Barros e o levaram ao Hospital regional de Itapetininga.

    O acidente ocorreu numa curva da Estrada Vicinal Jacob de Barros, na altura do Bairro Vitória, em Guareí, no sábado à noite, 28/04. O sobrevivente Jair de Barros mora em Guareí. O condutor e vítima fatal Rogério Correia trabalhava e residia em Quadra.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição.

sábado, 28 de abril de 2018

Reforço da segurança e da fiscalização nos 22 mil quilômetros de rodovias paulistas por causa do feriado Dia do Trabalho


    POLÍCIA MILITAR iniciou às 00h00 de sexta-feira, 27/04, operação para reforçar a segurança nas estradas de todo o Estado de São Paulo durante o feriado do Dia do Trabalho. O esquema especial de policiamento termina às 23h59 de terça, 01/05.


    A operação intensificará patrulhamento nos 22 mil quilômetros de rodovias paulistas, sob coordenação do Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv) e apoio da Secretaria Estadual de Logística e Transportes.
    O efetivo policial terá cerca de 1.180 homens e mulheres por dia, em 408 viaturas e 126 bases operacionais fixas. Além disso, serão empregados 67 radares de velocidade portáteis e o apoio de câmeras de monitoramento.
    O Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a Agência de Transporte do Estado (Artesp) e as concessionárias das rodovias também apoiarão a operação.
                                         Fiscalização
    O efetivo conta, ainda, com 272 aparelhos de etilômetro – o bafômetro – para a realização de testes de embriaguez durante fiscalizações da Lei Seca nos quatro dias de operação em todo o Estado de São Paulo.
    O motorista flagrado dirigindo embriagado será multado em R$ 2.934,70 e poderá ter o veículo apreendido e a carteira de habilitação retida por 12 meses, além de responder criminalmente.
    Texto reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Casal transportava 10 tijolos de maconha no interior de um Golf em Angatuba


    POLÍCIA RODOVIÁRIA suspeitou do condutor de um veículo Golf de cor preto com placa de Itapetininga CCG 4980, depois que o motorista ultrapassou outro veículo na altura do Km 194 da Rodovia Raposo Tavares (SP 270).

    Os policiais abordaram o veículo e encontraram no interior do carro um saco preto contendo 10 tijolos de maconha. A polícia deteve o condutor Guilherme Orcino da Silva, mais conhecido por "Gordinho" e a mulher dele Ana Paula do Carmo Cândido. Também estava no interior do carro uma filha de Ana Paula. O caso foi apresentado na Delegacia de Angatuba.

    O delegado Humberto de Toledo liberou a menina para a avó materna e prendeu o casal que reside no Bairro Rechã, em Itapetininga. Guilherme e Ana Paula respondem por tráfico de droga e corrupção de menor artigo 33 da lei 11.343/06 (lei de tóxico) e artigo 244-B do Estatuto da Criança e Adolescente. O fato ocorreu quinta-feira à noite, 26/04.  

    Após o flagrante registrado o casal foi encaminhado para audiência de custódia. Durante a audiência de custódia a Justiça liberou Ana Paula para responder o processo em liberdade.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição. 

Registrados em março menos homicídios, latrocínios e roubos em São Paulo


    ESTADO DE SÃO PAULO fechou março e o primeiro trimestre do ano de 2018 com queda nos registros de casos e de vítimas de homicídios dolosos e de latrocínios, em comparação com idênticos períodos de 2017. O mesmo se repetiu com todas as modalidades de roubos e de furtos.


    O secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, divulgou os dados na tarde de quarta-feira, 25/04, e explicou que a queda das estatísticas se deve à ação extremamente positiva das polícias. “À ação preventiva da Polícia Militar e de investigação da Polícia Civil e ao desbaratamento de quadrilhas. Realizamos prisões importantíssimas de quadrilhas com atuação especial no roubo de carga”, disse Mágino.
    Os casos de homicídio doloso caíram 11,3%, passando de 301 para 267, com 34 a menos em março. O total é o menor em toda a série histórica do terceiro mês do ano, iniciada em 2001. Já no trimestre, a diminuição foi ainda mais expressiva: 12,8%, caindo de 878 para 766, ou seja, 112 casos a menos. A quantidade também é a menor da série histórica para o período.

 
    O número de vítimas de homicídio recuou 12,2% em março, de 320 para 281 – 39 a menos. O total é o menor desde 2001, quando começa a série histórica. Na soma dos três meses, houve 804 vítimas de homicídio – o que representa uma redução de 14,6% comparado ao mesmo período de 2017, quando foram contabilizadas 942 vítimas. É a primeira vez, para esse trimestre, que o total fica abaixo de 900.

 
    Com as reduções, as taxas de homicídios do Estado diminuíram nos últimos 12 meses (de abril de 2017 a março de 2018): foram 7,23 casos e 7,65 vítimas a cada 100 mil habitantes, os índices mais baixos para a série histórica dos dados de criminalidade, que começa em 2001.

 
    Os latrocínios caíram 32,3% no terceiro mês deste ano, passando de 31 para 21 ocorrências. Para março, a quantidade é a segunda menor da série histórica, atrás apenas de 2007, quando o mês teve 17 registros. Já nos três primeiros meses do ano, o indicador reduziu 36,5%, caindo de 104 para 66. O total também é o segundo mais baixo da série, atrás de 2007, que teve 58.
    No comparativo mensal, o número de vítimas de roubos seguidos de morte diminuiu 29%, já que passou de 31 para 22, alcançando o menor índice desde 2001. Já no acumulado de janeiro a março, houve redução de 35,8% na quantidade de vítimas de latrocínio, caindo de 106 para 68. O total, que nunca havia ficado abaixo de 70, é o menor da série histórica.

  
                                       Outros indicadores
    Os roubos em geral diminuíram tanto no mês quanto no primeiro trimestre. Em março, a redução do indicador foi de 25,5%, com 7.695 ocorrências a menos (de 30.175 para 22.480). A soma é a menor desde 2013, quando o mês teve 20.455 registros do tipo. De janeiro a março houve queda de 17,1% dos casos, que passaram de 81.746 para 67.773. O total também é o mais baixo desde 2013, quando o trimestre teve 59.252.
    Os roubos de veículos caíram 24,9% no terceiro mês do ano, passando de 6.374 para 4.790. A quantidade é a menor da série, iniciada em 2001.

 
    De janeiro a março houve queda de 23,4% nas ocorrências de roubos de veículos, que recuaram de 18.052 para 13.828, ou seja, 4.224 a menos. O índice alcançado também é o menor desde 2001.
    Os roubos a banco caíram 54,5% em março. A diminuição mensal foi de seis ocorrências, sendo de 11 para cinco casos. A soma também é a menor da série histórica mensal. No trimestre, a redução foi ainda mais significativa: 62,9%, caindo de 35 para 13, com o menor total da série.

 
    Os roubos de carga, por sua vez, passaram de 1.053 para 796 casos em março, ou seja, tiveram recuo de 24,4%. Para o mês, a quantidade é a menor desde 2014. Já no período entre janeiro e março, o indiciador reduziu em 17,4%, com 480 ocorrências a menos.
    Os furtos de veículos diminuíram 11% no comparativo mensal. O total, que é o menor desde 2010, caiu de 9.872 para 8.787 ocorrências contabilizadas. A redução verificada no mês é de 1.085 registros.

 
    Já no trimestre, o indicador contou com 5,6% de diminuição. O recuo foi de 1.486 casos, caindo de 26.609 para 25.123. A soma é a menor desde 2010, quando o período acumulado dos três meses contabilizou 24.169 ocorrências.
    Os furtos em geral diminuíram 14,4% no mês, caindo de 48.593 para 41.616 registros. A soma é a mais baixa desde 2002, quando foram verificados 37.477 boletins de ocorrência do tipo. Entre janeiro e março, houve queda de 2,4% do indicador, que passou de 134.187 para 131.005 casos.
    Os estupros tiveram aumento de 21,2% no mês e de 20,7%, no acumulado do trimestre. Em março, passaram de 978 para 1.185. Já na soma dos três primeiros meses do ano foram de 2.667 para 3.218 registros.
    Texto reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

Crime patrimonial na periferia de Salto de Pirapora

    QUATRO LADRÕES aproveitaram o momento em que não havia moradores numa residência localizada na Rua Claro Domingues, no Jardim América, em Salto de Pirapora e para acessarem o imóvel arrombaram uma porta da cozinha, em ação contínua arrombaram uma porta do quarto.

    Os meliantes subtraíram xbox, notebook, mercadorias ( roupas de moletom) e joias; prejuízo estimado em aproximadamente R$ 4 mil. O crime ocorreu por volta das 14h30 de quinta-feira, 26/04. Quem invadiu a residência supostamente sabia a que horas a moradora esposa de um comerciante sairia da residência.

    Vizinhos perceberam a ação dos quatro criminosos e acionaram a Polícia Militar via 190. Os policiais foram ao local, com a chegada da polícia os criminosos fugiram. A polícia realizou diligência, porém, não localizou os meliantes. Acredita-se que os ladrões são do próprio bairro ou bairro vizinho. O caso será investigado pela Polícia Civil. 

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato

quinta-feira, 26 de abril de 2018

Novamente na Vila Paulo Ayres, em Itapetininga: baculejo da DISE prende traficante e fornecedor de drogas

Este Homem

    POLICIAIS da Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes (DISE) de Itapetininga, após intenso trabalho de investigação prenderam o indivíduo  J.A.P. conhecido no submundo da traficância por "Zé Queimado". 

    Segundo as investigações instauradas há dois  meses, Zé Queimado fornecia drogas a outros traficantes de drogas em Itapetininga e também vendia entorpecentes para outros traficantes da região de Itapetininga. Na quinta-feira pela manhã, 26/04, de posse de mandado de prisão temporária e busca domiciliar, os policiais surpreenderam Zé Queimado no momento que ele dirigia seu veículo. 

    Averiguação pelo interior do carro resultou em localizar dois tabletes de maconha, pesando cerca de dois quilos. Em ação contínua foram na residência dele na Vila Paulo Ayres e lá localizaram outros dois tabletes de maconha e porções fracionadas da mesma droga. No total foram apreendidos 4,18 kg de maconha, três balanças, material para embalar droga e celulares. 
As Drogas


    Na sede da DISE, a autoridade policial prendeu o criminoso por tráfico de droga e associação para o tráfico de entorpecente artigo 33 e 35 da lei 11.343/06. Ao término do flagrante Zé Queimado foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Capela do Alto.

    Quem ler jornal só sabe notícia amanhecida, leia Sorocaba Notícia aqui a notícia é da hora!


PM surpreende indivíduo envolvido com droga no Jd Floriano, em Salto de Pirapora

Jeferson

    VIATURA da Polícia Militar patrulhava pelo Bairro Floriano e um indivíduo que mora naquele bairro ao avistar a viatura ele saiu correndo, essa atitude dele "acendeu a luz da suspeita". 

    Os milicianos saíram no encalço do indivíduo e logo abordaram-no.

    O indivíduo Jeferson de Oliveira Almeida estava com porções de cocaína, ele que já respondeu por dois tráfico de drogas, foi levado para a Delegacia da cidade. 

    Após ouvir o relato da guarnição, o delegado Gilberto Montenegro Costa Filho ratificou flagrante de tráfico de entorpecente artigo 33 da lei 11.343/06 (audiência de custódia). 

    O fato ocorreu no final da tarde de quinta-feira, 26/04. Após registrar o flagrante, o indivíduo foi encaminhado ao Fórum de Sorocaba, onde juiz(a) decidirá o destino do indivíduo.

    Não dá para viver sem notícia

Indivíduo vai responder por maus-tratos após agredir cabeça de cão Pinscher com cabo de machado em Salto de Pirapora

Ele

    POR VOLTA das 10h de quinta-feira, 26/04, uma mulher que reside na Estrada do Bairro Boa Vista avistou em sua rua seu vizinho Peterson Rezaro Biscaro de 45 anos, que aparentava estar sob efeito de bebida alcoolica; rapidamente a mulher chamou seu cão da raça Pinscher que estava na rua, para entrar em sua residência.

    O cão não entrou em sua casa, a mulher foi verificar aonde o cão estava e viu o animal caído. Ela supôs que o homem teria agredido o animal. A mulher levou o cachorro ao veterinário e este diagnosticou estado de coma (consciência comprometida e sem reação). Animal encontra-se internado.

    A proprietária do cachorro acionou a Polícia Civil e indicou o endereço do vizinho que mora no mesmo bairro. Os policiais civis conduziram o indivíduo para a Delegacia. Inicialmente Peterson negou que tivesse agredido o animal, mas em outro momento acabou confessando que ele bebeu durante a noite passada e ao caminhar pela rua o cão latiu. 
Animal Agredido


    Naquele momento ele carregava um machado e desferiu golpe com o cabo do machado atingindo a cabeça do animal. Ao ouvir essa confissão, a autoridade policial indiciou Peterson Biscaro por maus-tratos de animal artigo 32 da lei 9.606/98. A lei não recomenda custódia cautelar para quem comete maus-tratos. 

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato  

Desfecho do Crime - Braço-direito e cunhado de traficante da Zona Norte de Sorocaba é condenado em Sorocaba

Paulo Henrique, Condenado

    JUIZ Mário Mendes de Moura Júnior, da 3ª Vara Criminal de Sorocaba condenou o indivíduo Paulo Henrique de Farias, apontado como braço-direito de um patrão do tráfico na Zona Norte de Sorocaba, a cumprir quase dez anos de reclusão e ao pagamento de multa.

    Na sentença imposta ao criminoso, o juiz impôs-lhe condenação de 08 anos e 04 meses de reclusão e pagamento de 530 dias-multa (R$ 20.670,00) por ter cometido tráfico de drogas artigo 33 da lei 11.343/06 e por porte ilegal de arma artigo 16 da lei 10.826/03 Estatuto do Desarmamento. O magistrado também condenou o criminoso a cumprir 1 ano e 15 dias de reclusão em regime semiaberto, porque cometeu posse ilegal de munições artigo 12 da lei 10.826/03.

    Ainda de acordo com a sentença, permanecerá nas mãos da Polícia Civil de Sorocaba: o carro e as armas que foram apreendidas durante a diligência policial. Após o trânsito em julgado o carro será entregue para a União e as armas serão enviadas ao Exército para destruição delas ou doá-las à Instituição de Segurança Pública ou às Forças Armadas. A sentença foi publicada em 12 de abril deste ano. A mão longa do juiz (oficial de justiça) já foi informar ao preso Paulo Henrique de Farias a respeito da reprimenda. Relembre o caso abaixo.

Braço-direito de patrão do tráfico da Zona Norte de Sorocaba mantinha em depósito 300 Kg de drogas, fuzil e munições
    Policiais do 8º Distrito Policial de Sorocaba identificaram por meio de investigação que Júlio César de Oliveira é patrão do tráfico na Zona Norte de Sorocaba e que seu cunhado, Paulo Henrique de Farias atuava para manter drogas em depósito até que fosse definido destinação dos entorpecentes.

    Os "tiras" souberam o endereço residêncial de Paulo Henrique na Rua Clovis Godoy, Jardim Paulista, em Sorocaba, e que Paulo Henrique utilizava um veículo Corsa para fazer a "correria ilícita", dai então começaram a trabalhar de maneira minuciosa e intensa afim de prendê-lo. 

    Na quarta-feira à tarde, 18/10, os investigadores abordo de uma viatura localizaram Paulo Henrique  no veículo Corsa circulando pelo Parque Vitória Régia. Os policiais abordaram-no e realizaram averiguação pelo interior do carro não encontrando ilícito, contudo, um molho de chaves levantou suspeita. 
Materialidade Delitiva
 


    A polícia indagou-lhe se ele guardava ilícito na casa dele no Jardim Paulista. Paulo Henrique garantiu que não havia ilícito, e concordou para uma varredura no interior do imóvel no Jardim Paulista. A polícia se dirigiu para a casa dele.

    Durante averiguação pelo imóvel, a polícia encontrou dois cadernos com vários apelidos de pessoas e anotação de valores que somados totalizava R$ 1 milhão, a polícia ainda localizou uma nota fiscal em nome de Paulo Henrique citando outro endereço: Rua Tenente-Coronel Carlos de Campos, no Jardim Guarujá na mesma cidade. 

    Indagado a respeito do segundo endereço, Paulo Henrique começou gaguejar e tremer (reforçou suspeita).  Os policiais foram com ele no segundo endereço e como ele era o locatário do imóvel ele tinha as chaves do portão e da casa. 

    Ao abrir o portão e em seguida a porta da residência lá estavam 147 tijolos de maconha, uma balança, material para pesar drogas, munições de diversos calibres, revólver, pistolas, granadas e um fuzil calibre 762. A droga pesou mais de 300 Kg. 

    Diante de toda materialidade encontrada Paulo Henrique acabou confessando como agia; afirmou ainda que todo material pertencia ao seu cunhado Julio César de Oliveira, porém, ele não informou onde o mesmo se encontrava. A delegada Luciane R.B. Tomasigue o prendeu por tráfico artigo 33 da lei 11.343/06 e porte ilegal de arma artigo 16 da lei 10.826/03.

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato 

Trio é preso em Araçoiaba da Serra após furtar residência


    MILICIANOS de Araçoiaba da Serra receberam chamada para atender ocorrência de furto numa residência. Os policiais foram ao local e surpreenderam um veículo Astra saindo do endereço com três pessoas abordo.

    A viatura acompanhou o veículo e adiante interceptou e realizou abordagem. Inicialmente os três rapazes negaram autoria do crime patrimonial, mas depois um deles assumiu autoria do furto e citou participação dos outros dois. 

   O delator ainda informou aonde estavam os itens furtados: eletroeletrônicos, bebidas e outros aparelhos e produtos. Após recuperar os objetos a polícia deteve os indivíduos: Alissom Gabriel Cordeiro Cipriano, Willian Mendes dos Santos e Vitor Henrique Fernandes dos Santos.

    Na Delegacia de Araçoiaba da Serra, o delegado Irani Barros ratificou flagrante de furto artigo 155 do Código Penal e encaminhou os três indivíduos para audiência de custódia no Fórum de Sorocaba. O caso aconteceu quarta-feira à noite, 25/04. 

    Aqui a notícia chega chegando  

Redução de homicídios e roubos em março na região de Sorocaba; no mesmo período aumento de estupros em 35%


    REGIÃO DE SOROCABA apresentou queda nos casos de homicídios em março. Os índices de roubos em geral, de veículo também apresentaram redução no primeiro trimestre do ano. 

    Os homicídios dolosos recuaram 15%, passando de 20 para 17 casos em março. No mês, também houve a redução de 10% no número de vítimas de homicídios, passando de 20 para 18. Já no acumulado a queda foi de 27,9% nos homicídios e de 27,7% no número de vitimas.    Com as variações dos dois indicadores as taxas de homicídio chegaram a 6,74 casos e 7,14 vítimas a cada 100 mil habitantes dos municípios da região.

    Os roubos em geral caíram 36,2%, passando de 868 para 554 em março. No acumulado o mesmo índice apresentou queda de 23,2% com 443 casos a menos. Os roubos de veículo tiveram queda e foram de 116 para 99, uma redução de  14,7%. No primeiro trimestre a redução chegou a 15,5% com menos 49 casos. 

    Os furtos em geral aumentaram 17,3%, passando de 2.888 para 2.388, em março. No acumulado a redução foi de 4,9%, com 350 casos a menos.  Os casos e números de vítimas de latrocínio aumentaram 200% em março. No primeiro trimeste ambos tiveram um aumento de 75%. 

    Já os estupros tiveram um aumento de 35,1% no mês de março, passando de 94 para 127, e de 26,9% no acumulado, com 70 casos a mais. Os furtos de veiculos caíram 12,3% passando de 389 para 341. No acumulado o índice teve uma alta de 1,1%, com 10 casos a mais. 

    Os roubos a banco permaneceram zerados no mês de março. No primeiro trimestre ficaram estáveis com 1 caso.   Os roubos de carga aumentaram 33,3% em março, passando de 12 para 16. No primeiro trimestre, a alta de 11,1%, de 27 para 30. O resultado estatístico foi divulgado quarta-feira,25/04.

    Texto reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Quadrilha leva dinheiro dos Correios no Centro de Piedade


    TRÊS MARGINAIS com armas em punho invadiram a agência dos Correios no Centro de Piedade e após renderem os funcionários recolheram dinheiro e depois fugiram a pé em seguida entraram num automóvel Golf de cor escura que os aguardava próximo da agência.

    O veículo trafegou em fuga por vias públicas da região central e seguiu em direção à Votorantim. Testemunhas afirmaram que o trio delinquente era formado aparentemente por adolescentes. 

    O assalto ocorreu por volta das 10h de quarta-feira, 25/04. O montante roubado não foi divulgado. Policiais militares preservaram o local aguardando a equipe da Polícia Científica e de policiais federais. Polícia Federal vai tentar identificar o quarteto que cometeu o crime patrimonial.

    Não dá para viver sem notícia

Policiais civis de Salto de Pirapora com armas apontadas: É cana meliante não reaja

Marcelo Guedes

    TRIO DE POLICIAIS CIVIS Antonio, Eric e Thiago cumpriu mandado de prisão expedido pela justiça, que condenou o indivíduo Marcelo Guedes de Almeida, 27 anos, a cumprir 5 anos e 10 meses de reclusão, em regime fechado, por ter cometido tráfico de drogas na periferia de Salto de Pirapora em 2016.

    No inicio da manhã de quarta-feira, 25/04, os policiais entraram na residência de Marcelo, situada na Rua Otávio Caetano, Jardim Cachoeira e surpreenderam Marcelo que dormia deitado no sofá. A polícia acordou Marcelo apontando armas para o rosto dele "é cana meliante não reaja". Marcelo estava tão sonolento que dormiu novamente dentro da viatura até à Delegacia.

    A justiça condenou Marcelo porque na noite de 14 de julho de 2016, os guardas Maurício e Cristiano Braga receberam denúncia que havia tráfico de drogas no interior da residência na Rua Otávio Caetano, Jardim Cachoeira, quando a guarnição chegou ao local Marcelo reagiu entrando em luta corporal com o guarda Maurício. Outros membros da família de Marcelo tentaram reagir isto não aconteceu porque o guarda Cristiano Braga efetuou dois tiros de advertência e isso obrigou-os a recuarem. 

    Naquela oportunidade a guarnição encontrou droga e deteve Marcelo. Por um período ele esteve preso por tráfico de droga artigo 33 da lei 11.343/06 e depois ganhou liberdade. Recentemente saiu a condenação em caráter definitivo (não há mais recurso). Após o registro de captura de procurado na Delegacia de Salto de Pirapora, os policiais conduziram Marcelo ao sistema penal em Sorocaba.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição. 

 

 

Polícia Civil prende caminhoneiro acusado de molestar menina de 09 anos em Salto de Pirapora

João Lisboa

    POLICIAIS CIVIS Antonio, Thiago e Eric prenderam o caminhoneiro João Batista Lisboa de 55 anos, condenado a cumprir 09 anos e 04 meses de reclusão, por cometer fornicação com uma menina de 09 anos de idade, no início do ano 2015. 

    A captura ocorreu quarta-feira pela manhã, 25/04, enquanto João Lisboa trabalhava numa madeireira estabelecida no Jardim São Paulo, em Sorocaba. De acordo com informações da polícia, João Lisboa reside em Salto de Pirapora, ele era amigo da mãe da menina que mora na mesma cidade, por ser amigo da mãe da menina ele aproveitava dessa circunstância para cometer o crime sexual.

    Certo dia, cansada de sofrer abusos, a menina falou os fatos a uma mulher. A garota revelou que os abusos acontecia dentro do carro de João Lisboa. Após ouvir os relatos a mulher passou observar e viu mais de uma vez a menina no interior do carro do indivíduo.

    A Polícia Civil investigou o caso e encaminhou ao Fórum. A Justiça de Salto de Pirapora condenou João Lisboa aplicando o artigo 217-A estupro de vulnerável e o apenou para cumprir 09 anos e 04 meses de reclusão em regime fechado. João Lisboa recorreu ao Tribunal de Justiça-SP, mas os desembargadores negaram provimento ao recurso de apelação e confirmaram a sentença de primeiro grau.

    Não dá para viver sem notícia 

Em evento da ABRASCE secretário de Segurança-SP ressalta índice de mortes intencionais


    SECRETÁRIO DA SEGURANÇA PÚBLICA, Mágino Alves Barbosa Filho, participou, na tarde de terça-feira, 24/04, do Seminário de Segurança 2018, organizado pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). O evento aconteceu no Centro Empresarial de São Paulo (Cenesp), na zona sul da Capital.

    Durante o primeiro dia da conferência, que teve como tema “A inteligência a serviço da segurança”, o chefe da SSP ressaltou expressivas quedas nos indicadores de criminalidade, resultados do investimento em tecnologia e inteligência aliado ao empenho do trabalho desenvolvido pelos policiais paulistas.
    Com destaque para as reduções de homicídios, o secretário detalhou a taxa de casos de homicídios, que chegaram ao patamar de 7,54 ocorrências por 100 mil habitantes no Estado de São Paulo, no ano de 2017. Já nos últimos 12 meses, esse número é ainda menor 7,31/100 mil habitantes.
    Ao longo do discurso, o chefe da Segurança Pública Estadual reforçou os argumentos exemplificando os dados de outras federações. “Para se ter uma ideia a taxa de homicídio das cidades de Miami é 11, ou seja, quase o dobro da nossa. A de Chicago é de 24 homicídios”, completou.
    “Parabéns pelos números expressivos, que são exemplos, para demais Estados, de como é possível mudar o cenário da Segurança Pública com determinação e investimentos”, elogiou Cátilo Cândido, diretor de Assuntos Institucionais da Abrasce, ao longo do painel que discutiu as complexidades do série.
    Em sua palestra, Mágino também reforçou a importância de iniciativas como a da Abrasce e saudou os organizadores do relevante evento para o setor de segurança. “A Segurança Pública é dever de todos. Com parcerias e cooperações podemos alcançar melhores resultados”, concluiu.
                                  Investimentos
    Durante o discurso, Mágino destacou que o segredo da segurança pública é investimento - em tecnologia, aquisição de equipamentos, viaturas e efetivo policial. “Desde 2011, foram contratados mais de 32 mil policiais militares, civis e técnico-científicos. Quase a metade da segunda maior força policial do país”, detalhou.
    O secretário também destacou o investimento na aquisição de novos veículos. “Desde 2011, foram adquiridas 15.800 viaturas, sob investimento de quase R$ 1 bilhão. Adquirimos alguns especiais, como os blindados israelenses, que possuem um nível de blindagem que resiste a tiros .50, por exemplo”, detalhou.
    Uma importante ferramenta que os policiais de São Paulo contam no combate à criminalidade é o Detecta. “Desde que foi implantado, em 2014, até o mês de abril de 2018, o sistema permitiu a prisão de 9.424 pessoas, interceptação de 5.689 veículos e apreensão de 517 armas de fogo ilegais”, exemplificou Mágino.
    O Detecta é uma ferramenta de Big Data que emite alertas de situações de crimes e integra bancos de dados policiais e de outros órgãos, como Registro Digital de Ocorrência (RDO), Instituto de Identificação (IIRGD), Sistema Operacional da PM (SIOPM - 190), Infocrim, Sistema de Fotos Criminais (Fotocrim), além de dados de veículos e de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do Detran.
                                      Simulado de segurança
    De acordo com Cátilo, o seminário propõe o debate de diversos temas como a segurança em Shopping Center, combate ao crime organizado, integração do poder público e privado, entre outros. “Para o segundo dia, está prevista a realização de um simulado de segurança no Shopping Eldorado, graças também à cooperação da SSP”, contou.
    O objetivo da prática é evidenciar a necessidade da gestão e controle dos empreendimentos em situações de crise e abordar a importância do treinamento contínuo dos profissionais da área para enfrentar as mais diversas ocorrências que implicam na segurança do setor.
    Além disso, a atividade, idealizada pela Abrasce, com duração prevista em 1h30, reunirá representantes de entidades públicas e privadas, como a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros e hospitais da região, e permite que os participantes vivenciem na prática situações de extrema periculosidade.
    Texto reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

terça-feira, 24 de abril de 2018

Rapazes são presos por tráfico de drogas na Vila Amaral, em São Roque

Materialidade

    POLICIAIS MILITARES da Força Tática abordaram dois indivíduos e encontraram sob a responsabilidade deles quarenta e duas porções de maconha, sessenta e um flaconetes contendo cocaína, noventa pedras de crack e R$ 261,00 dinheiro possivelmente arrecadado com venda de entorpecentes.

    Diante da materialidade encontrada, os milicianos detiveram os indivíduos Júlio César Sanches e Diego Santos de Moraes. A autoridade policial prendeu os dois por tráfico de drogas artigo 33 da lei 11.343/06 (audiência de custódia). O caso aconteceu segunda-feira, 23/04, na Vila Amaral.

    Não dá para viver sem notícia 

   

Tribunal-SP dá vitória à Prefeitura de Salto de Pirapora contra a guarda Aiala Tamantine


    APÓS a Justiça de Salto de Pirapora condenar a Prefeitura daquele município a pagar R$ 3 mil a título de indenização por danos morais causados à guarda civil municipal Aiala Tamantine, por ela ter trabalhado grávida em pé, em frente ao Centro Médico; a defesa de Aiala não concordou com o montante arbitrado na sentença e recorreu ao Tribunal de Justiça-SP. O mesmo fez a Prefeitura de Salto de Pirapora.

    O advogado de Aiala sustentou no Tribunal que diante do constrangimento sofrido por Aiala o montante de R$ 3 mil é desproporcional  ao agravo da situação vivida por ela, portanto solicitou que a indenização fosse elevada R$ 200 mil. A Prefeitura alegou que não houve danos morais. 

    A 2º Câmara de Direito Público entendeu que ao permanecer trabalhando fardada durante horas, em pé, em frente ao Centro Médico, no Centro de Salto de Pirapora, não houve danos morais pois Aiala tinha ciência que naquela data fora decretado ponto facultativo e não havia necessidade dela comparecer fardada no referido local que estava fechado. 

    O recurso de Aiala fora negado e acatado o recurso da Prefeitura de Salto de Pirapora (sentença reformada). Depois dessa decisão em 28 de março deste ano, resta a guarda Aiala Tamantine apelar ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

    Não dá para viver sem notícia

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Mulher acusada de introduzir drogas em penitenciárias é surpreendida pela DISE de Itapetininga

Carla

    POLICIAIS da Delegacia de Investigação Sobre Entorpecente (DISE) de Itapetininga,  realizaram  investigações nas quais apontavam que uma mulher estaria traficando em sua residência  situada na Rua Iperó, Vila Paulo Ayres, em Itapetininga, bem como introduzia drogas em unidades do sistema prisional. 

    Na tarde de segunda-feira, 23/04, os policiais montaram campana e visualizaram a investigada Carla Alessandro Maciel, 35 anos, introduzir algo dentro de um cano Pvc instalado na calçada  de sua residência. 
Materialidade


    Vistoriando o local os policiais localizaram três porções de maconha embaladas, sendo que uma delas já estava pronta para ser introduzida no sistema prisional, pois estava embalada em formato cilíndrico,  com papel carbono, borracha e plástico filme. Este artifício visa dificultar a localização quando é  introduzida nas partes íntimas da mulher e não são identificados pelos detectores instalados nas penitenciárias. 

Na residência dela também foi encontrada outra porção de maconha e materiais utilizados por ela para embalar drogas. Carla foi autuada na DISE em flagrante de tráfico artigo 33 da lei 11.343/06 e seria encaminhada à Cadeia Pública de Cesário Lange.  Na terça-feira, 24/04, será encaminhada para audiência  de custódia.

    Aqui a notícia chega chegando!

Mais um semeador do maligno é capturado pela PM em Salto de Pirapora


    PATRULHANDO por vias públicas do Jardim Ana Guilherme, em Salto de Pirapora, uma equipe da Polícia Militar observou e concluiu fundada suspeita que um rapaz era envolvido com o tráfico de entorpecente.

    Ao realizar abordagem localizou sob sua responsabilidade nove gramas de cocaína, mais setenta e três gramas de maconha e R$ 26,00 que seria supostamente oriundo da mercância ilícita, não deu outra foi detenção da brava. 

    Os milicianos apreenderam a materialidade delitiva e apresentaram a materialidade e o indivíduo na Delegacia da cidade. Por lá, o delegado Gilberto Montenegro ouviu os policiais e formou convicção que o indivíduo Jéferson Rogério Rosa Júnior cometeu tráfico de drogas artigo 33 da lei 11.343/06. 

    Após o flagrante Jéferson foi encaminhado para audiência de custódia no Fórum de Sorocaba. Jéfersom é morador do Jardim Ana Guilherme, e não tinha passagem pela Polícia. Os fatos aconteceram na segunda-feira à tarde, 23/04.

    Aqui a notícia chega chegando

 

Serviços do TJ-SP acessados em aparelhos móveis


    APLICATIVO TJ-SP Mobile, lançado em dezembro do ano passado, conquistou a marca dos 45 mil downloads. Seguro, intuitivo, e prático, existe para facilitar o acesso e consulta aos serviços oferecidos pelo Judiciário paulista à população.


    A ferramenta pode ser utilizada em smartphones ou tablets. É só acessar a AppStore (sistema IOS) ou o Google Play (sistema Android) e baixar gratuitamente. Não é necessário cadastro para uso do aplicativo, apenas identificação no sistema para visualização das pastas digitais dos processos e das ações que correm em segredo de Justiça.

    O aplicativo permite consultar processos, de forma rápida e segura, com acesso às movimentações e às pastas digitais. O usuário também pode visualizar a lista de telefones e endereços dos fóruns do Estado, notícias e informações da Corte.

    Comunicação Social TJSP – GA (texto) / JT (arte)
        imprensatj@tjsp.jus.br

Casal é indiciado por apontar versão de estupro contra guarda municipal de Salto de Pirapora


    MULHER de um taxista compareceu na Delegacia da Mulher em Votorantim, no dia 04 de julho de 2017, queixando-se que ela e uma amiga foram a um Supermercado no Jardim Paulistano, em Salto de Pirapora, ela deparou-se com um guarda seu conhecido que naquela noite trabalhava de segurança no comércio.

    A mulher disse que sua amiga entrou para fazer compras e ela permaneceu na entrada do comércio conversando com o guarda. Depois os dois saíram caminhando lentamente, de maneira repentina o guarda agarrou-a aplicou uma gravata e empurrou-a rapidamente para dentro do carro dele que estava estacionado ali próximo, e no interior do carro o guarda empunhou uma arma e obrigou-a a fazer sexo oral exigindo rapidez porque ele precisava retornar para trabalhar; isso teria ocorrido em 20 minutos. Segundo relato da mulher o caso teria acontecido por volta das 20h50 e que o guarda exigiu que não comentasse com ninguém pois se isto ocorresse ele faria "justiça".

    Nucielle Vasconcelos Cruz disse que o autor do estupro teria sido o guarda Cristiano Aparecido Braga e que sua amiga era Elisabete Andrade de Oliveira. Nucielle concluiu o relato na Delegacia da Mulher afirmando que o estupro teria ocorrido em 17 de maio de 2017 ou seja quase dois meses atrás. Ela disse ainda que não teria coragem de revelar o fato ao seu esposo e que depois do crime ela sofreu infarto e tentou suicídio. Como é de praxe, a Delegacia da Mulher encaminhou o registro da ocorrência para ser investigado pela Delegacia de Salto de Pirapora.

    O delegado Gilberto Montenegro Costa Filho ouviu Nucielle e ela repetiu a versão citada na Delegacia da Mulher. A testemunha Elisabete confirmou a versão citada por Nucielle. O delegado ouviu o guarda Cristiano Braga e ele negou responsabilidade de abuso sexual, alegou que conheceu Nucielle por meio da internet, e confirmou que certa noite trabalhava de segurança no mercado e após o término do serviço ele viu Nucielle em frente ao mercado e após conversarem ela pediu situação de afeto, mas ele não aceitou, em seguida ela solicitou carona, ele levou-a onde ela pediu e rapidamente ele foi embora. Braga acrescentou que depois daquele episódio Nucielle enviava "mensagens picantes de sentimento afetivo por ele". Por causa desse motivo ele diz ter excluído o perfil dela de seu rol de amizades. 

               Reviravolta no caso

    Certo dia compareceu na Delegacia de Salto de Pirapora a testemunha Elisabete e solicitou prestar novo depoimento sobre o caso, só que desta vez ela negou o que havia dito antes. Negou que naquela noite estivesse em companhia de Nucielle no mercado, tampouco viu algum fato envolvendo Nucielle e o guarda Cristiano Braga. Elisabete acrescentou que era amiga do esposo de Nucielle, o taxista Carlos Augusto Encarnação, que trabalha na mesma cidade, e que o casal foi na casa dela pedir para ela testemunhar estupro sofrido por Nucielle. Segundo Elisabete, o taxista Carlos Encarnação orientou as duas. Elisabete disse ter arrependido porque poderia haver outra versão por isso compareceu para falar a verdade.

    Outras duas testemunhas protegidas pelo provimento 32/00 da Corregedoria Geral de Justiça, que não permite citar a identidade de testemunha no inquérito, testemunharam em datas diferentes que o taxista Carlos havia oferecido dinheiro para que apontassem o guarda Cristiano Braga como autor de estupro. Durante a investigação inquiriu-se que Nucielle apresentasse o celular dela para ser periciado as mensagens entre ela e o guarda acusado, porém Nucielle demonstrou-se receosa. No decorrer da investigação um canal de televisão em Sorocaba ligou diversas vezes pretendendo informações para seu noticioso televisivo, mas a Delegacia não informou porque tudo parecia nebuloso. 

    Por último, o delegado intimou Nucielle e seu esposo Carlos Encarnação. Ele negou ter pago às duas testemunhas, e com relação a Elisabete ele afirmou que apenas pediu que Elisabete acompanhasse sua esposa até a Delegacia da Mulher. Naquela oportunidade ouvida novamente, Nucielle reafirmou a versão inicial que sofreu abuso sexual dentro do carro. O delegado Gilberto Montenegro Costa Filho relatou o inquérito indiciando o casal Nucielle e Carlos. Ele e ela são indiciados no artigo 339 do Código Penal Brasileiro que é dar causa à instauração de investigação policial contra alguém imputando-lhe crime mesmo sabendo que a pessoa é inocente; nesse caso a pena pode ser de 2 a 8 anos de prisão. E Carlos ainda é indiciado no artigo 343 que recomenda pena de 3 a 4 anos, por oferecer dinheiro a testemunha para proferir afirmação falsa. 

    A advogada do guarda Cristiano Braga falou ao Sorocaba Notícia, que está tentando reunir elementos para provar dano moral porque seu cliente pretende ajuizar ação de reparação por dano moral; "ora, um guarda municipal exerce função pública esses fatos deve ter sido comentados na cidade, e como esse canal de televisão soube disso? São essas e outras questões que nos leva a crer em dano moral"; finalizou a advogada.

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato