sábado, 26 de janeiro de 2019

Homem vai responder por ter executado cão a marretada na área rural de Pilar do Sul


    POR VOLTA das 10h de sexta-feira (25/01), a chefe do Centro de Controle de Zoonose de Pilar do Sul, Maíra Martins e o veterinário Daniel, receberam ligação da Polícia Militar solicitando acompanhamento em um sítio localizado no Bairro Turvo dos Góes, zona rural de Pilar do Sul, para verificarem denúncia feita pelo proprietário de um cachorro que havia sido assassinado com requintes de crueldade.

    Os policiais militares e os funcionários da Zoonose chegaram ao local e apuraram a veracidade dos fatos, foram atrás do suspeito. Leandro Viudes Sanches de 27 anos, e este confessou o crime, justificando que o fez porque o animal havia atacado seu filho. A versão de Leandro fora desqualificada pelos vizinhos.

    Leandro friamente relatou que por volta das 18h00 da última quinta-feira (24/01), pôs uma corda envolta do pescoço do animal e o arrastou pelo mato adentro, o amarrou em um tronco de árvore e ali, com requintes de crueldade, o assassinou a golpes de marretada.

    Leandro foi conduzido pelos policiais até a Delegacia local onde foi autuado pelo delegado Milton Andreoli e responderá pelo crime previsto na lei 9605/98, artigo 32 (Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa).

    A equipe da zoonose produziu relatório administrativo juntamente com o laudo realizado pelo veterinário Dr. Daniel, constando que o animal sofreu múltiplas fraturas no crânio e na face, por marretadas, morrendo em decorrência de traumatismo que serão anexados ao boletim de ocorrência registrado pelo proprietário do animal.

      Segundo informações, o animal já havia sido vítima de abandono pelo antigo proprietário que se mudou e o largou ali, Matheus Antonio Domingues, 18 anos, caridosamente acabou adotando o cão que, já era considerado da família há alguns meses.

    Reproduzido do Blog Repórter Pilar

Nenhum comentário:

Postar um comentário