terça-feira, 17 de julho de 2018

Sorocaba Notícia apura detalhes a respeito da mulher que espancou a filha (criança) com cabo de vassoura em Salto de Pirapora

Marta Pereira, Mãe Desnaturada

    DELEGACIA DE SALTO DE PIRAPORA atua no caso de maus-tratos atribuído a Marta Aparecida Pereira, 35 anos, que espancou sua filha de 04 anos com cabo de vassoura.

    A criança teria subido no telhado do galinheiro de aproximadamente dois metros de altura para pegar pintinhos e desgarrou-se de lá caindo ao solo. Marta Pereira varria o quintal no momento, ao presenciar o fato Marta Pereira sentiu-se irritada e espancou a criança com o cabo da vassoura.

    Três mulheres foram na residência da Marta Pereira,  para visitar o pai de Marta que mora com ela e encontra-se acamado. Os visitantes ouviram a criança chorando, indagaram a Marta o que teria acontecido. Marta relatou que havia levado a menina ao médico porque o braço direito da criança estava inflamado e a menina tomava medicamentos para sarar a inflamação. Mentira.

    As visitantes pediram para levar a criança novamente ao médico, porém, Marta não permitiu; sem o consentimento da mãe as mulheres pegaram a criança e providenciaram atendimento médico. Durante o trajeto ao médico, a criança esclareceu tudo que ocorreu. Um conselheiro tutelar relatou o fato ao delegado Irani Barros, que registrou termo circunstanciado. 

    O Instituto Médico Legal de Sorocaba atestou que a criança sofreu fratura no cotovelo direito e essa lesão provocada por objeto contundente causaria incapacidade para as atividades habituais por mais de trinta dias. Sorocaba Notícia ouviu informação que Marta Pereira tem outros filhos que não residem com ela, e suspeita de que Marta é alcoólatra e dependente de substância entorpecente. 

    Além da consequência civil que fora a perda da guarda dos quatro filhos (três meninas e um menino), Marta Pereira poderá sofre consequência penal por maus-tratos artigo 136 do Código Penal combinado com artigo 232 do Estatuto da Criança e Adolescente resultando em pena de 06 meses a dois anos detenção: obrigada submeter-se a tratamento, lavar banheiro público, varrer ruas e praças ou trabalhar em instituição filantrópica. 

    Segredo da Credibilidade é Ser Fiel ao Fato! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário