terça-feira, 25 de setembro de 2018

Desfecho do Crime - Justiça de Salto de Pirapora condena indivíduo que roubou R$ 52 mil em cheques do Haras Monte Cristo e depositou um dos cheques em sua conta


    JUSTIÇA condenou o indivíduo Tiago Aparecido Pires, por considerar ser um dos autores do assalto no Haras Monte Cristo, em Salto de Pirapora, em 16 de junho de 2017, quando dois homens empunhando armas renderam as pessoas que lá estavam, amarram-nas e deixaram trancadas, em ação contínua roubaram uma câmera fotográfica, um celular, um relógio de pulso e vinte cheques pré-datados totalizando R$ 52 mil.

    O juiz Ricardo Augusto Galão de Souza entendeu que a denúncia apresentada pelo Ministério Público é consistente por apresentar provas da materialidade e autoria do crime patrimonial por parte do réu Tiago Pires, que está preso por determinação da justiça, desde 2017. A reprimenda imposta ao autor do roubo é 5 anos de prisão em regime inicial fechado artigo 157 CP. Relembre o caso abaixo. 

Polícia Civil captura indivíduo acusado de cometer assalto em Salto de Pirapora
Tiago Pires

    Justiça mandou prender um homem apontado como autor do assalto na tarde de 16 de junho de 2017, quando dois indivíduos entraram pelos fundos do Haras Monte Cristo, situado  na Estrada Vicinal João Vermelho, em Salto de Pirapora e renderam as vitimas, agrediram e roubaram pertences e R$ 52 mil em cheques pré-datados. 

    Passados alguns dias, a vítima recebeu informação que um cheque de R$ 2,5 mil havia sido depositado em conta de Tiago Aparecido Pires, 32 anos. A Polícia Militar deteve o suspeito e o levou para a Delegacia de Salto de Pirapora, onde Tiago devolveu para a vítima o montante de R$ 2,5 mil, e depois fora liberado (não houve flagrante).

    O inquérito relatado, o delegado Gilberto Montenegro Costa Filho pediu a prisão preventiva do indivíduo. A justiça ordenou prendê-lo. Na terça-feira pela manhã, 29/08,2017 os policiais civis Caçador, Thiago e Bernardino foram na residência do procurado no Bairro Ipanema das Pedras, em Sorocaba, e não o localizaram. Souberam que ele estava trabalhando numa obra no centro de Araçoiaba da Serra. A equipe policial foi ao local e prenderam o indivíduo.

    Na Delegacia de Salto de Pirapora, o preso Tiago Pires falou ao Sorocaba Notícia. Ao ser indagado a respeito do roubo que ele teria cometido em companhia de um comparsa, Tiago negou qualquer responsabilidade no roubo, relatou que achou um embrulho contendo vários cheques em Sorocaba, foi ao banco e depositou um cheque de R$ 2,5 mil em sua conta bancária. Acrescentou: Sou casado e tenho filhos, trabalho executando pinturas prediais; não roubei nada. Policiais conduziram Tiago ao Centro de Detenção Provisória de Sorocaba.

    Quem comete crime estar sujeito a pão de angústia e água de amargura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário