sexta-feira, 13 de março de 2020

Piedade - Estelionatária aplica golpes em três estados utilizando nome de uma advogada de Piedade


    UMA MULHER contata pelo WhatsApp com a vítima dizendo ser de uma instituição financeira e oferece um determinado valor para financiamento. Ao aceitar, a vítima envia toda documentação pessoal que é exigida pela golpista para simular um banco real.

    Em seguida, a golpista exige um valor para liberar o financiamento. Se a vítima desiste do suposto negócio e não efetua o depósito exigido, a golpista utiliza outro WhatsApp, e se apresenta como advogada do banco. No perfil do Zap aparece foto da advogada Giovana que é associada do escritório de Advocacia Oliveira Silva, estabelecido na Rua Lupércio da Silveira Baldy, em Piedade. Ao fundo da foto aparece a logo do escritório de advocacia.

      Dizendo ser a advogada, a golpista faz exigência do depósito sob pena de configurar "quebra de contrato". Algumas das vítimas realizaram o depósito encaminharam o comprovante aos golpistas e não mais conseguiram estabelecer contato com eles, pelo que registraram boletim de ocorrência. Em outros casos, as vítimas não chegaram a transferir os valores exigidos e por isso a golpista ameaçou bloquear conta bancária e restrição de crédito.

    Em um dos casos, a vítima se opôs ao pagamento e disse que se tratava de golpe. Após a comunicação feita pela vítima, a golpista ameaçou  "abrir um processo por suposta calúnia e difamação". A vítima tinha cópia de uma nota pública do escritório de advocacia alertando contra os golpes. Ao saber da alerta, a golpista xingou a vítima com palavras de baixo calão e fez graves ameças. Até o momento as vitimas são de Rondônia, Paraná, da capital paulista e Piracicaba-SP. 

    O escritório de Advocacia Oliveira Silva produziu dossiê sobre os fatos. Conseguiu áudio da golpista que faz acreditar ser uma mulher da capital paulista que emite os áudios. O escritório registrou queixa  na Delegacia de Piedade. O delegado Oscar Machado Júnior instaurou inquérito.   

          Nota do Escritório de Advocacia Oliveira Silva

    Fomos informados que golpistas estão usando a minha imagem e da Oliveira Silva Advocacia para extorquir pessoas, passando-se por empresas de cobrança de estabelecimentos bancários. Informamos que nós NÃO fazemos cobranças por meio das nossas redes sociais. Caso se deparem com contato semelhante, pedimos a gentileza de nos comunicar, denunciar e bloquear o contato, sem prejuízo de formalizarem Boletim de Ocorrência por crime de estelionato.

    Não dá para viver sem notícia!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário