quinta-feira, 5 de julho de 2018

Limpeza pública em Salto de Pirapora é executada por presas da Penitenciária de Votorantim

Elas Loborando

    FINAL DE ABRIL DESTE ANO, a Prefeitura de Salto de Pirapora contratou 12 presas da Penitenciária Feminina Oscar Garcia Machado, em Votorantim. O objetivo do contrato é execução de limpeza pública, manutenção de jardins, áreas verdes e reparos prediais nas áreas operacionais da Prefeitura. 

    Mínimo de 10 e máximo de 12 mulheres trabalham das 08h da manhã até às 17h de segunda à sexta-feira. Pelo contrato com vigência de 12 meses, a Prefeitura  oferece treinamento, uniforme, ferramentas e equipamentos de proteção individual, é responsável pelo transporte das presas, fornece café da manhã e almoço; desembolsa por mês R$ 11.492,00, até abril de 2019, mas esse montante será reajustado com percentual definido pelo reajuste do salário mínimo no próximo ano. 

    Sorocaba Notícia foi até Salto de Pirapora e conversou com as presas, que no momento executavam serviços de limpeza pública,  uniformizadas com calça bege e blusa branca inscrito Prefeitura de Salto de Pirapora. 

    Elas revelaram o artigo pelo qual cumprem pena: 157 roubo, 33 tráfico e 121 homicídio. O jornalista identificou que as detentas não são monitoradas por tornozeleira eletrônica equipamento de monitoramento que pode inibir possível fuga. Indagadas pelo equipamento elas responderam: "Prá quê tornezeleira? Aqui nenhuma de nós cogita fugir, a pena de cada uma já está em regime de benefícios e em breve à liberdade". 

    Após conversar com as presas o jornalista dirigiu-se aos comércios próximos ao Estádio de Futebol e indagou aos comerciantes e clientes se sabiam quem seriam aquelas mulheres, todos disseram que eram funcionárias da Prefeitura. Aguarde, em breve outra reportagem a respeito deste tema porque o Sindicato dos Funcionários Públicos em Salto de Pirapora é crítico a esta contratação.

    Aqui a notícia chega chegando!   

Um comentário: