domingo, 19 de agosto de 2018

Moça que vendia drogas próximo da Congregação Cristã do Brasil em Salto de Pirapora é capturada pela GM; guarnição composta por Maurício e Braga seguiu informações citadas em denúncias

Natália na Viatura da GM

    POR VOLTA DAS 10H DE DOMINGO, 19/08, equipe da Guarda Civil Municipal composta por Maurício e Braga surpreendeu Natália Ferreira que vendia drogas numa plantação de eucalipto próximo da Igreja Congregação Cristã do Brasil do Bairro América, no subúrbio de Salto de Pirapora. 

    Com ela, a equipe encontrou porções de maconha e pedras de crack prontas para venda. Eles apreenderam os entorpecentes e detiveram a indivídua, em ação contínua foram até a residência de Natália, na Rua Otávio Caetano, nº 202, no Jardim Bandeira, em Salto de Pirapora e lá encontraram mais porções de maconha e pedras de crack. 

    Os guardas apresentaram o caso na Delegacia daquela cidade, onde o delegado Gilberto Montenegro Costa Filho ratificou flagrante de tráfico de drogas artigo 33 da lei 11.343/06, após o término do flagrante ela foi encaminhada para audiência de custódia no Fórum de Sorocaba.
Materialidade

    
    Natália já respondeu por tráfico de droga na jurisdição de Sorocaba, ela reside com uma amiga em Salto de Pirapora, os guardas Braga e Maurício souberam que além de vender drogas, Natália figurava como gerente do tráfico no Jardim América. 

    Ainda de acordo com os guardas, que seguiram informações de denúncias a respeito da traficância ilícita, a traficante Natália costumava vender drogas todo dia: de segunda a sexta iniciando às 20h30 até 04h da madrugada, aos domingos e feriados ela estendia a venda de drogas até o final da manhã. Natália era considerada pelo povão e por quem é envolvido com drogas como "traficante esperta". 

    Aqui a notícia chega chegando!

Nenhum comentário:

Postar um comentário