domingo, 24 de janeiro de 2021

Itapetininga - Força Tática flagra semeador do maligno

 


    POLICIAIS DA FORÇA TÁTICA suspeitaram que um indivíduo era envolvido com o tráfico de droga e durante averiguação localizaram sob a responsabilidade dele sessenta e oito gramas de cocaína. Levaram-no em cana.

    No Plantão Policial, a autoridade policial ratificou o flagrante de tráfico de droga artigo 33 da lei 11.343/06 e encaminhou o indivíduo Marcos Vinicius para audiência de custódia. 

    Os policias militares abordaram Marcos Vinicius por volta das 03H da madrugada de domingo, 24/01, pela Avenida Venceslau Braz, na Estancia 4 Irmãos, 

    Aqui a notícia chega chegando!

sábado, 23 de janeiro de 2021

Salto de Pirapora - Policiais militares salvam criança do mal súbito



    DOIS POLICIAIS MILITARES DESLOCAVAM-SE para atendimento de desinteligência entre vizinhos no Bairro Santa Helena, no início da tarde de sábado, 23/01. 

    Durante o trajeto pela Avenida Pedro Pires de Melo, os policiais avistaram um veículo Land Rover parado na lateral da avenida e no interior do carro um casal desesperado, porque havia uma criança apresentando mal súbito. 

    Um policial tomou a criança em seus braços e verificou que nela não havia batimentos cardíacos e nem respirava. O policial iniciou manobras para reanimá-la e todos seguiram para a Santa Casa. 

    Antes de entrar no hospital a menina Catarina de 04 meses recobrou os batimentos cardíacos e a respiração. Após ser atendida no pronto-socorro da Santa Casa, os pais da a criança, Willian e Isabel levaram a menina para um hospital em Sorocaba, onde fora submetida a exames e lá permaneceu em observação médica.

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato!   

Pilar do Sul - Sujeito é flagrado enquanto entregava droga; há dois meses ele vendia droga em frente sua residência

 


    AO OUVIR DENÚNCIA que um indivíduo estaria vendendo droga num certo local da Rua Francisco Valeo, no Bairro Campo Grande, uma equipe da Polícia Militar foi averiguar e avistou o indivíduo suspeito entregando algo a outro homem que estava dentro de um veículo.

    Os policiais abordaram o suspeito Benedito José Pereira e encontraram vinte e nove pinos de cocaína no bolso dele e a quantia de R$ 42,00. No interior do carro estava Edmilson e três pinos de cocaína.

    A polícia deteve Benedito e Edmilson e conduziu ambos para a Delegacia. Benedito confessou sua conduta delituosa, e acrescentou que vendia droga há dois meses, em frente sua residência.

    Ao ouvir os fatos, o delegado José Antonio Proença registrou posse de droga artigo 28 da lei de tóxico e liberou Edmilson. Com relação ao Benedito, o delegado ratificou flagrante por tráfico de droga artigo 33 da lei de tóxico e encaminhou o preso Benedito para audiência de custódia. O fato ocorreu sexta-feira à noite, 22/01.

    Não dá para viver sem notícia!   

Estado-SP - Operação São Paulo Mais Seguro detém 180 pessoas e apreende 1 tonelada de drogas

     POLÍCIA MILITAR desencadeou quinta-feira , 21/01, a Operação São Paulo Mais Seguro em todo o Estado de São Paulo, com a finalidade de garantir a continuidade da redução dos indicadores criminais, aumentando a presença ostensiva para melhorar a percepção de segurança das pessoas e combater o crime. A ação se estendeu até a madrugada desta sexta-feira (22).


    Com a mobilização de mais de 16.410 policiais militares e o emprego de 7.267 viaturas e 11 helicópteros, as atividades foram distribuídas em 1.183 pontos estratégicos apontados pelo serviço de inteligência da PM, para sufocar possíveis ações de criminosos. 

    A ação resultou em 17.748 abordagens, sendo 129 pessoas presas e/ou apreendidas e 53 foragidos capturados. Também houve a apreensão de 1,1 tonelada de drogas e 13 armas de fogo. Durante a operação 9.585 veículos foram vistoriados, sendo 83 motoristas autuados por consumo de álcool, recusa ao teste do bafômetro e embriaguez ao volante. A PM também recuperou 21 veículos produtos de roubo ou furto.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Estado-SP - Dia Nacional de Combate à Intolerânçia Religiosa

     


    INTOLERÂNCIA é a falta de compreensão e respeito às opiniões, atos e posicionamentos diferentes dos seus. Atitudes assim ainda são realidade e geram inúmeras ocorrências contra grupos sociais distintos. Entre estas revelações de intolerância há a religiosa, marcada pela incapacidade de aceitar diferentes crenças e/ou religiões.

    Em dia 21 de janeiro é celebrado o “Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa”, com o objetivo de alertar e debater os problemas gerados por este preconceito.  Instituída em 2007, por meio da Lei Federal nº11.635, a data homenageia a Yalorixá Gildásia dos Santos, mais conhecida como Mãe Gilda, fundadora do Terreiro de Candomblé Axé Abassá de Ogum, na Bahia, e símbolo de resistência das religiões de matriz africana em todo país. Mãe Gilda faleceu em no ano 2000, após uma série de ataques de intolerância.

    Com o intuito de combater essa prática intolerância e assegurar o direito de todos a livre manifestação e expressão religiosa, a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo, por meio das polícias Civil e Militar, desenvolve diariamente ações de prevenção, investigação e monitoramento de crimes desta natureza. De janeiro a dezembro de 2020 cerca de seis mil boletins de ocorrência de intolerância religiosa foram registrados no Estado de SP.

    A intolerância religiosa se manifesta por diferentes tipos de violências, sejam físicas, patrimoniais, morais, psicológicas, etc. Proferir palavras e frases preconceituosas contra terceiros configura injúria e também se enquadram como crime de intolerância religiosa, que é passível de prisão e multa, conforme a legislação brasileira.


                   Combate a Intolerância Religiosa


    No Estado de São Paulo, desde 2006, as vítimas de intolerância religiosa contam, além das Delegacias de Polícia territoriais, com a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (DECRADI) para registrar e denunciar ocorrências de violações praticadas contra sua fé.

    A unidade atua no monitoramento e investigação de crimes de intolerância relacionados à religião, raça, cor, etnia, orientação sexual e procedência nacional, dentre outros. De janeiro a dezembro de 2020 as ocorrências configuradas como intolerância religiosa corresponderam a 12% do total de boletins elaborados pela DECRADI.

    As vítimas de intolerância religiosa também podem recorrer ao registro de ocorrências de intolerância religiosa diretamente nas unidades policiais ou por meio da Delegacia Eletrônica (https://www.delegaciaeletronica.policiacivil.sp.gov.br/ssp-de-cidadao/home).


    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

Salto de Pirapora - Jovem morto pela PM em Salto de Pirapora estava armado e tinha extenso histórico de atos infracionais, diz delegado Gilberto Montenegro

 


   NO INÍCIO DA TARDE DE QUINTA-FEIRA, 21/01, o delegado Gilberto Montenegro Costa Filho, delegado titular de Salto de Pirapora, falou ao Sorocaba Notícia para esclarecer a morte do jovem Geovani Henrique Rodrigues de Almeida, 18 anos, no Bairro América, em Salto de Pirapora.

    O delegado esclareceu que no momento da incursão Geovani estava armado com um revólver calibre 38 e após os fatos, os policiais do BAEP apreenderam o revólver municiado com dois projeteis intactos e três deflagrados. A natureza da ocorrência registrada na Delegacia de Votorantim é morte decorrente de intervenção policial com legítima defesa. 

                  Histórico de Geovani

    Geovani iniciou na delinquência aos 14 anos, seu primeiro ato infracional ocorreu em julho de 2016, na Vila Nova Esperança, em Sorocaba, ele subtraiu uma motocicleta, simulando que portava uma arma. O segundo ato infracional ocorreu em janeiro de 2017, no mesmo bairro,  ele roubou um automóvel Fiesta; nos dois roubos as vitimas reconheceram-no.

    Por causa dos roubos a Justiça determinou medidas socioeducativas, sendo levado para a Fundação Casa. Durante aplicação das medidas socioeducativas, em junho de 2017, o adolescente Geovani agrediu pessoas com socos e cadeiras ( vitimas: internos e agentes). Em agosto do mesmo ano, Geovani repetiu sua conduta agressiva na Fundação Casa e agrediu pessoas. 

    Em junho de 2018, no Jardim Botucatu, em Sorocaba, o adolescente Geovani cometeu tráfico e associação para tráfico de entorpecentes, naquela oportunidade a polícia apreendeu maconha, cocaína, crack e dinheiro supostamente arrecadado com venda de drogas. Em setembro de 2019, a Polícia apreendeu Geovani e o conduziu para a Fundação Casa. 

    - A investigação desse caso vai acontecer pela Delegacia de Salto de Pirapora, todos os pontos serão apurados e se houve algum excesso constará no relatório; garantiu o delegado Gilberto. 

    Não dá para viver sem notícia!

    

       

Salto de Pirapora/Sorocaba - Jovem é ferido por 4 tiros disparados por policiais militares e morre antes de chegar no hospital

 


    POLICIAIS MILITARES do Batalhão de Ações Especiais de Sorocaba realizaram operação no Jardim América, na periferia de Salto de Pirapora, e dispararam tiros alvejando um jovem que estava em frente uma área verde, local suspeito de ser ponto de tráfico de droga, próximo ao Bar da Cida.

    A polícia solicitou ambulância para socorrer a vítima ao pronto-socorro da Santa Casa da cidade. A ambulância socorreu o jovem, mas ele chegou sem vida no hospital. O jovem que não tinha documento sofreu quatro tiros. 

    Ainda no hospital, uma mulher apresentou-se dizendo ser tia do morto. Ela o reconheceu e informou a identidade de Geovani Henrique Rodrigues de Almeida, 18 anos, conhecido por Neguinho, e residia em Sorocaba. O caso aconteceu quarta-feira à noite, 20/01. 

    Sorocaba Notícia tentou falar com a PM em Sorocaba para saber a dinâmica dos fatos e com o Plantão da Civil em Votorantim, porém não obteve sucesso. 

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato! 

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Piedade - Ex-procurador de Piedade e a esposa dele são acusados por desvio de R$ 79 mil; juiz decretou indisponibilidade dos bens do casal

 


    A PROMOTORA DE JUSTIÇA Paula Quaggio ajuizou ação civil pública no Fórum de Piedade, acusando o advogado Renato Lima Júnior (ex-procurador do município) de receber R$ 79 mil de ações de execuções judiciais que pertencia a Prefeitura de Piedade. 

    A promotora sustenta que contribuintes devedores celebraram acordos judiciais e ao realizarem pagamento de parcelas nas contas vinculadas aos processos, o procurador Renato Lima levantou montantes e os transferiu para sua conta bancária e para a conta bancária de sua esposa Barbara Filomena Martins Soto Lima. O casal mora em Piedade. 

    Os casos ocorreram quando Renato Lima ocupava o cargo de procurador do Município. Ao saber dessas tramoias atribuídas ao Renato Lima, o município instaurou processo administrativo que culminou em exoneração do procurador Renato Lima. O município também ajuizou ação judicial para tentar receber o montante desviado por Renato Lima, mas o processo ainda não tem sentença.

    Ao apresentar a ação na Justiça, a promotora alegou que Renato Lima cometeu improbidade administrativa com desvio de verba e enriquecimento ilícito, e sua esposa Barbara Filomena concorreu e beneficiou-se (lei 8.429/92). 

    A representante do MP pediu liminar decretando indisponibilidade dos bens deles. O juiz Ricardo Augusto Galvão de Souza concordou com o pedido de liminar e decretou indisponibilidade dos bens do casal. Desde 18 de janeiro deste ano, o processo tramita para formação de culpa.

    Aqui a notícia chega chegando!   

Estado-SP - Operação Interior Mais Seguro detém 170 pessoas e apreende 190 Kg de entorpecentes

      POLÍCIA MILITAR desencadeou segunda-feira, 18/01, a Operação Interior Mais Seguro em todo o Estado, nas regiões em que há áreas rurais, com a finalidade de garantir a continuidade da redução dos indicadores criminais, aumentando a presença ostensiva para melhorar a percepção de segurança das pessoas e combater o crime.  A ação se estendeu até a manhã desta terça-feira (19).

    A operação, que está em sua 28ª edição, contou com a mobilização de 14.509 policiais militares, com o emprego de 6.286 viaturas e 11 helicópteros, distribuídos em 1.151 pontos. As equipes permaneceram em locais estratégicos nas áreas rurais, apontados pelo serviço de inteligência da PM, para sufocar possíveis ações de criminosos.

    Além do policiamento preventivo, também atuaram com foco em receber das comunidades rurais informações que apontem melhorias da segurança local bem como os policiais militares foram agentes estimuladores do Programa Vizinhança Solidária.

    A ação resultou em 20.279 abordagens, sendo 122 pessoas presas e/ou apreendidas e 50 foragidos capturados. Também houve a apreensão de 191,6 quilos drogas. Mais de 9,2 mil veículos foram vistoriados e 90 motoristas autuados por consumo de álcool, recusa ao teste do bafômetro e embriaguez ao volante. A PM também recuperou 30 veículos produtos de roubo ou furto e retirou das ruas 11 armas de fogo ilegais.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP 

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Piedade/Sorocaba - Moça acusa advogado de tê-la agredido em estabelecimento comercial

 


    UMA ESTUDANTE DE 22 ANOS procurou a Delegacia de Polícia de Piedade para registrar queixa de agressão e citou que o autor do delito é um advogado, que mora em Piedade e trabalha na Prefeitura de Sorocaba.

    Alessandra Cristina Lopes relatou que reside no Éden, em Sorocaba, e na sexta-feira, 15/01, ela foi para Piedade encontrar o seu namorado e umas amigas. Todos foram ao Biritas Bar, situado na Rua Capitão Moraes, no Bairro Cotianos. Naquele comércio estava o advogado Cleber Pereira Balesteiro (na foto), que é sócio de outra lanchonete em Piedade.

    Em certo momento de conversa já na madrugada de sábado, 16/01, o advogado Balesteiro teria convidado Alessandra, o namorado dela e as amigas para irem na lanchonete dele. Alessandra teria dito "será que o lanche de sua lanchonete é bom?". Isto teria sido suficiente para Balesteiro apresentar nervosismo e desferir um soco atingindo o nariz de Alessandra. 

    O caso fora registrado na Delegacia como lesão corporal dolosa de autoria conhecida (artigo 129 C.P). Alessandra (foto abaixo) esteve submetida a exame de corpo delito em Sorocaba, e diz que vai representar para que o autor responda processo penal; ela diz ainda que irá denunciá-lo na OAB. 


                           Aqui a notícia chega chegando!   

Estado-SP - Justiça determina regime fechado para autor de pornografia infantil em rede social

 


    A 6ª CÂMARA DE DIREITO CRIMINAL do Tribunal de Justiça de São Paulo deu provimento a recurso do Ministério Público para alterar o regime prisional de um homem condenado por compartilhar e transmitir de forma continuada pornografia infantil. A pena de cinco anos e sete meses, que seria cumprida em regime semiaberto, deverá ser em regime inicial fechado.

De acordo com os autos, o réu se valeu do CPF de outra pessoa para habilitar linha celular e, identificando-se com nome de mulher, manteve contato com outros indivíduos pelas redes sociais e com eles compartilhou imagens de crianças e adolescentes em cenas de sexo explícito ou pornográficas. O acusado confessou o crime.


O relator do recurso, desembargador Marcos Correa, afirmou que as provas nos autos comprovam a materialidade e autoria do crime, além de ratificar a confissão do réu, de modo que não há que se falar em insuficiência de provas ou conduta atípica, conforme alegado pelo acusado, que também recorreu da sentença.


O magistrado pontuou que a inclusão de tal crime no Estatuto da Criança e do Adolescente tem como objetivo “coibir a prática de pedofilia e combater a produção, venda e distribuição de pornografia infantil e de criminalizar a aquisição e posse de material com conteúdo pornográfico infantil”, descrição que abarca a conduta do réu e a define como criminosa. “No caso dos autos, as conversas mantidas tinham cunho eminentemente sexual e faziam referência expressa às genitálias das crianças, bem como à prática de atos sexuais e libidinosos.”


Marcos Correa ressaltou que a pena deve ser mantida, “tendo em conta o alto fluxo de informações, a variedade de imagens transmitidas, a estratégia utilizada para sua não identificação, o cenário odioso fantasiado para atrair o interesse de terceiros e a posição social ocupada pelo réu”. Pelos mesmos motivos, o desembargador afirmou que o regime prisional fechado é o mais adequado ao caso. Participaram do julgamento, que teve votação unânime, os desembargadores Machado de Andrade e Farto Salles.

 

    Reproduzido do Tribunal de Justiça-SP 

segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

Tatuí - Indivíduo é preso por cometer tentativa de homicídio

    GUARNIÇÃO PATRULHA DA PAZ ouviu informação de populares que estaria ocorrendo tentativa de homicídio no cruzamento da Rua Capitão Lisboa com a Rua Onze de Agosto, na região central da cidade. A equipe deslocou-se ao endereço e encontrou a vítima, ela informou o prenome do seu desafeto e por onde ele seguiu.

    A guarnição diligenciou pela Rua Capitão Lisboa e encontrou o suspeito empurrando um carrinho de coleta de materiais recicláveis. O indivíduo de prenome André assumiu a autoria do delito e declarou que utilizou um tijolo para atingir a cabeça do seu desafeto E.A.S.D.S de 27 anos. No interior do carrinho havia um facão e uma faca. A equipe apreendeu os apetrechos e deteve André.

    Na Central de Flagrante, a autoridade policial prendeu André por homicídio tentado (artigo 121 combinado com artigo 14 C.P). Ao término do registro a autoridade policial encaminhou o agressor para audiência de custódia. O caso aconteceu sábado, 16/01.

    Aqui a notícia chega chegando!  


Justiça condena mulheres que xingaram estudante de 08 anos

 


    4ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve condenação de duas mulheres que xingaram e intimidaram um menino de oito anos. Elas devem pagar indenização por danos morais no valor de R$ 8,8 mil.

O fato ocorreu após uma das rés, mãe de outra criança da mesma escola, ter feito uma reclamação sobre o comportamento do menino no transporte escolar, dizendo que ele teria más intenções e interesse sexual por seu filho. Depois disso, a mulher e uma parente teriam xingado e intimidado o autor (representado no processo por sua mãe), dizendo que ele era “bicha” e que iriam matá-lo. Após o ocorrido, o menino teria ficado com medo e sem querer retornar à escola.

Para o desembargador Maurício Campos da Silva Velho, os relatos das testemunhas comprovaram as agressões verbais. “As ofensas e ameaças dirigidas ao menor constituem fundamento para o pleito indenizatório uma vez que, à toda evidência, são hábeis a nele infligirem sentimentos de medo e submissão, vale dizer, a atingir, de forma relevante, seu elemento psíquico, o que configura dano moral indenizável”, afirmou em seu voto. Completaram o julgamento, de votação unânime, os desembargadores Enio Zuliani e Fábio Quadros.

    Reproduzido do Tribunal de Justiça-SP

domingo, 17 de janeiro de 2021

Estado-SP - Operação Rodovia Mais Segura apreende 112 Kg de drogas e detém 162 pessoas

     POLÍCIA MILITAR realizou, desde 0 hora de quinta-feira, 14/01, mais uma edição da operação “Rodovia Mais Segura”. A ação foi deflagrada em todo o Estado de São Paulo até a madrugada de sexta-feira (15).

    Com a finalidade de combater a criminalidade e prevenir infrações, garantindo a segurança nas rodovias, 15.915 policiais militares foram mobilizados, com o emprego de 7.058 viaturas e 11 helicópteros.

    Durante a operação, 122 pessoas presas e/ou apreendidas e 40 procurados foram capturados. Mais de 10 mil veículos foram vistoriados e 120 motoristas autuados por consumo de álcool, por se recusar a fazer o teste do bafômetro ou dirigir embriagado. A PM também apreendeu 12 armas e 112 quilos de drogas, além recuperar 55 veículos produtos de roubo ou furto.

    Participaram da ação várias divisões da Polícia Militar, como as unidades especializadas, Forças Táticas, Batalhões de Ações Especiais de Polícia (Baeps), policiamento de choque, territorial e ambiental, bem como Comando do Policiamento Rodoviário. Drones e cães farejadores empregados na operação.

    Nas vias urbanas da Capital, a fiscalização foi realizada pelo Comando de Policiamento de Trânsito. As equipes permaneceram em locais estratégicos, apontados pelo serviço de inteligência da PM, para sufocar possíveis ações de criminosos.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

São Miguel Arcanjo - Rapaz morre após sofrer tiros no Bairro Ferreirada

 


    NO FINAL DA NOITE DE QUINTA-FEIRA, 14/01, um indivíduo efetuou tiros contra seu desafeto Jhonattan de Mesquita Vaz de Almeida, 27 anos (foto). Depois dos tiros, o autor do crime de prenome Gustavo fugiu do local. 

    O caso aconteceu por volta das 23H30, no Bairro Ferreirada, área rural de São Miguel Arcanjo. Os dois não estavam sozinhos no momento do crime.

    A vítima fora levada ao pronto-socorro da cidade. Devido o estado grave, o rapaz fora transferido ao Hospital Regional de Itapetininga. A Polícia Militar registrou o caso como tentativa de homicídio. No dia seguinte Jhonattan faleceu. A Polícia Civil vai investigar o crime.

    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição!

Sorocaba - Comerciante é condenado indenizar cliente por comentário homofóbico

 


    A 2ª VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL de Sorocaba julgou procedente pedido de indenização de um cliente que sofreu ofensas homofóbicas na internet por parte do dono de um restaurante. O estabelecimento e o proprietário deverão pagar R$ 10 mil por danos morais.

De acordo com os autos, o autor da ação foi ao restaurante acompanhado de seu namorado e de uma amiga. Após, avaliou o estabelecimento em site de viagens, apresentando pontos positivos e negativos. O dono respondeu às considerações do cliente com comentários homofóbicos, escrevendo que “estava mais do que na cara que vocês não iriam gostar” e que “nossa proposta é romântica, nada a ver com trinca LGBT".

O juiz Gustavo Scaf de Molon afirmou que os réus “expuseram a orientação sexual do requerente, de forma inadequada, desnecessária e imprópria, publicamente”. Além disso, declararam que a proposta do estabelecimento não se destina ao público LBGT, distinção que não se justifica. “Em momento algum o requerente havia reclamado que o ambiente não era adequado a homossexuais, aliás, sequer mencionou em sua postagem que é homossexual, o que demonstra que alguém do restaurante realmente ficou reparando no requerente, seu namorado e sua amiga, a ponto de identificar sua orientação sexual e lembrar disso dias depois, quando foram responder a postagem do requerente.”

“Vale destacar que comentários homofóbicos, em situações semelhantes à dos autos, vêm sendo altamente reprovados pela jurisprudência, demonstrando a gravidade e contrariedade desses atos à vida em sociedade”, completou o magistrado.  Cabe recurso da sentença.

    Reproduzido do Tribunal de Justiça-SP

quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Tatuí - Justiça Restaurativa e Patrulha da Paz combatendo violência doméstica

 


    EM 2020, convênio da Prefeitura de Tatuí e o Tribunal de Justiça-SP lançou atendimento às mulheres vitimas de violência doméstica. Criou-se a Patrulha da Paz com quatro viaturas e quatro duplas compostas por homens e mulheres (toda dupla tem mulher). 

    Duas viaturas por turno, cada uma com uma dupla realizam atendimento 24 horas às mulheres protegidas por medidas protetivas expedidas pela justiça, ou qualquer ocorrência de violência doméstica.

    Atualmente são cinquenta e três mulheres cadastradas no Programa. Elas são visitadas pela Patrulha toda semana sem data marcada com objetivo de proteger, acolher e apoiar às vitimas. Além de atender as vitimas cadastradas, a Patrulha atende em média cinco ocorrências de algum tipo de violência por dia, totalizando aproximadamente cento e cinquenta atendimentos extras ao mês. 

                  Agressores detidos

    Desde quando foi criado o Programa, a Patrulha deteve cinco agressores, três deles eram envolvidos com tráfico de droga. Um dos casos, o agressor havia pulado o portão da casa, ameaçou atirar contra a mulher e uma criança de 08 anos, e tentava arrombar uma janela para invadir a residência e ferir a mulher e a criança; a guarnição chegou rápido e conduziu o indivíduo à Delegacia. 

    De acordo com o Anuário da Violência divulgado em outubro de 2020, em Tatuí vivem sessenta mil mulheres. As vítimas de qualquer tipo de violência podem acionar a Patrulha da Paz pelo telefone da Guarda Municipal 153 ou solicitar atendimento ao Núcleo de Justiça Restaurativa telefone fixo 15- 3305-1530 ou pelo zap 15-99629-8316. O Núcleo coordenado pelo juiz Marcelo Nalesso Salmaso dispõe de assistente social e psicologo. 


                   Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato!      

quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

Estado-SP - Operação Rodovia Mais Segura apreende 34 Kg de entorpecentes e detém 160 pessoas

      POLÍCIA MILITAR de São Paulo realizou, desde 0 hora de domingo, 10/01, mais uma edição da operação “Rodovia Mais Segura”. A ação foi deflagrada em todo Estado até a madrugada de segunda-feira (11).

Com a finalidade de combater a criminalidade e prevenir infrações, garantindo a segurança nas rodovias, 19.247 policiais militares foram mobilizados, com o emprego de 8.328 viaturas e 11 helicópteros.

    Durante a operação, 122 pessoas presas e/ou apreendidas e 38 procurados foram capturados. Mais de 12 mil veículos foram vistoriados e 408 motoristas autuados por consumo de álcool, por se recusar a fazer o teste do bafômetro ou dirigir embriagado. A PM também apreendeu 20 armas e 34,9 quilos de drogas, além recuperar 30 veículos produtos de roubo ou furto.

    Participaram da ação várias divisões da Polícia Militar, como as unidades especializadas, Forças Táticas, Batalhões de Ações Especiais de Polícia (Baeps), policiamento de choque, territorial e ambiental, bem como Comando do Policiamento Rodoviário. Drones e cães farejadores empregados na operação.

    Nas vias urbanas da Capital, a fiscalização foi realizada pelo Comando de Policiamento de Trânsito. As equipes permaneceram em locais estratégicos, apontados pelo serviço de inteligência da PM, para sufocar possíveis ações de criminosos.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

Justiça nega exclusão de comentário em site sobre reclamação de consumidores

 


     A 6ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO do Tribunal de Justiça de São Paulo negou pedido de retirada de comentário postado em página dedicada a queixas decorrentes de relações de consumo e prestação de serviços. Para a relatora da apelação, desembargadora Ana Maria Baldy, a crítica feita não se revelou excessiva nem ofensiva à imagem e reputação da autora.

Consta nos autos que uma empresa postou comentário na plataforma virtual afirmando que a companhia autora da ação não honrou seus compromissos. A parte alvo da reclamação então procurou a Justiça, solicitando a retirada do comentário com a alegação de que seu nome e imagem foram maculados, mas o pedido foi negado.

“Restou demonstrado que o mesmo site é de utilidade pública, cujos serviços são inteiramente gratuitos para os usuários, os quais, como consumidores, poderão utilizar a ferramenta de pesquisa para expor suas experiências desagradáveis quanto ao atendimento, compra, e venda de produtos e serviços, bem como alertar os demais usuários. De outra banda, a página também possibilita às empresas reclamadas contato com seus clientes. Com efeito, o site apenas disponibiliza o espaço para consulta geral dos consumidores, não procedendo qualquer avaliação acerca do conteúdo da reclamação, sendo filtrado, apenas, os de conteúdo ofensivo e aqueles que violem os termos de uso, o que afasta a sua responsabilidade por comentários realizados por usuários”, destacou a magistrada na decisão. Completaram a turma julgadora os desembargadores Vito Guglielmi e Paulo Alcides. A decisão foi unânime.

    Reproduzido do Tribunal de Justiça-SP

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Pilar do Sul - Mais relatos de estupros atribuídos ao policial aposentado Jair Silva

 


    APÓS A PUBLICAÇÃO a respeito de supostos abusos sexuais atribuídos ao policial militar aposentado Jair Pereira da Silva (na foto), o site Sorocaba Notícia recebeu mais informações delatando supostas condutas semelhantes.

    As duas vitimas dos abusos citadas na reportagem anterior são: uma menina cunhada do filho de Jair, que sofreu os abusos, atualmente ela é jovem, a outra vítima também abusada desde a faixa etária infantil é a própria filha de Jair, também atualmente jovem. Os crimes ocorreram na casa dele. 

    Os relatos são constrangedores e repugnantes e portanto não são possíveis citá-los neste texto. Aos finais de semana Jair costumava ir até a residência da cunhada do filho num bairro rural de Pilar do Sul para jogar partidas de baralho e almoçar com os familiares da vítima. 

    Os casos foram denunciados em 15 de novembro de 2020. Por causa do registro na Delegacia, Jair saiu de Pilar do Sul, depois a esposa dele também saiu da cidade e foram para casa de parentes da esposa dele em Minas Gerais. Nos últimos dias  Jair retornou para sua residência no Bairro Buracanã, em Pilar do Sul, lá ele permanece morando juntamente com sua espoa e um filho dele especial. 

            Outro caso em Brasilândia-SP     

    Em 1985, Jair morava em Brasilândia-SP. Certa vez ele conversou com sua família que precisava mudar de casa às pressas porque o aluguel do imóvel aumentou tornando difícil o pagamento. Ele e sua família saíram do imóvel. A versão fora mentirosa, fato é que Jair teria estuprado uma adolescente que residia no Bairro Brasilândia. A bomba estourou e os criminosos do bairro prometeram-lhe represália. 

    Anos depois, Jair saiu de São Paulo para morar em Pilar do Sul, e adquiriu um bar no Bairro Nova Pilar, ele trabalhava com sua esposa (atualmente falecida). Certa vez um cliente do bar que morava em São Paulo e estava trabalhando em Pilar do Sul disse que reconheceu Jair. "Esse indivíduo aqui, o mundo é pequeno" disse o cliente. A empregada do bar perguntou-lhe de onde o cliente conhecia Jair. O cliente afirmou que Jair era policial militar morador do Bairro Brasilândia-SP e mudou do bairro para não morrer, porque havia estuprado e engravidado uma adolescente. 

                Jair tentou estuprar sobrinha dele

    O policial aposentado Jair tem um irmão unilateral (irmão por parte de pai), um dia Jair ofereceu carona a filha do irmão para levá-la ao colégio, a família e a adolescente concordaram. Em certo local durante o trajeto Jair teria tentado estuprar a sobrinha. Ela reagiu e ao chegar em sua residência ela delatou o fato aos familiares. O pai da adolescente prometeu assassinar Jair, contudo não cumpriu a ameaça porque uma irmã deles afirmou que Jair tinha um filho especial por isso ela implorou ao irmão não matar Jair. O pai da adolescente atendeu o pedido.

    Tenente Jair como é conhecido em Pilar do Sul, esteve comandando a Guarda Mirim de Pilar do Sul, no final dos anos 90, naquela época existiu comentários que ele teria abusado de adolescente que trabalhava em caráter aprendiz naquela entidade, mas o caso não passou de comentário. Se existiu tal conduta a vítima ou vitimas podem procurar a Delegacia de Pilar do Sul e relatar os fatos ao delegado da cidade. 

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato!

               

segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

Salto de Pirapora - Caminhão cai na ribanceira e causa morte do motorista

    UM CAMINHÃO Ford cor cinza saiu da Avenida Lidia David Haddad, e caiu na ribanceira. O impacto abriu a porta do veículo e projetou o motorista para fora do caminhão.

    O veículo era conduzido por Augusto César Ribeiro da Silva, que sofreu esmagamento do crânio. O motorista morreu no local; ele residia em Salto de Pirapora. O acidente ocorreu segunda-feira à tarde, 11/01. 

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato! 

Pilar do Sul - Policial aposentado é suspeito de abusar de crianças e desapareceu da cidade

 


    POLÍCIA CIVIL teria registrado queixa de estupro de vulnerável (artigo 217-A do C.P) conduta supostamente atribuída ao policial militar aposentado Jair Pereira da Silva, 72 anos, inclusive haveria inquérito instaurado na Delegacia de Pilar do Sul para apurar tal queixa.

    As reclamações são de duas moças, mas os abusos aconteceram quando elas eram crianças; uma das vitimas é da família dele. Jair era considerado acima de qualquer suspeita por ser policial aposentado,  por conversar de modo educado, e ter trabalhado em entidade que atende adolescentes naquela cidade. 

    O caso veio à tona, porque um filho de Jair percebeu comportamento estranho de uma moça da família. Ela relatou que seria vitima desde criança e atualmente ainda sofria abuso. Ainda alegou que não comentou antes com seus familiares porque temia não acreditarem. 

    Ao ouvir o relato, o filho de Jair não pensou duas vezes, convenceu a moça descer com ele na Delegacia de Polícia para registrar a queixa. Em outro momento ouviu-se relato que existia a segunda vítima.

    Sabendo que a vítima havia registrado queixa na Delegacia, Jair pegou um computador pôs em seu carro e desapareceu de Pilar do Sul. Desde novembro de 2020 o paradeiro dele é desconhecido. 

    Alguns dias depois do desaparecimento de Jair a esposa dele também deixou de morar em Pilar do Sul. Ela é natural de Minas Gerais, e antes de casar com Jair ela morava em Minas, existe suspeita que o casal esteja residindo naquele estado. 


                          Aqui a notícia chega chegando! 

domingo, 10 de janeiro de 2021

Piedade - Efetivo da Guarda Municipal apenas 15 guardas?

 


    O ESTATUTO DAS GUARDAS CIVIS MUNICIPAIS incumbe a Corporação Sangue Azul, proteger próprios municipais, atuar em orientação no trânsito, efetuar patrulhamento, deter infratores e conduzi-los para a Delegacia, e realizar ações conjuntas com outras Forças de Segurança. 

    Para exercer essas competências é necessário efetivo, e isso falta na Guarda Municipal de Piedade, pois no momento seu efetivo seria de quinze guardas. Esse número nos leva acreditar ser insuficiente para atender demandas visíveis e eventuais num município com 54. 717 habitantes e seu maior número populacional é na Zona Rural.

    Por causa do efetivo insuficiente a Guarda Municipal de Piedade não atua 24 horas. Os turnos terminam às 22H de domingo a domingo.  Final de noite ou de madrugada se o munícipe acionar o telefone da Guarda 199, um vigia atende a chamada e orienta o cidadão solicitar atendimento da Polícia Militar pelo número 190. 

    Exemplo de um município menos populoso que Piedade e sua Corporação Sangue Azul tem mais guardas: em Salto de Pirapora a população é 43.574 habitantes, lá o efetivo da Guarda Municipal são 33 guardas; a Instituição trabalha 24 horas atendendo solicitação pelo telefone 153 e realizando patrulhamento. Ibiúna tem 76 mil habitantes e o efetivo da Guarda é aproximadamente 100 guardas.

    Ao assumir o Governo em Piedade, o prefeito Geraldinho, reduziu ainda mais o efetivo da Corporação nomeando um guarda para assessoramento. Sorocaba Notícia ouviu relato de munícipe que a Corregedoria da Guarda, em Piedade, existe no papel, mas não disponibiliza estrutura para apurar denúncia de suposta conduta indisciplinar por parte de membros da Instituição. 

    Criar a Ouvidoria Geral é outra exigência para todo município que tem Guarda Municipal. Em Piedade não existe Ouvidoria. É necessário a prefeitura estudar o aumento do efetivo da Guarda e elaborar plano para a Corporação produzir o atendimento das demandas; e equipar a Guarda capacitando-a para agir como uma terceira Polícia de fato nos setores público e da sociedade.

    Merece reflexão!   

Boituva - Carreta transportava 1,8 tonelada de maconha

 


    POLICIAIS RODOVIÁRIOS apreenderam 1,8 tonelada de drogas na rodovia SP-280 em Boituva. A polícia também deteve o condutor do caminhão, um homem de 32 anos.   

    A equipe da 3ª Cia do 5º BPRv (Batalhão de Polícia Rodoviária) realizava a operação Bloqueio quando flagrou um caminhão de carroceria aberta, cuja carga, coberta por uma lona, aparentava perigo de queda. Para evitar um acidente os policiais, rapidamente, realizaram a abordagem.  


    O motorista, com certo nervosismo, disse que pegara o veículo carregado em Umuarama (PR) e trazia a sucata plástica até Boituva (SP). Não demorou muito para os policiais encontrarem fardos, em meio a sucata, contendo maconha. O envolvido, então, confessou que sua intenção era entregar a droga em Salto (SP). Ainda segundo ele, um casal que estava em um Siena realizava a sua escolta. Contudo, estes não foram encontrados pelos agentes.  

    Após pesada, a maconha totalizou 1,8 tonelada. Também foi apreendido R$ 500. O homem foi indicado por tráfico de drogas na Delegacia de Boituva. O crime aconteceu sexta-feira, 08/01.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP

sábado, 9 de janeiro de 2021

Tribunal-SP condena hospital público pagar pensão vitalícia para recém-nascida prematura

 


    A 2ª CÂMARA DE DIREITO PÚBLICO do Tribunal de Justiça de São Paulo negou provimento a recurso de um hospital público da comarca de Marília, condenado em primeiro grau por conduta irregular que acarretou a perda da visão da filha do casal autor da ação, nascida prematura. O hospital deverá pagar indenização de 100 salários mínimos por danos morais, cerca de R$ 17 mil por danos materiais e pensão vitalícia de um salário mínimo para a criança.

De acordo com os autos, o hospital realizou o exame obrigatório de “fundo de olho” na recém-nascida uma única vez e não o repetiu na ocasião da alta hospitalar, como era devido. Desta forma, não foi diagnosticada a doença que acometia a criança (retinopatia da prematuridade), que lhe acarretou perda total da visão.

O relator do recurso, desembargador Renato Delbianco, afirmou que o laudo pericial comprova o nexo de causalidade entre o fato e o dano, ou seja, “a ausência de novo exame fez com que a patologia da menor evoluísse com descolamento de retina e perda visual”. Além disso, diante das provas nos autos, o magistrado deferiu pedido dos autores de majoração da indenização por danos materiais, de R$ 9,3 mil para R$ 17 mil.

Quanto ao pagamento de pensão vitalícia, Renato Delbianco ponderou que há entendimento do Superior Tribunal de Justiça segundo o qual “é devida a pensão vitalícia pela redução permanente da capacidade de trabalho do demandante, ainda que menor de idade”. “Destarte, diante do entendimento firmado pelo E. Superior Tribunal de Justiça, deve ser mantida a r. sentença que determinou o pagamento de pensão vitalícia à menor em um salário mínimo”, concluiu. Participaram do julgamento, que teve votação unânime, a desembargadora Luciana Bresciani e o desembargador Augusto Pedrassi.

    Reproduzido do Tribunal de Justiça-SP

sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

Araçoiaba/Itu - Tonelada de maconha cultivada em estufas



    A POLÍCIA CIVIL encontrou pés de maconha cultivados em três estufas em uma chácara, localizada no município de Araçoiaba da Serra, quarta-feira, 06/01. Na ação,  a polícia deteve cinco homens e apreendeu mais de uma tonelada de maconha. 


    Agentes da Delegacia de Itu realizaram investigação e identificaram dois suspeitos, que seriam membros de uma quadrilha que produzia e vendia maconha na região de Sorocaba.

    Com base nas informações obtidas, os policiais localizaram uma chácara, no município de Araçoiaba da Serra, utilizada para o cultivo das drogas. 

    Equipes das delegacia de Itu, Salto e Pilar do Sul realizaram ação conjunta e foram ao endereço indicado, onde localizaram cinco criminosos. No local, foram encontradas três estufas de maconha, totalizando cerca de 1,1 tonelada da droga. 

    Dois veículos utilizados pelos criminosos também foram apreendidos, assim como quatro celulares, que foram encaminhados para perícia. A polícia deteve o grupo em flagrante e o indiciou por tráfico de droga e associação para tráfico. O caso foi registrado pela Delegacia de Itu, que permanece em diligências para identificar outros envolvidos.

    Reproduzido da Secretaria de Segurança Pública-SP 

quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

Iperó-SP/Caetés-PE - Homem assassinado com 11 tiros

 


    EQUIPE DA POLÍCIA MILITAR atendeu solicitação de disparo de arma de fogo num comércio em reforma na Avenida George Oetter, Bairro Campos Vileta, em Iperó. 

    A polícia encontrou um homem ferido apresentando onze perfurações provocadas por tiros. Populares disseram que o autor dos disparos havia fugido em um automóvel de cor clara. A motivação é desconhecida.

    Equipe do Serviço Móvel de Urgência esteve no local e constatou a morte da vítima identificada como Damião Carlos da Silva Santos. A polícia pesquisou e soube que Damião era procurado pela Justiça de Caetés-PE. O homicídio ocorreu quarta-feira à noite, 06/01.

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato! 

quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Tribunal-SP - Empresa é condenada por realizar mais de 80 ligações cobrando a pessoa errada

 


    A 19ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO do Tribunal de Justiça de São Paulo, em julgamento realizado no dia 1º de dezembro, manteve condenação de uma empresa de call center que realizou mais de 80 ligações de cobrança à pessoa errada.  Além de se abster de realizar as chamadas, a empresa deve reparar o dono da linha telefônica, a título de danos morais, em R$ 5 mil.

        A partir de meados de 2019, o autor passou a receber inúmeras ligações telefônicas relacionadas à dívida contraída por uma terceira pessoa, que ele não conhece. Uma gravação eletrônica solicitava o CPF do suposto devedor para dar continuidade à cobrança. O autor enviou e-mail à ré, solicitando o cancelamento das ligações, mas não foi atendido. Nos autos há comprovação de mais de 80 chamadas indevidas vinculadas ao CNPJ da empresa.


        Para a relatora da apelação, desembargadora Cláudia Grieco Tabosa Pessoa, “as inúmeras ligações telefônicas, oriundas de números diversos, provocaram claro constrangimento ao autor, tolhendo sua tranquilidade, em evidente invasão da esfera privada”. Em seu voto, a magistrada escreveu: “Ao reverso do alegado pela ré, no caso sub judice a hipótese extrapolou o exercício regular do direito, consubstanciando efetivo constrangimento ilegal, que não deve ser admitido, impondo-se o dever de indenizar”. O julgamento, de votação unânime, teve a participação dos desembargadores Mourão Neto e Daniela Menegatti Milano.


    Reproduzido do Tribunal de Justiça-SP

segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

Alerta! Cuidado com golpes de falsos sites de leilões



    QUADRILHAS ESPECIALIZADAS em golpes costumam utilizar o nome, logotipo e/ou informações de instituições públicas, como o Tribunal de Justiça de São Paulo, para ludibriar o cidadão e praticar crimes diversos, seja através de telefonemas, cartas ou mesmo com a criação de falsos sites de leilões. Não caia nessa! Fique atento às orientações. Se a fraude já foi consumada, é importante ir registrar boletim de ocorrência em uma delegacia, para que as autoridades policiais possam investigar o caso.

                     Leilões

Por meio do endereço www.tjsp.jus.br/auxiliaresjustica/auxiliarjustica/consultapublica, os cidadãos podem verificar se realmente o site do leiloeiro é homologado pelo TJSP e, mesmo que seja, é fundamental checar se o endereço do site ao qual teve acesso corresponde exatamente ao endereço do leiloeiro, pois os criminosos podem usar uma URL muito similar.

    Outra dica é que, ao clicar no bem que está em leilão, os sites idôneos apresentam informações sobre o processo ao qual aquele objeto ou imóvel está relacionado. Geralmente há o número da ação, a vara e alguns documentos. De posse de tais dados, o interessado pode, ainda, entrar em contato com a unidade por e-mail para confirmar a veracidade do leilão. Confira aqui a lista dos telefones e e-mails corretos das varas.
 
                        Telefonemas

Atenção! O TJSP não comunica ajuizamento de ações por telefone e não solicita o pagamento de qualquer quantia. Processos e intimações devem sempre ser consultados diretamente no site do Tribunal. Um dos golpes aplicados por criminosos é o da falsa conciliação. Alguém que se passa por funcionário de fórum telefona e afirma que determinada empresa está com uma ação pronta para dar entrada, mas que pode ser feito um acordo. Se a vítima afirma que aceita o ajuste, a ligação é transferida para um suposto advogado, que informa opções de pagamento e envia boleto por e-mail. É preciso atenção para não cair em armadilhas como essa. 
 
                         Cartas e e-mails 

Os criminosos também enviam, por exemplo, falsos ofícios com informações sobre sentenças favoráveis, solicitando depósitos de custas ou outras taxas para posterior levantamento do dinheiro. As comunicações têm o logotipo do TJSP ou de outros órgãos oficiais e, até mesmo, o nome de funcionários que realmente trabalham nas unidades judiciárias, mas nada têm a ver com as fraudes. 

    Em geral, constam nas correspondências supostos telefones das unidades cartorárias. Ao ligar para os números indicados, a quadrilha atende como se realmente fosse da vara indicada – por exemplo, 5ª Vara Cível, Vara de Falências, 4º Ofício da Fazenda Pública, Vara das Execuções contra Fazenda etc. Em geral, o fraudador atende e informa que deve ser feito pagamento para que a vítima receba o benefício. Confira sempre os telefones e e-mails corretos das varas.

    Reproduzido do Tribunal de Justiça-SP

domingo, 3 de janeiro de 2021

Família procura rapaz desaparecido

 


    RAPAZ QUE VIVE EM SITUAÇÃO DE RUA está desaparecido desde o início de novembro. Rafael Júnior da Silva de 31 anos (foto), mais conhecido por "Rafa" comentou com familiares dele, que sairia de Rio das Pedras na região de Campinas-SP e iria para a capital paulista. Rafa desapareceu.

    Em 16 de novembro do ano passado uma pessoa da família dele que reside na região de Campinas recebeu ligação telefônica de uma assistente social informando que Rafa era atendido por um abrigo na capital paulista, mas o abrigo não recolhia pessoas apenas servia alimentação e oferecia estrutura para banho.

    Depois dessa ligação Rafa não retornou para Rio das Pedras e nem a família soube por onde ele vive. Uma pessoa da família de Rafa contatou com Sorocaba Notícia e pediu ajuda para tentar encontrar o rapaz. Quem souber onde está Rafa realize contato com Sabrina Silva, ela é prima do desaparecido; zap dela 19 - 99971-4943.

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato!