quinta-feira, 25 de junho de 2020

Estado-SP - Redução de delitos patrimoniais

    SÃO PAULO terminou o mês de maio com quedas nas modalidades de roubos e furtos em geral e de veículos e roubos de carga. Os latrocínios, extorsões mediante sequestro e estupros também caíram.

    Os roubos em geral caíram 28,5% em maio deste ano, com 15.285 ocorrências. No mesmo mês do ano passado foram registrados 21.390 casos, o que representa uma queda de 6.105 boletins de ocorrência desta natureza. O número é o menor da série histórica, iniciada em 2001.


    Nos roubos de veículo a redução foi ainda maior. Com recuo de 51,3%, o indicador passou de 4.089 para 1.992. Em números absolutos foram 2.097 a menos, sendo que o total também é o menor da série histórica do período.


    A tendência se estendeu para os roubos de carga, que diminuíram 24,3% ou 138 ocorrências. A quantidade passou de 568 para 430, se comparado os meses de maio de 2019 e 2020. Já os roubos a banco subiram de um para três.

    Os furtos em geral reduziram 49% no quinto mês de 2020, em relação a maio de 2019. Com uma diferença de 22.847 casos, o número passou de 46.625 para 23.778. Nos furtos de veículo o recuo foi de 43,8%, já que o total passou de 8.052 para 4.525. Ambos os indicadores alcançaram a menor marca da série.


    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário