segunda-feira, 18 de maio de 2020

Pilar do Sul - Secretário municipal é acusado de assédio sexual; estagiária na Prefeitura é suposta vítima


    UM SECRETÁRIO DO GOVERNO MUNICIPAL PILARENSE é investigado pela Polícia Civil porque existe queixa que o secretário a serviço do governo teria cometido assédio sexual. Uma estagiária de 21 anos, moradora na mesma cidade, e trabalha na Prefeitura é a suposta vítima.

    O secretário foi até a residência da moça para entregar-lhe uma cesta de alimentos, após realizar a entrega ele elogiou a moça dizendo que ela é bonita e agarrou a estagiária. A estagiária desceu na Delegacia da cidade e relatou o caso citando pormenores e os termos proferidos pelo secretário, que desempenha funções numa sala no Paço.

    Desde então está instaurado inquérito visando apurar assédio sexual artigo 216-A C.P, eis a seguir a redação do artigo: assédio sexual passa a ser previsto no artigo 216 A do Código Penal, que estabelece: "Constranger alguém com intuito de levar vantagem ou favorecimento sexual, prevalecendo-se o agente de sua forma de superior hierárquico, ou ascendência inerentes a exercício de emprego, cargo ou função: Pena: detenção de 1 a 2 anos.

    Sorocaba Notícia sabe quem é o secretário investigado, mas não cita sua identidade na matéria porque adota regra própria que nesse tipo de caso só informa a identidade do autor se ocorrer flagrante (agente preso). O fato ainda está em investigação, em breve será encaminhado ao Fórum, se houver denuncia do Ministério Público e a Justiça decretar punição ao culpado, o site Sorocaba Notícia publicará detalhes da formação da culpa e o nome do secretário condenado. 

    Aqui a notícia chega chegando! 

Um comentário:

  1. A NÃO DIVULGAÇÃO DO NOME DO AGRESSOR NÃO FAVORECE A POPULAÇÃO, QUE NECESSITA SABER QUEM É O AUTOR DE ATO TÃO DESPREZÍVEL, ATÉ MESMO PORQUE O CASO PODE CAIR NA MOROSIDADE DA JUSTIÇA, PRINCIPALMENTE LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO A POSIÇÃO DO INDIVÍDUO NO MUNICÍPIO, AS PESSOAS TÊM O DIREITO DE SABER QUEM É, ATÉ MESMO PARA QUE POSSAM SE PROTEGER DE TAL INDIVÍDUO, ESCONDER SUA IDENTIDADE, SOB QUALQUER PRETEXTO, É FAVORECER O BANDIDO E CONDENAR A SOCIEDADE.

    ResponderExcluir