quarta-feira, 16 de junho de 2021

Piedade - Prefeito Geraldinho propõe acordo para pagar retroativo de periculosidade aos vigias; atitude do prefeito é criticada pela advogada dos vigias



    EM REUNIÃO TERÇA-FEIRA, 15/06, COM VINTE E SETE VIGIAS, o prefeito Geraldinho de Camargo declarou que a Prefeitura não vai recorrer da sentença de primeiro grau, e reservou um milhão de reais para pagar o adicional de periculosidade referente aos retroativos dos últimos cinco anos, como determina a sentença. 

    O prefeito propôs pagar doze parcelas de R$ 2.200; o valor de cada parcela ser pago dois dias depois da data do vencimento mensal. Ao apresentar a proposta o prefeito indagou quem fosse favorável ao acordo sinalizasse erguendo o braço. A maioria aceitou o acordo, e aplaudiu. 

            Advogada criticou atitude do prefeito

    A advogada Nidelci Rodrigues está constituída pelos vigias e atua no processo desde fevereiro de 2020, e obteve vitória no Fórum de Piedade. Ao saber da proposta do prefeito, a advogada Nidelci criticou a atitude de Geraldinho, porque ela não estava na reunião e nem a advogada da Prefeitura, ademais qualquer intenção de acordo deve ser emitido no processo. Nidelci afirmou ainda que vai elaborar requerimento e protocolar na Prefeitura para obter informações da proposta de pagamento em parcelas. 

    A defensora da causa dos vigias disse também que a sentença ainda não transitou em primeiro grau e que a procuradoria do município protocolou embargo declaratório pretendendo esclarecimento da sentença. "Esse embargo é medida protelatória. Vou produzir cálculos sobre o montante que cada vigia tem direito e então será possível discutir como receber". 

    Aqui a notícia chega chegando!   

Nenhum comentário:

Postar um comentário