sábado, 30 de novembro de 2019

Pilar do Sul - Fugitivo do Sistema Penal é capturado pela PM


    POR MEIO DE DENÚNCIA uma equipe da Polícia Militar em Pilar do Sul soube que o indivíduo Leonardo da Silva Vieira estaria próximo da residência dele no Bairro Campo Grande naquela cidade. 

    O indivíduo era procurado porque fora beneficiado por saída temporária e não  retornou ao sistema penal.

    A polícia deslocou-se ao local citado pelo denunciante e capturou Leonardo, mais conhecido por Ditinho. A polícia suspeita que Leonardo é o autor de um crime cotra o patrimônio em 24 de novembro deste ano, na região central de Pilar do Sul. Um homem simulando estar armado roubou aproximadamente 1 mil de uma sorveteria. Depois do crime o assaltante fugiu.

 Após o registro de procurado capturado, no início da noite de sexta-feira, 29/11, o indivíduo Leonardo foi recolhido em prisão.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição!

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Desfecho do Crime - Homem que tentou matar a esposa em Pilar do Sul é condenado a 16 anos


    O CONSELHO DE SENTENÇA deliberou pela condenação do indivíduo Juberto de Almeida Bonifácio, apelidado por "Juberto Bataia", porque ele tentou matar sua esposa Luciana Carvalho, desferindo-lhe golpes de faca no interior da residência do casal no Jardim Nova Pilar, em Pilar do Sul, na manhã de 16 de fevereiro deste ano.  

    Após os jurados determinarem a sentença, o juiz Ricardo Galvão impôs a dosimetria da pena: 16 anos, 11 meses e 07 dias de reclusão em regime inicial fechado. 

    A promotora de justiça Patricia Manzella Trita que atuou em plenário sustentando o pedido de reprimenda, disse ao Sorocaba Notícia que o magistrado aplicou a dosimetria de 16 anos, porque ela (promotora) desenvolveu a tese de homicídio tentado triplamente qualificado e feminicidio que causou sequelas; outra circunstância citada pela promotora que aumentou a dosimetria é que o ato criminoso ocorreu diante de criança. Juberto Bataia está preso desde o início da instrução criminal. Ao término da plenária na sexta-feira, 29/11, o apenado Juberto Bataia foi levado ao sistema penal. 

    Quem comete crime está sujeito a pão de angústia e água de amargura! 

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Tribunal-SP - Inauguradas Varas Especializadas para julgar Crimes Tributários, Lavagem de Bens e Organização Criminosa


     TRIBUNAL DE JUSTIÇA-SP, o maior do País, instalou, na quarta-feira, 27/11, as 1ª e 2ª Varas Especializadas em Crimes Tributários, Organização Criminosa e Lavagem de Bens e Valores da Capital paulista. 

    O evento, no Fórum Criminal “Ministro Mário Guimarães”, contou com a participação do presidente da Corte, desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças; do vice-presidente, desembargador Artur Marques da Silva Filho; do corregedor-geral da Justiça, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco; e do presidente da Seção de Direito Criminal, desembargador Fernando Antonio Torres Garcia.

        A especialização de varas para julgamento de matérias específicas tem sido adotada pelo TJSP e é importante instrumento para o processamento de questões sensíveis, permitindo aos magistrados total dedicação e aprofundamento no estudo de respectiva temática. Para a instalação das duas varas, o Tribunal também considerou a necessidade de efetivação de medidas de combate ao crime organizado, em consonância com recomendações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Demandas dessas naturezas têm grau de complexidade diferenciado e costumam ter, em geral, número de réus superior aos de outros casos criminais. As novas unidades têm competência para processar e julgar, com exclusividade, as ações penais, inquéritos policiais, termos circunstanciados e medidas cautelares relativas aos crimes contra a ordem tributária e econômica (artigos 1º a 4º da Lei 8.137/90); os crimes da Lei de Licitações (artigos 89 a 98 da Lei nº 8.666/93); os da Lei de Organização Criminosa (Lei nº 12.850/13) e da Lei de Lavagem ou Ocultação de Bens, Direitos e Valores (Lei nº 9.613/98).

        Com a instalação, serão redistribuídas para as varas, de forma equitativa, as ações penais em andamento (sem instrução oral encerrada) – aproximadamente 1.800 – e cerca de 6,8 mil inquéritos e procedimentos cautelares. Atualmente essas demandas são de responsabilidade dos juízes das varas criminais comuns, que precisam, ao mesmo tempo, analisar processos de todos os tipos de delitos, como furtos, roubos, tráfico de drogas e estelionatos, entre outros. Haverá um só cartório para as duas varas, modelo já adotado pelo TJSP com foco na racionalidade e economia.

        As varas instaladas serão coordenadas pelos magistrados Marco Antonio Martin Vargas (1ª) e Marcia Mayumi Okada Oshiro (2ª), além da atuação do juiz auxiliar Ulisses Augusto Pascolati Junior. Marcia Oshiro discursou em nome dos magistrados e agradeceu ao TJSP pela confiança para a judicatura na unidade especializada, que exige atuação extremamente técnica de todos os servidores e operadores do sistema de Justiça. “Esperamos contribuir para a sua celeridade e efetividade, dentro dos rumos absolutos da legalidade e da constitucionalidade. Vamos trabalhar com muito empenho e só temos a agradecer à administração do TJSP, que confiou-nos essa missão. Não vamos decepcionar”, disse.

        O subprocurador-geral de Justiça de Políticas Criminais e Institucionais, Mario Luiz Sarrubbo, que representou o procurador-geral de Justiça, saudou o TJSP pela instalação, em especial o presidente Pereira Calças. “As varas especializadas eram um antigo pleito do Ministério Público. O senhor teve visão administrativa e não se negou a avançar, deixando o Tribunal paulista na vanguarda”, afirmou, dirigindo-se ao presidente. “São Paulo terá, a partir de agora, mais um instrumento importante no combate à criminalidade”, acrescentou.

        O presidente da Seção de Direito Criminal contou que o presidente Pereira Calças, logo no início da gestão, o incumbiu, assim como ao corregedor Pinheiro Franco, da missão de conduzir projeto para a implantação das varas, uma vez que ambos são especialistas na área criminal. Ele destacou a atuação e empenho dos juízes assessores Rodrigo Nogueira, Carlos Eduardo Lora Franco (Corregedoria) e Paulo Rogério Bonini (Seção Criminal), que se debruçaram em estudos e pesquisas sobre a matéria. Para Torres Garcia, a instalação é um sonho que se concretiza, não apenas do Tribunal, mas de toda a sociedade civil organizada, especialmente dos integrantes do Fórum de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (FoccoSP), secretariado neste ano pelo TJSP. “Hoje estamos unidos em um só pensamento e uma só ação, de coibir essa criminalidade hedionda, que acaba com a tranquilidade do povo paulista”, disse Torres Garcia.

        Antes do descerramento da placa alusiva à instalação e desenlace da fita inaugural, o presidente Pereira Calças falou sobre o histórico do projeto de instalação das varas de crimes tributários, organização criminosa e lavagem de bens e valores, iniciado em sua gestão como corregedor-geral, destacando e agradecendo o trabalho de seus juízes assessores à época, Benedito Roberto Garcia Pozzer e André Carvalho e Silva de Almeida. Ele saudou os três magistrados que atuarão nas unidades instaladas no maior fórum criminal das Américas, “responsáveis pela trincheira especializada”. “Os senhores serão os responsáveis por criar uma jurisprudência especializada, que servirá de farol para o Brasil”, declarou o presidente. “Os livros dos juristas que escrevem sobre meio ambiente, falência e recuperações judiciais se espelham na jurisprudência das varas e câmaras especializadas do TJSP e, agora a jurisprudência sobre crimes tributários, organização criminosa e lavagem de bens e valores criminal será cristalizada a partir da Barra Funda e dos magistrados que analisarem os recursos das decisões prolatadas.”
         
        Comunicação Social TJSP – CA (texto) / PS (fotos)
        imprensatj@tjsp.jus.br

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Estado - Rodovia Mais Segura prende 240 pessoas e apreende 350 Kg de entorpecentes

    AS POLICIAS MILITAR-SP e Polícia Rodoviária Federal realizaram desde a meia-noite de segunda-feira, 25/11, mais uma edição da operação “Rodovia Mais Segura”. A ação foi deflagrada em todo o Estado de São Paulo.

    Com a finalidade de combater a criminalidade e prevenir infrações, garantindo a segurança nas rodovias, 19.388 policiais militares foram mobilizados, com o emprego de 8.782 viaturas e 11 aeronaves distribuídas em mais de 1,8 mil pontos.
    Durante a operação, 31.722 pessoas foram abordadas, sendo 143 pessoas presas e/ou apreendidas e 101 foragidos capturados. Mais de 24 mil veículos foram vistoriados e 166 motoristas autuados por consumo de álcool ou por se recusar a fazer o teste do bafômetro. A PM também apreendeu 12 armas e 352 quilos de drogas, além recuperar 51 veículos produtos de roubo ou furto.
    A ação conjunta contou a participação de várias unidades da PM, como o Comando do Policiamento Rodoviário, os Batalhões de Ações Especiais de Polícia (Baeps), as Forças Táticas, o policiamento de choque, territorial e ambiental, além do Comando de Aviação por meio do patrulhamento aéreo.
    As equipes permaneceram em locais estratégicos, apontados pelo serviço de inteligência da PM, para sufocar a ação de criminosos. Houve reforço do policiamento entre marginais e acessos às rodovias estaduais e federais de São Paulo. A medida marca a prioridade do Governo do Estado com a segurança em São Paulo, que também busca uma maior integração com a Polícia Federal.
    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Procurado pela Polícia Civil-SP - Mais um suspeito de roubar 750 Kg de ouro em Guarulhos


     A POLÍCIA CIVIL DE SÃO PAULO procura prender o indivíduo Joselito de Souza, 52 anos, pardo, altura 1.65, olhos castanhos escuros, cabelos castanhos escuros, natural de Monte Santo-BA.

    A polícia pediu a prisão preventiva do indivíduo, porque de acordo com a polícia, Joselito teria participado do roubo de 750 Kg de ouro no interior do Terminal de Transporte de Cargas do Aeroporto de Guarulhos-SP, em julho deste ano. 

    Quem souber por onde vive Joselito, ligue Disque Denúncia 181 ou acione o telefone da Polícia Civil de São Paulo 11-3311-3148.

    Fonte: Polícia Civil 

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

Piedade - Munícipe pede inquérito civil para apurar orçamentos da empresa do irmão do vice-prefeito Júnior JK


    O CIDADÃO Cleber Ricardo Rodrigues de Camargo Leme protocolou ofício no Ministério Público, pedindo abertura de inquérito civil objetivando apuração a respeito dos procedimentos que a Prefeitura de Piedade adotou para contratar a empresa L.A.F Soluções Ltda, que pertence ao irmão do vice-prefeito de Piedade, o Júnior JK.

    O munícipe cita no documento que a empresa fora aberta em março de 2017, no primeiro semestre da atual administração pública em Piedade. Ainda de acordo com o munícipe, a Prefeitura realizou cotações de preços para contratar empresas prestadoras de serviços.

    Em todas as cotações de preços, apareceram três empresas que apresentaram orçamentos, a Metroseg Sistemas, a empresa L.A.F Soluções e a DP Instalações Elétricas. A empresa L.A.F. Soluções apresentou valor menor em todos os orçamentos, por isso houve declaração das menores propostas e a empresa L.A.F Soluções foi chamada para assinar os contratos e prestar os serviços.

    Cada serviço executado não ultrapassou R$ 8 mil, no entanto somando todos os contratos o total atinge R$ 40 mil. O munícipe suspeita que a empresa do irmão do vice-prefeito tenha sido privilegiada.

    - Não é crível e nem mesmo aceitável que somente a empresa mencionada tenha condições de vencer as cotações, quanto mais na condição privilegiada que ostenta, dada a sua subjetiva preferência. Em todas as contratações, além da repetitiva presença das três empresas, a vencedora sempre foi a empresa do irmão do vice-prefeito, com apresentação de valores bem abaixo das demais cotações. Dá-se a impressão com a devida prudência da observação de nítida "pactuação caseira".   

    Não dá para viver sem notícia!   

 

sábado, 23 de novembro de 2019

São Miguel Arcanjo - Homem morre afogado na Lagoa Guapé, onde acontece o Pan-Americano de Caiaque


    UM HOMEM morreu afogado na Lagoa Guapé, no Centro de São Miguel Arcanjo, onde acontece desde quinta-feira, 21/11, o Campeonato Pan-Americano de Caiaque Polo.
    
    De acordo com informação não oficial, a vítima Rafael Pereira de 34 anos, mais conhecido por "Cará", residente em São Miguel Arcanjo, morreu afogado por volta das 23h de sexta-feira, 22/11. Ele não era competidor. 

    O corpo de Rafael foi levado ao Instituto Médico Legal de Itapetininga. O registro do caso ocorreu no Plantão Policial de Itapetininga. A Polícia Civil investigará o ocorrido. A competição prossegue até domingo, 24/11.

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato!

sexta-feira, 22 de novembro de 2019

São Miguel Arcanjo - Rapazes envolvidos com tráfico são surpreendidos pela DISE


    EQUIPE DA DELEGACIA DE INVESTIGAÇÃO SOBRE ENTORPECENTE - DISE de Itapetininga, cumpriu mandado de busca domiciliar sexta-feira pela manhã, 22/11, na região central de São Miguel Arcanjo e apreendeu porções de drogas prontas para venda, anotações referente o tráfico de entorpecentes, dois tabletes de maconha e uma garrucha calibre 22.

    O alvo da ação policial são dois rapazes: Leonardo Moyses Martins, 18 anos, Marcos Henrique Oliveira de Paula, 24 anos. A polícia apreendeu a materialidade delitiva e deteve os dois. Na Delegacia, houve autuação por tráfico de droga, associação para tráfico de droga e posse ilegal de arma: artigos 33 e 35 da lei de narcóticos e artigo 12 do Estatuto do Desarmamento (audiência de custódia). 

    A polícia identificou a conduta dois envolvidos com tráfico de drogas, porque além de fortes indícios, conseguiu quebra de sigilo telefônico, determinada pelo juiz Matheus Oliveira Nery Borges, no Fórum de São Miguel Arcanjo.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição! 

Estado - Operação Interior Mais Seguro prende 189 pessoas e apreende 22 Kg de drogas

    POLÍCIA MILITAR iniciou quinta-feira, 21/11, a Operação Interior Mais Seguro em todo o Estado de São Paulo, nas regiões em que há áreas rurais, com a finalidade de garantir a continuidade da redução dos indicadores criminais, aumentando a presença ostensiva para melhorar a percepção de segurança das pessoas e combater o crime.  A ação se estendeu até a madrugada de sexta-feira, 22/11.

    A operação, que está em sua 7ª edição, contou com a mobilização de 12.988 policiais militares, com o emprego de 5.875 viaturas e 11 helicópteros, distribuídos em 1.343 pontos. As equipes permaneceram em locais estratégicos nas áreas rurais, apontados pelo serviço de inteligência da PM, para sufocar possíveis ações de criminosos.
    Além do policiamento preventivo, também atuaram com foco em receber das comunidades rurais informações que apontem melhorias da segurança local bem como os policiais militares foram agentes estimuladores do Programa Vizinhança Solidária.
    A ação resultou em 22.236 abordagens, sendo 122 pessoas presas e/ou apreendidas e 67 foragidos capturados. Também houve a apreensão de 22,6 quilos drogas. Mais de 17,7 mil veículos foram vistoriados e 131 motoristas autuados por consumo de álcool ou se recusar a passar pelo teste do bafômetro. A PM também recuperou 37 veículos produtos de roubo ou furto e retirou das ruas 15 armas de fogo ilegais.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Estado - Operação Interior Mais Seguro

    A POLÍCIA MILITAR desencadeia desde às 5 horas de quinta-feira, 21/11, a Operação Interior Mais Seguro em todo o Estado de São Paulo, nas regiões em que há áreas rurais, com a finalidade de garantir a continuidade da redução dos indicadores criminais, aumentando a presença ostensiva para melhorar a percepção de segurança das pessoas e combater o crime.   

 As ações especiais não têm hora para se encerrar. A operação conta com a mobilização de 12.988 policiais militares, com o emprego de 5.875 viaturas e 11 helicópteros, distribuídos em 1.343 pontos. As equipes estarão em locais estratégicos nas áreas rurais.
    Além do policiamento preventivo, também atuarão com foco em receber das comunidades rurais informações que apontem melhorias da segurança local bem como os policiais militares serão agentes estimuladores do Programa Vizinhança Solidária.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

terça-feira, 19 de novembro de 2019

Polícia Civil-SP Procura - Suspeito de participação no roubo de 750 Kg de ouro no Aeroporto de Guarulhos


    O INDIVÍDUO DA FOTO é suspeito de participação no roubo de R$ 750 Kg de ouro no interior do Terminal de Transporte de Cargas no Aeroporto de Guarulhos, crime ocorrido em julho de 2019.

    A Polícia Civil de São Paulo pediu a prisão preventiva do indivíduo. A justiça ordenou prendê-lo preventivamente.

    Francisco Teotonio da Silva Pasqualini, tem 56 anos, é branco, olhos azuis, cabelos grisalhos, altura 1.75, natural de Custódia-PE. Quem souber seu paradeiro ligue para Polícia (11) 3311-3148 ou Disque Denúncia 181. 

 

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Tatuí - Homem é morto por golpes de facão; 4 indivíduos estão presos


    POR VOLTA DAS 10h de domingo, 17/11,alguém acionou a Polícia Militar e informou que indivíduos assassinaram um homem desferindo-lhe golpes de facão, num terreno do Jardim Novo Horizonte. 

    A polícia foi ao local e encontrou o corpo de Fernando Menezes Roque, apresentando ferimentos no antebraço, na face e no pescoço.

    Com informações de populares, a polícia iniciou diligências e localizou cinco suspeitos. Conduziu os suspeitos para a Central de Flagrante em Tatuí. Ao ouvir as versões dos suspeitos e de uma testemunha, o delegado Luiz Rafael de Souza Campos deliberou pela liberação de um suspeito de prenome Wagner.

    Em seguida o delegado prendeu os quatro suspeitos: Edgar de Camargo, Adilson Pires dos Santos, Marcos Rogério de Almeida, Elton Gomes da Silva (artigo 121 C.P; audiência de custódia). O fato resultante do desentendimento que culminou em violência fatal não fora revelado pelos suspeitos.

    Norícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição!

São Miguel Arcanjo - Justiça determina Lar São Vicente de Paulo acolher idoso hospitalizado que morava sozinho


    O IDOSO Luiz de Macedo, 70 anos, residia sozinho na área rural de São Miguel Arcanjo. 

    Em 2017 ele sofreu acidente vascular cerebral. Luiz esteve internado por causa do AVC que o tornou dependente de acompanhamento de terceiros. Desde 2018 o idoso esteve internado no Hospital Beneficência Nipo- Brasileira em São Miguel Arcanjo.

    Luiz tem duas irmãs, mas elas não podem cuidar dele pois ambas são avançadas em idade. O hospital liberou o idoso, porém, ele permaneceu naquele hospital por não haver pessoa para cuidar dele. 

    Houve pedido para o Lar São Vicente de Paulo acolher o idoso, porque existe convênio firmado entre a Prefeitura de São Miguel Arcanjo e o Lar São Vicente de Paulo. A direção do Lar São Vicente de Paulo negou o pedido alegando não existir vaga masculina.

    O ministério público ajuizou ação civil pública (obrigação de fazer) contra Prefeitura e Lar São Vicente, e afirmou que nos termos do convênio não consta distinção de vaga.

    No bojo do processo, o ministério público detalhou os fatos e pleiteou tutela antecipada (liminar) para o convênio Prefeitura e Lar São Vicente acolher o idoso. 

    Em 30 de outubro, o juiz Matheus Oliveira Nery Borges concedeu a liminar fundamentando que amparo ao idoso é dever da família, da sociedade e do Estado. Luiz de Macedo já está internado na entidade.

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato! 

domingo, 17 de novembro de 2019

Ibiúna - Indivíduo do tráfico é flagrado pela PM


    EQUIPE da Polícia Militar ouviu denúncia que um indivíduo era envolvido com o tráfico de droga e que ele utilizava um utilitário Strada para a mercância ilícita. 

    Policiais militares avistaram o veículo trafegando pela região central de Ibiúna, e iniciaram acompanhamento até abordar o veículo. O condutor Francisco Fernando dos Santos tinha a quantia de R$ 1.140. A equipe encontrou 58 porções de cocaína no interior do carro. 

    Diante do fato, a polícia apresentou o caso na Delegacia de Ibiúna, na madrugada de domingo, 17/11. O delegado José de Arruda Madureira ratificou flagrante de tráfico de entorpecente artigo 33 da lei 11.343/06 (audiência de custódia). De acordo com a Polícia Militar esta é a terceira vez que Francisco é autuado pelo mesmo delito. 

    Quem ler jornal só sabe notícia amanhecida, leia Sorocaba Notícia aqui a notícia é da hora!

sábado, 16 de novembro de 2019

Estado-SP - Aniversário do Batalhão de Choque


    O 4° BATALHÃO DE CHOQUE (Operações Especiais) da Polícia Militar comemorou, na quinta-feira, 14/11, seu 11° aniversário. O secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, prestigiou a solenidade.

    "A história militar evoluiu e a necessidade veio impondo a necessidade de termos as tropas especializadas. Daí sua importância. A todos os senhores que representam a tropa de hoje, meu reconhecimento, abraço e agradecimento", disse o secretário. "[O Estado de] São Paulo agradece os senhores pelo que fizeram e fazem por ele", complementou.
    Composta pelo Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) e pelo Comando de Operações Especiais (COE), o 4° BPChq é comandado atualmente pelo tenente-coronel Luis augusto Pacheco Ambar.
    O Gate é uma tropa especial para atuar em resgate de reféns e outras ocorrências críticas, como o desarmamento de bombas. O COE realiza operações em locais de difícil acesso ou de alto risco, inclusive para o resgate de pessoas e combate ao tráfico de drogas.
    "[É uma] alegria estar aqui, com umas das melhores tropas do país, cujo lema é servir. O treinamento dos Batalhões de Ações Especiais [de Polícia] foram confiados aos senhores e senhoras por conta do profissionalismo que durante anos os senhores exalam", destacou o comandante geral da PM, coronel Marcelo Veira Salles. "Fico muito honrado em marchar ao lado de uma tropa tão dedicada como o 4° Batalhão de Choque", completou.
                    Medalha Cruz de Sangue
    Durante o evento foram entregues medalhas "Cruz de Sangue" a dois policiais militares e para a esposa de um PM. Instituída em março de 1998, a honraria é entregue a PMs que, por injusta agressão física, tenham se ferido ou falecido no desempenho de suas funções ou em razão dela. 
    Concebida em três graus, a medalha de bronze é entregue aos PMs cujos ferimentos tenham os afastados temporariamente das funções. A de prata é concebida aos que foram tirados de forma definitiva de suas funções devido aos ferimentos. A de ouro, por sua vez, é entregue aos familiares de PMs mortos em decorrências dos ferimentos.
   "Homenageamos aqui três heróis que representam todos aqueles que chegaram ao extremo do seu compromisso, que é se sacrificar por uma população que nos acolhe", ressaltou o general Campos se referindo aos agraciados.
    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Estado-SP - Operação Rodovia Mais Segura prende 259 pessoas e apreende 24 Kg de entorpecentes

    AS POLICIAS Militar do Estado de São Paulo e Rodoviária Federal realizaram, desde a meia-noite de quinta-feira, 14/11, mais uma edição da operação “Rodovia Mais Segura”. A ação foi deflagrada em todo Estado de São Paulo.

    Com a finalidade de combater a criminalidade e prevenir infrações, garantindo a segurança nas rodovias, 19.476 policiais militares foram mobilizados, com o emprego de 9.271 viaturas e 11 aeronaves distribuídas em mais de 1,9 mil pontos.
    Durante a operação, 29.677 pessoas foram abordadas, sendo 170 pessoas presas e/ou apreendidas e 89 foragidos capturados. Mais de 21 mil veículos foram vistoriados e 161 motoristas autuados por consumo de álcool ou por se recusar a fazer o teste do bafômetro. A PM também apreendeu 13 armas e 24,5 quilos de drogas, além recuperar 52 veículos produtos de roubo ou furto.
    A ação conjunta contou a participação de várias unidades da PM, como o Comando do Policiamento Rodoviário, os Batalhões de Ações Especiais de Polícia (Baeps), as Forças Táticas, o policiamento de choque, territorial e ambiental, além do Comando de Aviação por meio do patrulhamento aéreo.
    As equipes permaneceram em locais estratégicos, apontados pelo serviço de inteligência da PM, para sufocar a ação de criminosos. Houve reforço do policiamento entre marginais e acessos às rodovias estaduais e federais de São Paulo. A medida marca a prioridade do Governo do Estado com a segurança em São Paulo, que também busca uma maior integração com a Polícia Federal.
    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Araçariguama - Polícia Civil encontra canil clandestino


    A POLÍCIA CIVIL localizou, na manhã de terça-feira, 11/11, um canil clandestino com diversos animais vivendo em condições precárias. O estabelecimento fica situado na Rua Luiz de Oliveira, na Vila Nova, em Araçariguama, no interior do Estado.

    Equipes da delegacia do município e do Grupo de Operações Especiais (GOE) receberam um chamado de um instituto de proteção aos animais para checar uma denúncia anônima. No endereço indicado, encontraram 48 animais em condições de maus tratos. 
    Eles estavam presos sem água e alimentos.Ao todo, foram resgatados 42 cachorros, um galo, duas cabras, um cabrito e duas tartarugas. Uma idosa, de 62 anos, e um homem, de 38, serão investigados. O caso foi registrado como praticar ato de abuso a animais.
    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Estado - 29ª Operação São Paulo Mais Seguro: 225 pessoas presas

    POLÍCIA MILITAR desencadeou, na segunda-feira, 11/11, a Operação São Paulo Mais Seguro em todo o Estado de São Paulo, com a finalidade de garantir a continuidade da redução dos indicadores criminais, aumentando a presença ostensiva para melhorar a percepção de segurança das pessoas e combater o crime. A ação se estendeu até a madrugada de terça-feira, 12/11.

    A operação contou com a mobilização de 16.446 policiais militares, com o emprego de 7.139 viaturas, distribuídos em 1.406 pontos. As equipes permaneceram em locais estratégicos, apontados pelo serviço de inteligência da PM, para sufocar possíveis ações de criminosos. 
    A ação resultou em 25.190 abordagens, sendo 133 pessoas presas e/ou apreendidas e 92 foragidos capturados. Também houve a apreensão de 1,3 tonelada de drogas. 
    Além disto, 20.046 veículos foram vistoriados e 51 motoristas autuados por consumo de álcool ou se recusar a passar pelo teste do bafômetro. A PM também recuperou 34 veículos produtos de roubo ou furto e retirou das ruas 22 armas de fogo ilegais.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

Araçariguama - Apreensão de 2,3 toneladas de maconha, três criminosos presos e um morto


    A Polícia Militar apreendeu, 2,3 toneladas de maconha, um revólver e munições em um galpão localizado na Rua Um, em Araçariguama, na região de Sorocaba. Na ação, que ocorreu no fim da noite de sábado, 09/11, três criminosos foram presos em flagrante.


    Policiais militares do 5° Batalhão de Ações Especiais (Baep), receberam denúncia e se deslocaram ao galpão. No local, os PMs perceberam que alguns suspeitos realizavam o recebimento de uma grande quantidade de drogas.
    Com a chegada da equipe, um homem reagiu e houve troca de tiros. Ele foi atingido e socorrido ao pronto-socorro da cidade de Araçariguama, mas não resistiu. Outros três homens foram presos em flagrante no local. 
    Foram apreendidas 2,3 toneladas de maconha um revólver e munições. Todo material foi encaminhado ao Instituto de Criminalística para perícia.
    A ocorrência foi registrada como tráfico de drogas, associação ao tráfico, morte decorrente de intervenção policial e porte ilegal de arma de fogo na Delegacia de São Roque.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Justiça-SP nega pedido de indenização a líder religioso criticado em redes sociais


    A 42ª VARA CÍVEL DA CAPITAL negou pedido de indenização ajuizado por líder de igreja evangélica contra outros pastores que publicaram críticas em redes sociais.  Ele requereu a exclusão das supostas ofensas e a condenação dos réus por danos morais.

        Na decisão, o juiz André Augusto Salvador Bezerra considerou o autor como líder político, “eis que, num estado laico, a igreja deve ser vista como ente da sociedade civil”. Conforme o magistrado, “embora o demandante ocupe função em uma instituição religiosa, a controvérsia em debate não pode se pautar pela fé ou religiosidade, presentes, inclusive, em muitas das mensagens publicadas em redes sociais pelas partes, conforme se depreende da documentação por elas trazida. A controvérsia deve ser apreciada sob o prisma do dever de neutralidade e respeito do Estado perante as mais diversas crenças (ou ausência de crenças), que caracterizam a respectiva laicidade, conforme artigo 5º, VI, da Constituição da República”.

        Para o magistrado, a liderança exercida pelo autor representa o exercício de uma função política que, de fato, envolve fé, mas que, ao final, dá corpo a valores que influenciam o dia a dia das decisões tomadas pela sociedade brasileira. “Tanto é assim que o autor exerceu também a função de deputado federal, um cargo eminentemente político e, diferentemente de ativista da sociedade civil, partidário”. E completou: “Em uma democracia, como a projetada pela vigente Constituição da República, quem exerce liderança política no âmbito oficial partidário ou no âmbito da sociedade civil - está sujeito a críticas, especialmente após sofrer matéria jornalística e investigação policial sob acusação de desvio de verbas”.

        A sentença não considerou que as críticas publicadas tivessem potencial ofensivo que justificasse uma indenização por danos morais. “Tais críticas, quando muito, trouxeram ao autor um aborrecimento corriqueiro, por que pode passar qualquer pessoa pública, estando por isso sujeito a apreciações desfavoráveis de terceiros. Não há, em outras palavras, qualquer ‘sofrimento moral intenso’ (TJSP, JTJ 143/88, rel. Desembargador Benini Cabral) apto, sob uma análise laica da questão debatida, ao acolhimento da pretensão indenizatória.”
        Cabe recurso da decisão.

        Processo nº 1128757-59.2018.8.26.0100

        Comunicação Social TJSP – DM (texto) / Internet (foto)
        imprensatj@tjsp.jus.br

sábado, 9 de novembro de 2019

Ibiúna/Piedade - Homem é assassinado a tiros


    POR VOLTA DAS 17h30, de sábado, 09/11, dois homens desentenderam e um sacou uma arma de fogo e efetuou quatro tiros certeiros. O desafeto e vítima estava dentro de um automóvel estacionado na Rua Raimundo José Pereira, no Bairro Paruru, na divisa de Piedade com Ibiúna.

    De acordo com vizinho, o autor dos tiros é de prenome Alexandre, um churrasqueiro que reside no Bairro Piratuba, área rural de Piedade. Depois do crime, Alexandre fugiu. O homem ferido pelos disparos foi levado ao Hospital de Ibiúna, mas Rosenildo Barbosa da Silva chegou no hospital sem vida. A motivação da morte violenta é desconhecida. 

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato!

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Estado - Diretoria de Pessoal da PM comemora 132 anos


    POLÍCIA MILITAR comemorou quinta-feira, 07/11, mais um aniversário da sua Diretoria de Pessoal, que completou 132 anos. O secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, participou da solenidade alusiva à data.

    "As instituições são feitas de pessoas e história. São 132 anos cuidando das pessoas e das famílias da Polícia Militar de São Paulo", disse o titular da pasta se referindo à Diretoria. Segurança Pública é um triângulo em que um dos vértices é o uso da tecnologia, outro a inteligência, mas a mais importante é a valorização das pessoas. E como fazemos isso? Gerindo-as bem", destacou.
    "Tudo passa pela Diretoria [de Pessoal]. Vocês são o cartão de visitas e fazem um trabalho espetacular, sem o qual a nossa Polícia Militar não sobreviveria", complementou o comandante geral da PM, coronel Marcelo Veira Salles.
    A Diretoria de Pessoal foi criada em 7 de novembro de 1887, no período em que foi baixado o regulamento para o corpo policial permanente de São Paulo, estabelecendo as atribuições do secretário, atuais funções da diretora de Pessoal. Entre suas atribuições estão a coordenação, fiscalização, controle e execução de todas as atividades relacionadas com a vida funcional do policial-militar e civil da Instituição, assim com as atividades de previdência, documentação pessoal, transferências, processos, dentro outros.
    "Nossas atribuições não constituem simples tarefas administrativas. Cada peça faz parte de uma grande engrenagem que precisa funcionar perfeitamente para que o policial na ponta da linha tenha seus direitos e necessidades garantidos dentro do que a lei prevê e estabelece. E mais do que isso, cada policial merece esse respeito de cada um de nós. Tudo em prol de sempre atender bem", discursou a atual diretora de Pessoal, coronel Mônica Puliti Dias Ferreira.
    Durante a cerimônia, 43 pessoas, além do secretário, foram agraciadas com a Medalha de Mérito da unidade, instituída com o objetivo de homenagear as personalidades civis e militares, bem como instituições públicas e privadas, que tenham prestado relevantes serviços à Diretoria de Pessoal, à PMSP, contribuindo, dessa forma, para o desenvolvimento da administração de pessoal na PM.
    Também houve o descerramento do retrato do coronel Nelson Guilharducci, para a Galeria de Ex-diretores da unidade. O oficial, que iniciou sua carreira na PM em 1985, já atuou como chefe da Secretaria das Comissões, subchefe de Gabinete do Comando Geral, comandante do Policiamento de Área Metropolitana 5, diretor de Pessoal e, atualmente, exerce a função de chefe de gabinete no Comando Geral da PM.
    "Foram quase oito meses intensos trabalhando com um efetivo dedicado e que atua no anonimato, trazendo tranquilidade aos nossos policiais", ressaltou o oficial. "Aqui deixo os meus sinceros agradecimentos aos valorosos profissionais que atuam diuturnamente na Diretoria de Pessoal", finalizou.
    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

Sorocaba - DISE captura criminosos que atuavam no tribunal do crime do PCC


    POLICIAIS DA DELEGACIA DE INVESTIGAÇÃO SOBRE ENTORPECENTE (DISE) de Sorocaba prenderam quatro indivíduos envolvidos em crimes e com o Primeiro Comando da Capital (PCC). 

    A polícia firma que dois deles são militantes do PCC: Rodrigo Meira, mais conhecido por "Carcaça" apontado como disciplina do PCC em Votorantim e Ezaziel Fernandes de Matos, alcunhado de Bem-te-vi, este seria executor de sentenças no tribunal do crime do PCC. 

    Os indivíduos Caio Felipe de Lima Maldonado e Kenshiro Cleophas Dias, o "Shiro" são apontados como gerentes do tráfico a serviço do traficante Rodrigo Meira, o Carcaça. 

    A polícia prendeu Caio e Shiro porque cumpriu mandado de prisão temporária expedido pela 2ª Vara Criminal de Sorocaba. Durante a ação, os policiais apreenderam: cocaína, maconha, crack, arma e munição. A ação policial ocorreu quinta-feira, 07/11. Há cinco meses a DISE investiga o bando, outros criminosos do bando estão presos por tráfico de droga.

    Não dá para viver sem notícia!   

Salto de Pirapora - Indivíduo é morto ao resistir incursão policial


    NA MADRUGADA DE QUINTA-FEIRA, 07/11, equipes da Polícia Militar foram ao Bairro Santa Maria, para averiguar denúncia, que o indivíduo Paulo Henrique Soares Abe, o "Japonês", conhecido nos meios policiais, apontado como autor de crimes patrimoniais, e procurado pela Polícia, estaria em via pública no referido bairro, próximo a residência do mesmo.

    Paulo Henrique avistou as viaturas e entrou em sua residência, a polícia cercou a residência dele e visualizou o indivíduo armado. A polícia pediu para Paulo Henrique se render, contudo, Paulo Henrique teria reagido. A polícia efetuou disparos que atingiram-no fatalmente. Ainda de acordo com a Polícia, um tiro atingiu o braço de um policial.

   Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição!  

Piedade/Araçoiaba - Três homens presos por associação criminosa


    DURANTE AVERIGUAÇÃO de atitude suspeita, despachada pelo Centro de Operações da Polícia Militar, a equipe deslocou-se até o bairro Vila Moraes, do município de Piedade, na Rua Laurindo Vieira Cardoso, onde estaria um indivíduo no interior de um veículo Mitsubishi Pajero, parado há algum tempo.

    No local, localizado o veículo, iniciou-se a abordagem, sendo constatado que havia duas pessoas em seu interior, de nomes Diogo e Eliton. Realizada a busca pessoal e posterior a busca veicular, foi localizado atrás do aparelho de som, um simulacro de uma pistola modelo PT 100.

    Conduzidos à Santa Casa de Piedade, Eliton revelou aos policiais, que na madrugada passada, ele, na companhia de outros indivíduos, tentaram explodir um caixa eletrônico no município de Araçoiaba da Serra porém, não tiveram êxito. Relatou ainda que horas depois do ocorrido, eles tentaram, sem êxito, praticar um roubo a uma chácara e a um enfermeiro na Vila Moraes.

    Diante das informações passadas pelo Eliton, foram realizadas diligências até o bairro do Turvo, e após localizar a casa de Diogo, no interior de um salão de cabeleireiro de sua propriedade, localizaram o terceiro indivíduo de nome Gilmar, também apontado por Eliton como o terceiro envolvido na ocorrência de Araçoiaba da Serra.

    Eliton sem exitar, colaborou com a Polícia Militar e passou as informações que permitiram a localização de um quarto indivíduo, de nome Josué, que foi apontado por ele, como o responsável pela aquisição e o acionamento dos explosivos que danificaram a agência bancária em Araçoiaba da Serra.

    Todos foram conduzidos ao plantão policial de Piedade, onde o delegado de plantão, Dr Oscar Garcia ratificou a voz de prisão de Eliton, Diogo e Gilmar, que permaneceram presos (audiência de custódia) e liberou Josué, após colher o depoimento deste. 

    Texto reproduzido da Polícia Militar

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Estado - Operação São Paulo Mais Seguro: 206 pessoas detidas e apreensão de 57 Kg de entorpecentes

    POLÍCIA MILITAR desencadeou, nesta terça-feira, 05/11, a Operação São Paulo Mais Seguro em todo o Estado de São Paulo, com a finalidade de garantir a continuidade da redução dos indicadores criminais, aumentando a presença ostensiva para melhorar a percepção de segurança das pessoas e combater o crime. A ação se estendeu até a madrugada desta quarta-feira, 06/11. 

    A operação contou com a mobilização de 18.481 policiais militares, com o emprego de 7.849 viaturas e 11 helicópteros, distribuídos em 1.581 pontos. As equipes permaneceram em locais estratégicos, apontados pelo serviço de inteligência da PM, para sufocar possíveis ações de criminosos. 
    A ação resultou em 26.019 abordagens, sendo 118 pessoas presas e/ou apreendidas e 88 foragidos capturados. Também houve a apreensão de 57,8 quilos de drogas. 
    Além disto, 20.861 veículos foram vistoriados e 50 motoristas autuados por consumo de álcool ou se recusar a passar pelo teste do bafômetro. A PM também recuperou 31 veículos produtos de roubo ou furto e retirou das ruas nove armas de fogo ilegais.
    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP