Restaurantes, Pousadas e Pizzarias

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Polícia Civil de Salto de Pirapora interroga os autores da agressão covarde no Bairro Santa Maria


    OS TRÊS INDIVÍDUOS acusados pela agressão covarde e injusta que vitimou o vigilante Orival Cardoso Jr, apelidado por "Val" e o primo dele Luiz Fernando Domingues, conhecido por "Mé ou Nando" foram qualificados e ouvidos pela Polícia Civil de Salto de Pirapora.

    Os dois irmãos Daniel ferreira e Diego Ferreira e o amigo deles Janderson dos Santos compareceram na Delegacia da cidade acompanhados de advogado e assumiram a autoria da agressão; eles acrescentaram que agrediram os dois primos porque Val e Nando provocaram.


    O delegado Gilberto Montenegro Costa Filho requisitou perícia e aguarda o lauda que poderá revelar à gravidade da agressão sofrida por Nando que sofreu fratura na perna. O caso aconteceu na madrugada de 28 de julho deste ano, pela Rua Zulmira A. Santos, Bairro Santa Maria, na periferia de Salto de Pirapora. O trio violento responde por lesão corporal artigo 129 do Código Penal.

    Relato de moradores do bairro é que os três sujeitos aparentemente sob efeito de bebida e droga pretendiam matar os dois primos desferindo-lhes socos, chutes e golpes com pedaço de madeira o intento não se consumou porque moradores socorreram as duas vítimas. Os agressores fugiram (veja eles nas fotos). 


    Eles cometeram essa agressão covarde e injusta simplesmente porque o vigilante Val olhou para um deles, isso foi suficiente para não gostar e discutir com o vigilante e por estarem em vantagem numérica iniciaram agressão contra o vigilante, o primo dele Nando, que mora na mesma rua agiu em defesa do primo e também sofreu agressão.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição! 
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário