sábado, 5 de maio de 2018

Empossado novo comandante-geral da Polícia Militar-SP

Novo comandante à esquerda/ Governador/Secretário de Segurança

    CORONEL Marcelo Viera Salles recebeu o Comando Geral da Polícia Militar paulista, na sexta-feira, 04/05, das mãos do coronel Nivaldo Cesar Restivo. O governador Márcio França e o secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, participaram da cerimônia, que ocorreu na Academia do Barro Branco.


    Durante a solenidade, o governador anunciou a nomeação de oficiais médicos, dentistas e veterinários para atuar nas unidades médicas, odontológicas, nos canis e na Cavalaria da PM. França ainda agradeceu ao trabalho do antigo comandante-geral, que desde março de 2017 chefiava a corporação.
    "Quero cumprimentar o coronel que deixa esse comando de maneira honrada, tendo cumprido brilhantemente sua missão”, afirmou o governador. “O coronel Nivaldo cumpriu sua jornada. Foi dedicado, honrado: um exemplo para sua tropa e todos aqueles que conviveram com ele".
    Mágino Alves agradeceu aos dois comandantes e ressaltou a característica de Salles de estar sempre próximo à tropa. “Nunca vi uma cerimônia de transição de posse na PM com tanta gente. Vieram aqui prestigiar a sua assunção ao comando desta instituição gloriosa”.
    “Uma garantia que o povo de São Paulo tem a melhor segurança pública do Brasil é que o Estado possui as melhores polícias do nosso país. São homens e mulheres dedicados a doar a própria vida ao homem que aqui vive”, afirmou o secretário.
    Seguindo as palavras de Mágino, o novo comandante-geral agradeceu ao antecessor e reafirmou o compromisso tomado por ele. “Minha promessa do trabalho duro na busca da segurança que os paulistas tanto querem e merecem. Prometo respeitar o legado recebido e dar continuidade à linha de comando, fortalecendo a autoestima dos integrantes da nossa instituição”.
    O antigo comandante-geral, coronel Nivaldo Restivo, falou por ele e pelo seu subcomandante, coronel Mauro Ricciarelli. “Estamos realizados profissionalmente por fazer parte de uma instituição da grandeza da PM e por ter o apoio indistinto de cada um dos homens e mulheres que fazem o nome da Polícia Militar, seja de dia ou de noite, no calor ou frio, com sol ou chuva - não há adversidade que faça nossa tropa recuar”.
                                 Novo comandante
    Coronel Salles ingressou na instituição como aluno-oficial em 1985, no mesmo dia que seu pai, subtenente Nelson de Almeida Salles, passava para a reserva. “Minha maior referência de ser humano, de homem público, de brasileiro”, exaltou o novo comandante emocionado.
    Além de bacharel em Direito, Salles é doutor em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública. O oficial foi ajudante-de-ordens do governador Geraldo Alckmin e atuou como diretor do Departamento de Segurança e chefe de gabinete da Casa Militar (CMil) e Defesa Civil.
    Com boa parte da carreira na Cavalaria “9 de Julho”, Salles se especializou em tropa montada e controle de distúrbios civis. Na unidade, passou por diversos postos até se tornar coordenador operacional.
    Até 16 de abril, quando foi publicada a nomeação no Diário Oficial do Estado, Salles estava à frente do Comando de Policiamento de Área Metropolitana 5 (CPA/M-5), responsável pela zona oeste da Capital.
                                          Subcomandante
    O novo subcomandante-geral da PM é o coronel Fernando Alencar Medeiros, que substitui o coronel Ricciarelli. Alencar, que também veste a farda cinza-bandeirante há 33 anos, até então chefiava o CPA/M-10, responsável por parte da zona sul de São Paulo.
    Alencar, que acumula agora a chefia do Estado Maior, ingressou na PM em 1985 e atuou em diversas unidades territoriais, como o 16º e o 33º Batalhão Metropolitano (BPM/M), além do 3º Batalhão de Choque (BPChq). Foi ainda comandante das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota).
    Texto reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário