sábado, 15 de maio de 2021

Pilar do Sul/Sorocaba - Trabalho como analista fiscal numa empresa de Sorocaba motivou prisão de uma pilarense na Operação Noteiras

 


    A MULHER PRESA DIA 12 DE MAIO em Pilar do Sul, na Operação Noteiras, é Ana Carolina Iyusuka, residente no Jardim Marajoara. 

    Por volta das 06H da manhã, policiais civis entraram na residência dela e além de cumprirem mandado de prisão preventiva apreenderam equipamentos de mídia para analisar suposto envolvimento de Ana Carolina com um esquema de empresas fantasmas que operava em Alagoas e São Paulo, usufruindo créditos do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços.

    Atualmente na Carolina trabalha em Pilar do Sul, mas antes disso, há mais de um ano, ela trabalhava em regime CLT exercendo função de analista fiscal numa empresa do segmento plástico em Sorocaba; foi desse trabalho em Sorocaba que originou a inclusão do nome dela na investigação que apura envolvimento de contabilistas e empresários em supostos crimes: sonegação fiscal, lavagem de dinheiro, organização criminosa. 

    Sorocaba Notícia apurou que além de prender Ana Carolina (reclusa em São Paulo), a polícia cumpriu mandados de prisão preventiva encarcerando outras funcionárias do setor administrativo da empresa onde Ana Carolina trabalhava. A polícia também prendeu os proprietários da empresa que elas trabalhavam e conduziu  os empresários para unidades prisionais em Alagoas.

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário