quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Pilar do Sul - Justiça arquiva ação de taxistas que pedia suspensão da atividade dos motoristas do aplicativo Uber


    VINTE TAXISTAS em Pilar do Sul ajuizaram ação popular pedindo na Justiça, a suspensão da atividade Uber. Eles alegaram que Isabel Cristina Dersibia (Driver Femme) realiza transporte de passageiros contratado via aplicativo Uber, serviço este sem concessão da Prefeitura, podendo ser considerado "transporte clandestino". Citando o fato, os taxistas pediram a  suspensão da atividade Uber.

    O juiz Ricardo Galvão solicitou posição do Ministério Público. O representante do MP discordou do pedido dos taxistas. O magistrado citou dois pontos: não considerou ação popular porque não consta a descrição do titulo de eleitor de cada taxista que assinou ação, com isso o juiz afirmou que não reconhece eleitores de Pilar do Sul; Ricardo Galvão ainda discordou do pedido por entender que contratação de corrida via aplicativo Uber (internet) é serviço de caráter individual não sendo necessário concessão do Poder Público, e não existe legislação a respeito do tema. O juiz escreveu "o pleito merece falecer em seu nascedouro" e determinou arquivar o processo sem julgamento de mérito.

    Sorocaba Notícia contatou via telefone com Isabel Dersibia, e ala afirmou que realmente o processo transitou no Fórum de Pilar do Sul, e ela considera a posição da justiça uma brilhante vitória para ela e os demais motoristas do aplicativo Uber e importante resultado para a sociedade pilarense que continua obtendo o serviço Uber com qualidade e preço mais acessível.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição!

2 comentários:

  1. São invejosos só isso . Querendo tirar o emprego dela

    ResponderExcluir
  2. Parabéns,livre concorrência Pilar do Sul na rota do desenvolvimento e da tecnologia.

    ResponderExcluir