sábado, 6 de abril de 2019

Em São Paulo 193 pessoas são presas pela Operação Luz na Infância


      POLÍCIA CIVIL de São Paulo já cumpriu mais de 300 mandados de busca, apreensão e de prisão ao longo das quatro etapas da Operação Luz na Infância, coordenada pelo Ministério da Justiça e da Segurança Pública. Até o momento, 193 pessoas já foram presas por crimes relacionados a pedofilia em São Paulo.


    Projetada para combater a pedofilia, o abuso e a exploração sexual de crianças e jovens, a Operação Luz na Infância visa a identificação de criminosos que produzem e compartilhem conteúdo de pornografia infantil.
    Coordenada pela Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), órgão do Ministério da Justiça e Segurança, participam da operação equipes de PC de outros 18 estados, além do Distrito Federal.
    Cada fase da ação acontece simultaneamente em todo o território nacional, sendo atribuído aos respectivos departamentos de Polícia Civil de cada estado o cumprimento dos mandados de prisão e de busca e apreensão determinados pela justiça.
    Computadas as prisões efetuadas em outros estados, a Operação Luz na Infância já foi responsável pela prisão de 549 pessoas envolvidas com o crime de pedofilia.
    O crime de armazenamento de material de pornografia infantil tem pena prevista em lei de um a quatro anos de prisão. Para quem compartilha, a lei prevê pena entre três e seis anos. Já para o crime de produção a pena prevista pode variar entre quatro e oito anos.
    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário