terça-feira, 29 de setembro de 2020

Estado-SP - Estatística mostra menos roubos e furtos

     SÃO PAULO terminou o mês de agosto com redução nos roubos e furtos em geral e de veículos, nos roubos de carga e nos estupros. Já o indicador de extorsões mediante sequestro zerou em todo o Estado.

    Nos roubos em geral a redução foi de 29,1%, ou 6.386 casos em números absolutos. Foram 15.552 roubos no oitavo mês deste ano, contra 21.938 em igual período do ano passado. É a primeira vez na série histórica, iniciada em 2001, que o indicador fica abaixo de 17 mil.

    No indicador de roubos de veículos, a queda foi ainda mais acentuada (-39,5%). Foram 2.149, ante 3.554 – 1.405 a menos. É a primeira vez na série que o total fica abaixo de 3 mil.

    Na comparação mensal também houve diminuição de 29,4% nas ocorrências de roubos de carga. A quantidade passou de 592 para 418, ou seja, 174 a menos. Já os roubos a banco oscilaram de um para três.

    O Estado ainda registrou queda nos furtos em geral e de veículos, que recuaram 32,6% e 35,5%, respectivamente. No primeiro, o total passou de 42.936 para 28.933. No segundo, de 7.904 para 5.098 –  são os menores índices da série.

                                Outros indicadores

    Os estupros reduziram 9,3%, passando de 1.051 para 953 casos, na comparação entre os meses de agosto de 2019 e 2020. Já o indicador de extorsão mediante sequestro zerou pela segunda vez na série histórica.

    No mês passado, houve 14 boletins de ocorrência e 15 vítimas de roubos seguidos de morte. Em agosto de 2019, foram contabilizados dez casos, com 11 vítimas dessa modalidade criminosa.

    Já os indicadores relacionados a mortes intencionais somaram 213 ocorrências e 225 vítimas. As taxas de homicídios dos últimos 12 meses (de setembro de 2019 a agosto de 2020) ficaram em 6,46 casos e 6,74 vítimas de homicídios a cada grupo de 100 mil habitantes.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário