quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Desfecho do Crime/Salto de Pirapora - Um condenado por roubo e outro absolvido

 


    MAGISTRADA Thais Galvão C. Peluzzo julgou conduta atribuída a dois homens apontados como réu e corréu de terem roubado dinheiro de um comerciante na região central de Salto de Pirapora, na madrugada de 01 de setembro de 2019. 

    A denúncia do ministério público é que o comerciante (J. R. R. 47 anos) estacionou sua caminhonete em frente a loja dele e de maneira sorrateira um indivíduo entrou na caminhonete, apontou um canivete e pegou uma carteira que estava no interior do carro. Depois disso o indivíduo retirou o dinheiro (R$ 650) e entregou a quantia ao comparsa e ambos correram.

    O comerciante seguiu os dois e viu a direção que eles fugiram, o comerciante acionou a Guarda Civil Municipal e esta obteve sucesso em deter os suspeitos no Arena. Os dois detidos: Karl Anderson Silva e Leonel Lopes Neto Teobaldino. O delegado prendeu os dois e devolveu o dinheiro ao comerciante.

                Sentença

    A juíza firmou convicção que  Leonel não participou do crime e por essa razão o absolveu. A respeito da conduta de Karl, a julgadora vislumbrou sua culpa e o puniu com quatro anos de reclusão em regime semiaberto: sair para trabalhar durante o dia e dormir na prisão. 

    A sentença foi prolatada terça-feira, 20/10. Na quarta-feira, 21/10, o Estado cumpriu o alvará de soltura e pôs em liberdade Leonel.

    Quem comete crime está sujeito a pão de angústia e água de amargura! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário