terça-feira, 12 de março de 2019

DIG captura o traficante Tarimba, ele escondia droga em Piedade e vendia no Parque Laranjeiras, em Sorocaba

Tarimba

    EQUIPE DA DELEGACIA DE INVESTIGAÇÕES GERAIS DE SOROCABA a bordo de viatura descaracterizada realizou acompanhamento visando capturar o indivíduo Alexandre Haddade Júnior, mais conhecido por "Tarimba" apontado em inquérito policial como proprietário de um ponto de venda de drogas na Rua José Bello, no Parque das Laranjeiras, em Sorocaba. 

    Sem Alexandre Tarimba perceber, na segunda-feira, 11/03, policiais seguiram Alexandre que se deslocava a bordo de uma moto em Sorocaba, ele estacionou a motocicleta numa oficina próximo da Avenida Paraguai, depois que ele desembarcou os policiais se aproximaram e disseram: É cana! 

    Ao ouvir a identificação da equipe, o indivíduo Tarimba correu, os policiais correram atrás até alcança-lo. No momento da captura Tarimba teria dito: Já era, dessa vez perdi. A captura ocorreu em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. Leia abaixo porque a Polícia Civil de Sorocaba solicitou ordem para prender Tarimba, que escondia drogas numa chácara no Bairro Jurupará, em Piedade, e trazia para vendê-las no Parque das Laranjeiras.  
Policiais do 8º DP de Sorocaba apreendem 25 Kg de drogas e prendem mulher do tráfico

    INVESTIGAÇÃO DE COMBATE AO TRÁFICO apontou fortes evidências que o indivíduo Alexandre Haddade Júnior, apelidado por "Tarimba" seria o proprietário do ponto de venda de drogas num imóvel situado na Rua José Bello, no Parque das Laranjeiras, em Sorocaba, e Alessandra Nunes de Lima seria gerente da biqueira/boca de fumo. Outra mulher Angélica Virgovino Rodrigues Souza seria responsável pela pesagem, fracionamento e embalar os entorpecentes.  

    A polícia também soube que Alexandre seria dono de outras biqueiras em Sorocaba e que ele utilizava um automóvel Corsa de cor prata, placa DWI 8199 - Sorocaba-SP. As drogas comercializadas nas biqueiras eram escondidas num imóvel em uma área rural, no entanto a polícia não sabia a localização do imóvel onde as drogas eram escondidas. Os investigadores conseguiram informação crível que toda quinta-feira as drogas eram embaladas para abastecer os pontos de venda de drogas durante finais de semana.

    Na quinta-feira, 24/01, a polícia organizou campana próximo a residência de Alessandra na Rua Benedita Ramos dos Santos, Bairro Paineiras, em Sorocaba. Certo momento chegou Alexandre conduzindo o automóvel Corsa; Alessandra e Angélica saíram da residência e entraram no Corsa. Alexandre conduziu o Corsa em direção a Piedade. A polícia utilizando viatura descaracterizada seguiu o carro conduzido por Alexandre. Ele estacionou o carro e todos entraram num imóvel  situado no Bairro Jurupará divisa de Piedade e Votorantim.

    Os investigadores se aproximaram com a viatura descaracterizada, no entanto Alexandre e Alessandra que estavam no quintal da casa suspeitaram que eram policiais e correram para uma mata nos fundos do imóvel.

    A polícia entrou na casa e deteve Angélica. Alexandre e Alessandra não foram encontrados na mata. Dentro da casa a polícia apreendeu dois tijolos de maconha, dois mil frasconetes vazios, dois sacos contendo cocaína a granel, cinco mil e seiscentos sacos plásticos para embalar droga e um mil cento e setenta e três frasconetes contendo crack. 

    Num cômodo ao lado a equipe apreendeu uma prensa certamente utilizada para prensar maconha. Nos fundos do imóvel no interior de uma cocheira encontrou um tambor enterrado contendo doze mil frasconetes vazios, outros sacos contendo cocaína e trinta e um tijolos de maconha. Toda droga totalizou 25 Kg. 

    A polícia apreendeu o automóvel Corsa e toda materialidade delitiva, e trouxe Angélica para o 8º Distrito Policial de Sorocaba. A delegada Luciane Bachir ratificou flagrante de tráfico de drogas artigo 33 da lei 11.343/06 (audiência de custódia).

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário