quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

Estado-SP - Governo nomeia investigadores e soldados

     GOVERNADOR João Doria nomeou 600 investigadores de polícia e 1.992 soldados de 2ª classe aprovados em concurso público. As nomeações foram publicadas na edição de quarta-feira, 30/12, do Diário Oficial do Estado (DOE). 


    A próxima etapa será a posse dos nomeados, o que deve ocorrer já na primeira quinzena de janeiro. Em seguida, os investigadores iniciarão o curso na Academia de Polícia Dr. Coriolano Nogueira Cobra (Acadepol), com duração média de seis meses. Já os soldados seguem para o Curso Superior Técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública, na Escola Superior de Soldados, com um ano de formação.

    Após a formação, os novos policiais serão designados para reforçar o efetivo das unidades da Polícia Civil e para o policiamento preventivo e ostensivo de todo o Estado.

    Em janeiro, mais 288 policiais civis devem ser nomeados, sendo 35 delegados, 54 agentes de telecomunicação, 30 papiloscopistas, 86 auxiliares de papiloscopista e 83 agentes policiais. Esses também seguirão os trâmites para formação na Acadepol, após a nomeação. 

    Também está prevista, para o primeiro semestre de 2021, a nomeação de mais 2.700 soldados de 2° classe e 190 alunos-oficiais de outros dois concursos suspensos, dos anos de 2019 e 2020, respectivamente.

                      Reforço no efetivo

    Desde o início da atual gestão foram contratados mais de 9,8 mil policiais, sendo 7.729 militares, 1.323 civis e 765 técnico-científicos. Todos já estão em plena atividade, reforçando a segurança no Estado.  Além deles, outros 910 profissionais estão atualmente em formação, sendo 692 alunos-oficiais e 218 delegados.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

Entrevista - Ex-detenta afirma que seu passado é sombrio e causa-lhe tristeza


    SOROCABA NOTÍCIA entrevistou uma ex-detenta para saber o que acontece quando uma mulher é presa desde o momento que ela chega na Cadeia Feminina e o dia dia da detenta.

    A entrevistada que mora na região de Sorocaba pediu para não citar seu nome. Ela disse que ao entrar na cadeia o sentimento da pessoa é de ter perdido o chão, no entanto a presa acredita que em breve sairá dali. Uma presa líder da cela que é chamada de Jet se aproxima e pergunta a respeito do que aconteceu para a novata ter perdido a liberdade. A presa novata relata o motivo da detenção. O relato é escrito num caderno que é utilizado como arquivo dentro da cadeia. 

    A entrevistada afirma que a comida é ruim e sem higiene, ela encontrou até barata na refeição, disse ainda que na cadeia não existe atividade de recreação, são situações que podem ajudar a detenta valorizar a liberdade, contudo, muitas saem da cadeia e voltam a delinquir. 

    Se uma presa comete indisciplina que na maioria dos casos é furto ou talaricagem que na linguagem das presas é ficar com a namorada de outra presa, as duas atitudes resultam em punição imediatamente pela liderança da cela (a Jet), que esbofeta e as outras detentas não podem socorrê-la. Depois da surra, o caso é informado para a direção da cadeia que impõe outro castigo levando a presa para uma cela escura, onde o banho é frio e as necessidades fisiológicas são feitas num buraco. Essa cela de castigo é chamada de pote. 

    Algumas presas recebem visita do esposo ou do companheiro. Outras recebem recebem visita dos filhos, dos pais e de irmãos. Se alguém imagina que em cadeia feminina não existe visita íntima engana-se isso ocorre como acontece em cadeia masculina. 

    A maioria das mulheres presas é por tráfico de drogas. A entrevistada esteve presa três anos por envolvimento com tráfico de droga: dois anos em regime fechado e um ano em regime semiaberto, na unidade do Butantã-SP. Ela afirma que seu passado é sombrio e causa-lhe tristeza; ela concluiu dizendo " meu conselho para as mulheres é que não entrem nessa por nada nem por ninguém pois a vida pregressa é ilusão".

    Quem comete crime está sujeito a pão de angústia e água de amargura!






 








domingo, 27 de dezembro de 2020

Salto de Pirapora - Idoso sofre fraturas após seu automóvel colidir com caminhão

 


    O IDOSO Adil Leopoldo Silva de 61 anos, conduzia seu automóvel pela rodovia Francisco José Ayub, domingo à tarde, 27/12. Na altura do Bairro Quintas de Pirapora, o carro envolveu-se em acidente entrando embaixo de um caminhão que trafegava pela rodovia.

    Leopoldo esteve preso às ferragens. Uma unidade do Corpo de Bombeiros esteve no local e resgatou a vítima. O homem foi levado ao pronto-socorro da Santa Casa de Salto de Pirapora. Naquele hospital exame de raio-x mostrou politraumatismo na perna. A vítima fora transferida ao Hospital Regional de Sorocaba. 

    Não dá para viver sem notícia!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

Estado-SP - Governo contrata câmeras corporais para mostrar atuação dos policiais militares

     O GOVERNADOR JOÃO DÓRIA anunciou segunda-feira, 21/12, a contratação de 2.500 novas câmeras corporais para a Polícia Militar do Estado de São Paulo. 

    O novo sistema terá tecnologia para acionamento remoto, localização imediata por GPS, gravação ininterrupta do turno de serviço, com armazenamento do conteúdo em nuvem e transmissão das imagens em tempo real para centrais específicas, como o Centro de Operações da PM (COPOM), garantindo assim o acompanhamento instantâneo das ações policiais em diferentes regiões do Estado e a sincronização dos fatos com as evidências gravadas.  

    “É a mais moderna e atual tecnologia do mundo disponível aqui para a Polícia Militar do Estado de São Paulo, que vai permitir o acompanhamento instantâneo das ações dos policiais em qualquer região do Estado. Com isso, melhoramos a qualidade do atendimento das ações de pronta resposta da polícia, garantindo transparência, maior proteção à população e também a convicção de que estaremos, com isso, atendendo a maioria expressiva dos bons policiais que estarão utilizando as suas câmeras corporais para defender vidas”, afirmou Doria.  

    A expectativa é que as novas câmeras entrem em operação já no primeiro trimestre de 2021. O contrato de prestação de serviço terá duração prevista de 30 meses e a estimativa é que o Governo do Estado invista cerca de R$ 1,2 milhão ao mês na operação e gestão completa do sistema. Já no início do próximo ano, será lançado um novo edital para a contratação de mais sete mil bodycams. A meta do governo paulista é alcançar a marca de 10 mil câmeras corporais em operação até o fim de 2021. 

    Com capacidade para captar som e imagem, as novas câmeras corporais contribuem decisivamente para fortalecer a produção de provas judiciais durante as mais diversas atividades policiais. Paralelamente, as imagens também têm a função de garantir os direitos individuais dos cidadãos e preservar a atuação dos policiais, garantindo mais transparência e legitimidade às ações.

    Atualmente, a Polícia Militar do Estado de São Paulo já conta com 585 câmeras portáteis em operação. Essas unidades foram obtidas em parceira com a iniciativa privada e estão em uso desde agosto deste ano nas regiões central e sul da capital paulista. Neste período, mais de 240 mil vídeos foram registrados pelas bodycams, incluindo abordagens, salvamentos, entre outros. 

    “A segurança continua avançando no Estado de São Paulo. Temos os melhores indicadores do Brasil, fruto das operações que tem trazido bons resultados, graças aos nossos policiais que estão na ponta da linha executando os serviços”, disse o Coronel Álvaro Batista Camilo, secretário executivo da Polícia Militar do Estado de São Paulo.  

                        Como funciona

    As câmeras portáteis são acopladas aos uniformes dos policiais militares e gravam automaticamente todas as atividades policiais durante o turno de serviço. Ou seja, todas as abordagens, fiscalizações, buscas, varreduras, acidentes e demais interações com o público são registradas independentemente da ação policial. Os dados são transmitidos em tempo real por meio de live streaming ou armazenados na nuvem para serem acessados remotamente por autoridades de segurança e judiciais sempre que necessário. 

    O recurso do posicionamento global por satélite (GPS) traz um ganho tanto para a produção de provas, uma vez que agiliza a sincronização das evidências com os fatos, como para a segurança dos policiais. Com o equipamento acoplado ao corpo, o policial pode ter sua posição facilmente rastreada e informada com exatidão aos demais colegas em serviço em situação na qual ele precise de apoio. 

                         Experiência internacional

    Há sete anos, a PM de São Paulo desenvolve estudos para o uso das câmeras corporais durante o patrulhamento. A partir de 2016, a corporação passou a promover testes com a tecnologia, além de intercâmbios com forças de segurança de Nova Iorque, Los Angeles, Londres, Chile e Alemanha. A troca de experiências com instituições internacionais contribuiu para a definição dos protocolos de uso e da metodologia de implementação do sistema em São Paulo.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

Polícia Civil-SP procura assassino



CAIO RODRIGUES

HOMICÍDIO
Data de nascimento:
06/06/1994
Idade atual:
26 anos
Natural de:
São Paulo - SP
Sexo:
Masculino
Pele:
Branca
Olhos:
Castanhos claros
Cabelos:
Castanhos escuros
Altura:
1,80 m
Tatuagens/Cicatrizes:
N/C

De interesse para:

Divisão de Vigilância e Capturas - DECADE "procurados@policiacivil.sp.gov.br" - Telefone: (11) 3311-3148; Divisão de Homicídios - DHPP "dhpp.fsul@policiacivil.sp.gov.br" - Telefone: (11) 3311-3477.


Histórico:

No ano de 2013, foi autor do crime de homicídio que vitimou D.R.C.. O crime ocorreu no interior do estacionamento de uma rede de lanchonetes, após uma briga na saída de uma casa noturna, na zona oeste de São Paulo. Em 2015, foi condenado à pena de 12 anos de prisão no regime fechado, pelo crime de homicídio duplamente qualificado (art. 121, § 2º, II e IV, do Código Penal). Art. 5º, LVII, da Constituição Federal de 1988: "Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória". A DENÚNCIA EFETIVA QUE LEVE O PROCURADO/FORAGIDO A SER PRESO, PODERÁ GERAR PRÊMIO DE 2,5 MIL REAIS AO DENUNCIANTE, PRESERVADO O SIGILO DE SUA IDENTIDADE (RESOLUÇÃO SSP-72, de 30-6-2014). Quem souber onde ele está ligue para a Polícia Civil-SP 11-33113148

sábado, 19 de dezembro de 2020

Estado-SP - Governo inaugura Divisão de Crimes Cibernéticos

 


     GOVERNO inaugurou sexta-feira, 18/12, a Divisão de Crimes Cibernéticos (DCCIBER), uma superestrutura para combater os crimes cometidos por meios eletrônicos. A solenidade aconteceu virtualmente, do Palácio dos Bandeirantes e da sede da nova divisão.

    "Essa é a mais moderna e eficiente delegacia de crimes cibernéticos do país. Um trabalho pioneiro. Uma divisão como esta evita o crime e se ele ocorrer terá instrumentos para identificar e prender o criminoso", disse o governador João Doria.

    "Quero parabenizar essa grande equipe pelo espaço e por tudo que vão fazer. Esta inauguração é um grande avanço para a Polícia Civil. Ganha o cidadão brasileiro de São Paulo", complementou o coronel Álvaro Batista Camilo, secretário executivo da Polícia Militar, que participou da cerimônia representando o secretário da Segurança Pública.

    Criada por meio de um ato do governador João Doria em outubro, a unidade especializada iniciou suas atividades no último dia 2. A cerimônia marcou a inauguração das instalações da divisão, que ocupa o 16º Andar do Palácio da Polícia Civil, no bairro da Luz, no centro da Capital.

    Para receber a DCCIBER, o andar no qual ela se encontra instalada passou por uma reforma que custou R$ 2,4 milhões. O investimento foi realizado pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) como parte de um acordo de cooperação, sem ônus ao Estado.

    "A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo sempre foi exemplo para o Brasil por trazer um melhor bem estar para a sociedade e vamos continuar fazendo um esforço para apoiar [a pasta]. Essa iniciativa vai ser exemplo para outros estados", ressaltou o representante da Febraban, Leandro Vilain.

    Como resultado da reforma, as instalações da Divisão agora contam com mais de 40 salas operacionais, duas salas técnicas, duas salas para arquivo, quatro banheiros, uma copa, uma sala de custódia, um saguão de recepção, um saguão de plantão e um depósito para materiais de limpeza. 

    A criação da nova divisão integra o projeto de modernização da Polícia Civil de São Paulo. Além disto, estende para todo o território nacional as investigações dos cibercrimes, já que os delitos cometidos por meios eletrônicos utilizam a rede mundial de computadores, permitindo que os criminosos sediados em um estado façam vítimas em outras unidades federativas.

    Durante a solenidade, o secretário executivo da Polícia Civil, delegado Youssef Abou Chahin, se emocionou ao relembrar o passado. Em seu discurso, ele contou que comandou a primeira delegacia de crimes eletrônicos, no ano de 2001, e que fica feliz em ver o avanço disso nos dias atuais, com a criação de uma divisão para combater este tipo de delito. "Tenho muito orgulho de estar vendo um Governo e uma iniciativa privada que apoiam as polícias", destacou.

                                            DCCIBER

     A nova unidade especializada conta com 66 policiais civis entre delegados, escrivães, investigadores, agentes policiais, papiloscopista, auxiliar de papiloscopista e agentes de telecomunicações. As atividades são apoiadas por uma frota de 12 viaturas e outros 20 veículos já foram adquiridos e serão entregues no primeiro semestre do ano que vem.

    Todos os agentes selecionados para atuar na nova Divisão possuem expertise em investigação e combate ao cibercrime, inclusive com agentes formados nos cursos de "especialização em investigação e coleta de informações" e "técnicas de investigação de crimes cometidos por meio eletrônico". 

    "Essa divisão é extraordinária e vai servir a população de São Paulo de forma magnífica. Até 2021, teremos aqui cerca de 120 policiais para combater os crimes eletrônicos", discursou o delegado geral, Ruy Ferraz Fontes.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

sexta-feira, 18 de dezembro de 2020

Brasília/Piedade - STJ manda soltar 5 pessoas acusadas por tráfico de drogas e associação

 


    NO INÍCIO DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2020 a Polícia Civil de Piedade pediu autorização à justiça para realizar interceptação telefônica objetivando investigar envolvidos no tráfico de drogas no Bairro dos Moreiras, em Piedade. A justiça autorizou a interceptação.

    A investigação apontou adultos e adolescentes envolvidos no tráfico. A polícia pediu para prender os adultos provisoriamente e coercitivamente conduzir os adolescentes para a Delegacia. A justiça mandou prender os adultos e negou conduzir os adolescentes para a Delegacia, a juíza Renata Moreira Dutra Costa autorizou a polícia entrar na residência dos adolescentes com a finalidade de apreender ilícitos. 

    A polícia realizou operação para prender os adultos: Thiago Henrique Ferreira de Souza, Gustavo Henrique Ferreira de Souza, Bruno Vinicius Souza Leoncio, Brenon Pedroso Bonifácio, Paulo Henrique Vieira Machado, Wellington Pablo Gomes de Souza,  Rafael Anézio Gomes, Felipe Lima Ponte, Roberto Fernando Paiva, Adeilson Rodrigo Pereira. A polícia apreendeu drogas, dinheiro do tráfico e outros objetos, e prendeu os envolvidos. Todos moram em Piedade. Faltou prender Wellington Pablo Gomes de Souza, conhecido por "Wellingtinho", que mora na Vila Barão, em Sorocaba. 

    Antes de findar os 30 dias da prisão temporária, o promotor de justiça Renato Augusto Valadão denunciou-os por tráfico de drogas e associação para tráfico de entorpecentes (artigo 33 e 35 da lei 11.343/06) e pediu prisão preventiva dos presos. Valadão solicitou para libertar Paulo Henrique Vieira Machado, o "Paulinho" porque o promotor entendeu que Paulinho apenas vendia carros do grupo criminoso, mas Paulinho não era envolvido com os crimes. A juíza mandou soltar Paulinho e decretou a prisão preventiva dos demais.

    Após decretada a prisão do grupo, o preso Thiago Henrique, apelidado por Claudão conseguiu habeas corpus no Tribunal de Justiça-SP e fora posto em liberdade. Os outros presos apelaram ao Superior Tribunal de Justiça, em Brasília.

    Os advogados deles alegaram que a decretação da prisão foi baseada em argumentos genéricos. O relator do habeas corpus, no STJ, o ministro Reinaldo Soares da Fonseca visualizou que a juíza em Piedade decretou a prisão para aplicação da lei penal, no entanto ela não individualizou a conduta dos envolvidos (artigo 312 C.P.P). 

    Na leitura do ministro ao decretar a prisão a juíza não indicou a incompatibilidade da manutenção da liberdade dos denunciados. Por essa linha de entendimento, o ministro determinou a soltura dos presos: Brenon, Roberto, Gustavo, Bruno, Felipe. O preso Adeilson vai permanecer recluso porque ele não apelou ao STJ. A decisão monocrática ocorreu em 16 de dezembro. Na sexta-feira (18) a mensagem de ordem para libertar os presos chegou ao Fórum de Piedade.

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato!     

Araçoiaba - Bando assalta supermercado e leva R$ 20 mil

 


    SEIS CRIMINOSOS ARMADOS invadiram o Supermercado Dia e renderam um segurança levando a arma e documentos pessoas do segurança. Depois disso os ladrões foram numa sala e pegaram aproximadamente 6 mil do cofre.

    Os criminosos também retiram R$ 14 mil reais dos caixas e fugiram. Alguém chamou a Polícia Militar. Mas no momento que a polícia chegou os criminosos haviam deixado o local. O delito ocorreu quinta-feira, 17/12.

    Não dá para viver sem notícia

    

Estado-SP - Operação Força Ambiental resgata 680 animais

 


    A POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL finalizou terça-feira, 15/12, a operação "Força Ambiental", deflagrada na segunda-feira, 14/12, visando a proteção dos recursos naturais e do meio ambiente. Os trabalhos foram realizados em comemoração ao aniversário da Instituição.

    As atividades mobilizaram 1.308 PMs ambientais, com apoio de 480 viaturas terrestres e náuticas, resultando em 1,2 mil pessoas abordadas, sendo nove detidas em flagrante. 

    Além disto, foram apreendidos e resgatados 684 animais e recolhidas 14 armas de fogo ilegais. Também foram vistoriados 628 veículos e 47 embarcações, das quais duas foram apreendidas.

    Entre as ações de destaque da operação estão a apreensão de arma e munições de calibre restrito e um flagrante de loteamento clandestino em área de manancial. Também ocorreram ações contra o tráfico, a caça e o cativeiro ilegal da fauna silvestre, o combate ao desmatamento, queimadas e mineração clandestina.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

Estado- SP - Operação Anteros desarticula organização criminosa que cometia extorsão

     POLÍCIA CIVIL deteve 115 pessoas durante a operação "Anteros", deflagrada terça-feira, 15/12, para desarticular uma organização criminosa que extorquiu mais de R$ 24 milhões de vítimas captadas em redes sociais e aplicativos de namoro virtual.


    Do total de prisões, 110 aconteceram na Capital e na região metropolitana de São Paulo e as cinco restantes nos estados do Paraná (PR), Roraima (RR), Ceará (CE) e Santa Catarina (SC). Além disto, foram cumpridos 210 mandados de busca e apreensão, resultando na apreensão de R$ 2 milhões e 12 veículos. Durante a ação também foi registrado um flagrante por tráfico de entorpecentes, com o recolhimento de 11,5 quilos de cocaína, e bloqueados R$ 5 milhões entre bens e imóveis, além de contas bancárias.


    Os trabalhos foram coordenados pela Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Presidente Prudente e pelo Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior 8 (Deinter 8), com apoio do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope) e demais departamentos da Polícia Civil de São Paulo e de outras seis unidades federativas - Minas Gerais (MG), Bahia (BA), PR, RR, CE e SC. Ao todo, 820 agentes foram mobilizados para a operação.

    As atividades tiveram origem com a operação "Voo de Ícaro", realizada no ano de 2019 contra um grupo que atuava em estabelecimentos prisionais com a entrega de materiais com a utilização de drones. Em análise ao celular de um preso nesta ação, os agentes descobriram uma farta movimentação bancária, resultado de crimes de extorsão, estelionato, organização criminosa e lavagem de capitais.

    De acordo com as investigações, que tiveram duração de um ano, os criminosos cometiam os delitos utilizando perfis falsos em redes sociais e aplicativos de namoro. Eles iniciavam amizades com vítimas em potencial e, depois de longas conversas, essas pessoas acabavam por mandar fotos ou vídeos íntimos que era usados, posteriormente, nas extorsões.

    Ainda segundo as apurações, os crimes ocorriam desde 2014, mas as vítimas tinham vergonha de acionar a polícia e, por isso, não denunciavam os delitos.

    Após os trabalhos investigativos e de inteligência da Polícia Civil paulista foi possível identificar 437 vítimas do grupo, somando um prejuízo superior aos R$ 24 milhões. Como o grupo não agia somente no Estado de São Paulo, estima-se que ele tenha feito mais de duas mil vítimas, que resultaram em uma movimentação financeira de aproximadamente R$ 250 milhões.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Sorocaba - Governo inaugura Batalhão de Ações Especiais

 


    O GOVERNADOR João Doria inaugurou terça-feira, 15/12, em Sorocaba, a nona unidade do Batalhão de Ações Especiais de Polícia em um período de dois anos. O aniversário de 189 anos da Polícia Militar de São Paulo foi celebrado com a entrega do 14º Baep, que atenderá toda a região de Sorocaba com atuação semelhante aos padrões de patrulhamento de Choque.

    “Hoje estamos celebrando 189 anos da maior e melhor Polícia Militar do Brasil. É um orgulho de São Paulo a nossa Polícia Militar. São mais de 80 mil mulheres e homes que trabalham para proteger a população de nosso estado”, destacou o Governador. “Quando assumi o Governo do Estado, nós tínhamos cinco Baeps, agora temos catorze. Com orgulho, estamos inaugurando o nono Baep em dois anos de gestão”, acrescentou.

    O 14º Baep passa a funcionar em imóvel próprio, na rua General Mena Barreto, na Vila São Caetano. Para receber a unidade, as instalações foram submetidas a uma obra de adaptação, que teve início em 26 de novembro e investimento de R$ 466,4 mil pelo Estado.

    A unidade especializada será comandada pelo major Kléber Vieira Pinto, somando um efetivo de 230 PMs, além de grupamentos de Canil e Cavalaria, com 36 cães e 36 cavalos. O Baep também contará com uma frota de 30 viaturas para atendimento a 79 municípios, beneficiando uma população de mais de 3 milhões de pessoas.

    Todo o efetivo destinado aos Baeps recebe, por meio do Comando de Policiamento de Choque (CPChq), aproximadamente três semanas de treinamento padrão “Rota”. Para isso, são aplicadas atividades de patrulhamento tático, gerenciamento de crises, negociação de reféns e busca e localização de artefatos explosivos.

    Além do Baep de Sorocaba, também há unidades na Capital, Grande São Paulo, São José dos Campos, Campinas, Ribeirão Preto, Bauru, São José do Rio Preto, Santos, Presidente Prudente, Piracicaba e Araçatuba. Até 2018, eram apenas cinco Baeps em todo o estado.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

terça-feira, 15 de dezembro de 2020

Estado-SP - Polícia Militar recebe viaturas blindadas



    O GOVERNADOR João Doria entregou segunda-feira, 14/12, as 20 primeiras viaturas blindadas destinadas à Polícia Militar. Os veículos fazem parte de um investimento total de R$ 10,7 milhões para a aquisição de 70 veículos do tipo que irão proporcionar mais segurança aos agentes durante atividades de policiamento preventivo e ostensivo.


    “As viaturas vão garantir mais segurança aos policiais e eficiência na pronta-resposta  nas ruas de todo o Estado de São Paulo, melhorando as condições de segurança para a nossa população. Será a primeira polícia do Brasil a ter  tamanha quantidade de veículos blindados a serviço dos seus policiais e da sua população”, afirmou Doria. 

    A compra de viaturas blindadas é um dos compromissos da atual gestão e foi realizada por meio de uma ata de registro de preços para a aquisição veículos do modelo SUV. As outras 50 viaturas, que fazem parte do pacote, devem ser entregues na primeira quinzena de 2021. 
  
    “Ao proteger mais os nossos policiais, estamos protegendo mais também a população do Estado de São Paulo”, disse General João Campos, Secretário de Segurança Pública do Estado.

    Os veículos serão distribuídos para unidades especializadas da PM, como o Comando de Policiamento de Choque (CPChq) e Batalhões de Ações Especiais de Polícia (Baeps). Das 20 primeiras viaturas, 10 serão entregues à Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), duas ao 4º Baep (responsável pela zona leste da Capital), três ao 7º Baep (responsável pelo centro de São Paulo) e cinco para o 14º Baep, que ainda será inaugurado, ficando responsável pela região de Sorocaba.


    Para a implementação destes novos veículos à frota da PM, foram realizados estudos, sendo comprovados que a blindagem não interfere na dinâmica veicular, mantendo as condições adequadas de dirigibilidade e estabilidade, além de garantir mais segurança aos policiais militares.

                                        Polícia Civil

    A Polícia Civil também contará com a novidade. Para a Instituição, foram adquiridas 105 viaturas blindadas com previsão de entrega para o primeiro semestre do ano que vem. Para esta aquisição, realizada por meio de pregão eletrônico, foram investidos R$ 23,3 milhões pelo Estado. 

                                       Renovação da frota

    Desde o início da atual gestão, o Governo de São Paulo tem realizado contínua renovação da frota das forças de Segurança Pública. Desde 2019, foram entregues 4.630 viaturas para reforçar a atuação das polícias Civil e Militar, beneficiando inclusive o Corpo de Bombeiros e o policiamento ambiental. O total investido nos veículos foi de R$ 318,6 milhões.

    Somado a isto, o policiamento militar rodoviário também foi contemplado com 36 novos automóveis para atividades nas regiões de Bauru e Araraquara. O investimento nas viaturas foi realizado pela concessionária Eixo-SP, no valor de R$ 3 milhões, como previsto em contrato de concessão. 

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

Porto Feliz - Policiais salvam bebê engasgado

 


    NO SÁBADO À NOITE,12/12, em Porto Feliz, uma equipe de policiais militares foi acionada por uma mãe pedindo socorro, informando que estava amamentando quando  seu filho se engasgou.

    Imediatamente, os policiais constataram que a criança estava com dificuldade de respirar e realizaram as primeiras manobras de reanimação, não obtendo resposta,  seguiram para a Santa Casa. 

    Durante  o percurso os policiais continuaram a realizar as manobras de salvamento e ao chegar no estacionamento do hospital o bebê tossiu, soltou  o leite que estava obstruindo sua vias aéreas e chorou.  O médico de plantão informou que o rápido e preciso atendimento prestado pelos policiais foi o determinante para salvar a vida do recém nascido.

    Reproduzido da Assessoria de Comunicação da PM

domingo, 13 de dezembro de 2020

Sorocaba - Indivíduo tentou matar guarda municipal que apoiava socorristas SAMU

 


    O INDIVÍDUO Tiago dos Santos Albuquerque começou quebrar objetos da casa dele, depois que sua mãe não conseguiu dinheiro para realizar compras. Alguém solicitou ação do SAMU para levá-lo ao hospital. Uma equipe da Guarda Municipal acompanhou a equipe SAMU até a residência da família na Rua São Judas Tadeu, Bairro Brigadeiro Tobias. No local familiares estavam do lado de fora da residência.

    O indivíduo Tiago saiu da casa empunhando uma faca e foi em direção a um guarda. O guarda ordenou para Tiago não se aproximar, contudo Tiago insistiu indo em sua direção, naquele momento o guarda disparou tiro defensivo atingindo a perna de Tiago, depois disso o guarda correu. Tiago correu atrás agarrou o guarda e desferiu-lhe três golpes no braço e outro na parte costal. Os demais guardas tiveram que desferir mais tiros para repelir a injusta agressão. O guarda e o agressor foram levados ao hospital.

    O colete balístico não permitiu ferimentos graves no guarda (foto). O crime aconteceu sábado à tarde, 12/12. Os dois estiveram internados no Hospital Regional, mas no dia seguinte o guarda estava em sua residência. O indivíduo Tiago permanecia internado, no entanto sem risco fatal.

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato!

Salto de Pirapora - Por meio de agressão covarde, indivíduo tenta matar aposentada

 


    POPULARES tentaram linchar o indivíduo Rafael da Silva,  porque ele tentou matar sua vizinha, a aposentada Valnide Aparecida Calixto de Andrade, conhecida por "Rita Calixto". Ela é funcionária pública inativa, é defensora da causa animal e querida por muitos no Jardim Paulistano, onde reside. 

    Sábado pela manhã,12/12, Rita Calixto saiu da casa dela para levar doações ao bazar da causa animal, que existe anexo a casa dela, naquele momento sorrateiramente o indivíduo Rafael desferiu soco nas costas dela, depois que ela caiu ao solo, ele continuou o ataque esmurrando a cabeça dela. Rita gritava por socorro. Próximo da casa dela existe um bar, clientes daquele comércio saíram para ver o que acontecia e presenciaram o sujeito agredindo a mulher caída. As pessoas correram para socorrê-la.

    Rafael tentou fugir, mas as pessoas alcançaram-no e iniciaram linchamento. Alguém chamou a Polícia Militar. Policiais chegaram rápido e impediram continuar o linchamento. A polícia deteve Rafael e o levou ao hospital, depois o conduziu para a Delegacia de Votorantim. Rita sofreu lesão na parte frontal da cabeça, sendo necessário dez pontos. A autoridade policial registrou ocorrência de agressão artigo 129 C.P e liberou o agressor.

               Família quer ação do Estado

    O caso fora publicado em rede social e explodiu muitos e diversos comentários. Um familiar de Rita falou ao Sorocaba Notícia que sem motivo, há pelo menos 10 anos, Rafael nutri ódio da vizinha Rita e fala em destruí-la.

    Por causa disso, a vizinha Rita registrou na Polícia 8 queixas de ameaça. Rafael se diz doente mental, a família dele confirma isso, no entanto nem ele nem a família apresentam laudo que confirma esquizofrenia. A família de Rita diz que tentou convencer a família de Rafael levá-lo para tratamento, porém a família dele afirma que ele recusa tratamento.

    O familiar de Rita relata que um advogado contratado por Rita vai tentar a partir de segunda-feira (14) convencer as autoridades a mudar o entendimento para tentativa de homicídio sendo fato que a intenção de Rafael não era ferir Rita, seu intento era matá-la, não consegui ceifar-lhe a vida porque populares foram em defesa dela. 

    Ao Sorocaba Notícia o familiar da vítima acrescentou: Queremos ação do Estado para fazer justiça isso com a prisão dele no caso dele ser imputável, se ele é doente mental então que seja determinado internação compulsória.


 

        Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição!  

    

sábado, 12 de dezembro de 2020

São Miguel Arcanjo/Pilar do Sul - Capotamento de veículo na SP 250; condutor foi levado à Santa Casa de Pilar do Sul

 


    EQUIPE DO SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA de Pilar do Sul, deslocou-se sábado pela manhã, 12/12, para atender capotamento de veículo com vítima na altura do Km 156 da rodovia Nestor Fogaça (SP 250) entre Pilar do Sul e São Miguel Arcanjo.

    Ao chegar no referido local a equipe constatou o sinistro, e visualizou o condutor do veículo ferido dentro do mesmo. A equipe resgatou o motorista Miguel Roberto Vieira e o conduziu ao pronto-socorro da Santa Casa de Pilar do Sul. Miguel estava sozinho no veículo; ele é morador da Vila Tomaz, São Miguel Arcanjo.

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato! 

sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

Presidente Bolsonaro é condenado indenizar colunista por danos morais; equívoco do presidente rendeu-lhe processo e a condenação

 


    A 31ª VARA CÍVEL CENTRAL DA CAPITAL-SP condenou o presidente Jair Bolsonaro a indenizar por danos morais uma colunista acusada por ele de propagar notícias falsas, bem como determinou que se abstenha de imputar à autora textos que ela não tenha escrito. A reparação foi fixada em R$ 10 mil.

Consta nos autos que em seu canal do YouTube, durante uma live, o presidente fez referência a reportagens que afirmou serem “fake news” e apontou a autora da ação como a responsável por uma delas. Posteriormente, em outra transmissão, o presidente se retratou e retirou o vídeo anterior do ar. O réu (presidente) foi regularmente citado e não contestou o feito, tendo sido decretada revelia.


“Os elementos trazidos aos autos comprovam as alegações da autora e, com a revelia, presumem-se aceitos como verdadeiros os fatos alegados na inicial (CPC, artigo 344), a saber, a menção errônea ao seu nome e os danos suportados”, afirmou o juiz César Augusto Vieira Macedo em sua decisão. “O valor da reparação deve atender aos princípios da proporcionalidade e da vedação ao enriquecimento ilícito, e ainda ser suficiente a amenizar o desassossego sofrido pela vítima”, continuou. “Assim, entendo que o montante de R$ 10 mil é razoável e suficiente à compensação, estando ainda em conformidade com a mais recente jurisprudência.”


O magistrado também entendeu que, “seja pela necessidade de preservação da honra subjetiva da autora, seja pela necessidade de se reprimir a disseminação de ‘fake news’ no cenário atual”, é procedente o pedido de obrigação de não fazer consistente em impedir que o presidente, em quaisquer de suas comunicações, impute à autora textos que ela não tenha escrito. Cabe recurso da decisão.

 

    Reproduzido do Tribunal de Justiça-SP

 

quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

Salto de Pirapora - Colisão envolvendo Corsa e ônibus fere o motorista do automóvel, a esposa e uma criança filha do casal

 


    POLÍCIA RODOVIÁRIA registrou colisão envolvendo um automóvel Corsa de cor cinza e um ônibus da empresa São João. O acidente ocorreu quinta-feira, 10/12, enquanto os veículos trafegavam pela rodovia Francisco José Ayub (SP 264) próximo ao Posto Bravus.

    As vítimas foram resgatadas por equipe do Corpo de Bombeiros. 

    A unidade do Corpo de Bombeiros levou o condutor do automóvel ao Hospital Regional de Sorocaba. A esposa dele, Adriele Oliveira e a filhinha do casal, Sophia de Oliveira, 04 anos, foram levadas ao pronto-socorro da Santa Casa de Salto de Pirapora. Por volta das 21H as duas permaneciam atendidas no hospital daquela cidade. A família mora em Salto de Pirapora. O motorista do ônibus não sofreu ferimento.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição!

sábado, 5 de dezembro de 2020

São Miguel Arcanjo - Homem transtornado agrediu motorista de ambulância e ateou fogo na ambulância da Prefeitura

 


    UM HOMEM viveu discussão acalorada e demorada com sua esposa. A mulher correu para a casa de uma vizinha e pediu para acionar a Polícia Militar. Alguém suspeitando que o homem apresentava comportamento alterado por surto acionou uma ambulância da Prefeitura, e também a PM.

    A ambulância chegou primeiro ao local, o homem vestido de kimono (traje de arte marcial) e empunhando uma espada, foi até a ambulância, agrediu o motorista da ambulância, exigiu o motorista sair da ambulância. Depois que o motorista saiu da unidade, o homem utilizou alcool em gel que havia na ambulância e incendiou a ambulância. As chamas consumiram totalmente o veículo, e atingiu o portão da casa dele (autor do incêndio), o fago ainda atingiu uma parte da casa do vizinho.

    Uma equipe de policiais militares foi ao local dos fatos. Ao avistar a equipe policial, o homem apontou a espada para o pescoço da irmã para evitar a polícia se aproximar dele. Ele permaneceu com sua irmã refém, mas certo momento ele distraiu alguns segundos, tempo suficiente para a equipe policial agir rápido: dominou, imobilizou e deteve o indivíduo Elton Kaeda. 

    O caso aconteceu no final da manhã de sábado, 05/12, em frente a residência de Elton, na Avenida Antonio José da Silva, na Vila Rica. Elton foi levado ao Plantão Policial em Itapetininga. 

    Sorocaba Notícia tentou saber a motivação da violência exercida por Elton, e soube de uma pessoa que o conhece, que Elton não ingere bebida alcoólica e nem consome entorpecente, a pessoa acredita que Elton apresentou comportamento agressivo por descontrole emocional.


         Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição!