quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Desfecho do Crime - Polícia busca prender ex-secretária da APAE de Pilar do Sul de novo


    13ª CÂMARA DE DIREITO CRIMINAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA-SP negou provimento ao recurso da defesa da ex-secretária da APAE de Pilar do Sul, Sandra Cristina Calijuri Bernardes, condenada pela Justiça de Primeiro Grau por ter se apropriado de R$ 19.661,18 no período de janeiro a julho de 2015 (artigo 168 c.c artigo 71 ambos do C.P). A defesa pleiteou absolvição alegando falta de provas e invocou o princípio jurídico "in dubio pro reo".

    Os desembargadores acolheram apelação do ministério público que defendeu aumento de pena porque Sandra Bernardes é reincidente e porque o crime fora cometido na forma continuada, o membro do Ministério Público também pediu que fosse cassada a incidência da substituição da pena restritiva de liberdade por restritivas de direitos. 

    O acórdão aumentou a pena para 2 anos e 16 dias de reclusão, ampliou a multa para 18 dias-multa, cassou a incidência da substituição da pena privativa de liberdade por restritivas de direitos e manteve o regime semiaberto. 

    Após essa decisão, Sandra Bernardes será presa para cumprir a pena imposta, se estiver trabalhando registrada deverá trabalhar de dia e a noite dormir na cadeia, se não estiver trabalhando aguardará vaga no convênio da Secretaria de Administração Penitenciária que encaminha presas para executarem serviços das Prefeituras da região de dia e a noite voltam para prisão. 

    Em 09 de fevereiro de 2018 a justiça mandou prender Sandra Bernardes, mas depois que a Polícia de Pilar do Sul cumpriu o mandado de prisão a defesa da presa apontou falha na tramitação do acórdão, por isso a justiça mandou soltá-la. 

    Sorocaba Notícia ouviu informação quentíssima que uma equipe da Polícia Civil de Pilar do Sul esteve tentando capturá-la indo ao endereço dela na Rua Minoro Yassuda, nº 207, Jardim Marajoara, mas não a encontrou. Sabe-se que equipes da Polícia Militar daquela cidade também procuram prendê-la, existe suspeita que Sandra Bernardes estaria escondida na casa de seus parentes em São José do Rio Preto-SP. 

    Quem comete crime está sujeito a pão de angústia e água de amargura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário