terça-feira, 23 de novembro de 2021

Pilar do Sul - Júri condena homem que matou o irmão a facadas

 


    TRIBUNAL DO JÚRI condenou Silvio Godinho, porque em abril de 2020, ele discutiu e golpeou seu irmão Sidnei Godinho causando-lhe óbito. O crime ocorreu na residência deles no Jardim Ipê, periferia de Pilar do Sul. A polícia prendeu Silvio no interior da residência.

    Em 12 de novembro, Silvio foi levado ao julgamento em Pilar do Sul. Sessão presidida pela juiza Thais Galvão, na acusão o promotor Luis Fernando Guinsberg, o defensor do réu, o advogado Eder Lima Fresneda. 

Após os jurados votarem pela reprimenda por homicídio simples artigo 121 caput C.P, a juíza aplicou detração penal (computou período do réu preso) e impôs-lhe cumprimento de 4 anos e 8 meses em regime aberto, e parte da punição tratamento ambulatorial até 3 anos, pois Silvio apresenta suposta dependência de bebida alcoólica. Como o regime é aberto Silvio ganhou a liberdade. 

    Quem comete crime está sujeito a pão de angústia e água de amargura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário